sexta-feira, 24 de fevereiro de 2006

Postado por Nany às 2/24/2006 11:44:00 da manhã Links para esta postagem

Amanhã começa o fim de semana e este vai ser prolongado. Quero começar a curar, a respirar, a retirar a angústia do meu coração e a sorrir novamente. Quero voltar a acreditar, a ser feliz, a olhar com amor para os que me rodeiam e não com tristeza e dor. Quero voltar a ver o sol. Quero ter as minhas forças de volta, a vontade de lutar e o bocadinho de esperança que nos impulsiona.
Vou tentar, ando a tentar e prometo que um dia vou conseguir voltar. Vou conseguir sorrir, vou ter forças e vou procurar a luzinha da esperança guardada a medo dentro do coração.
Preciso disso, mereço-o e principalmente não tenho o direito de desiludir aqueles que me amam.
Deus vai-me ajudar, eu sei que vai. Sei que Ele não se esqueceu de mim, sei que vai olhar para mim, vai ver a minha dor e vai-me consolar. Sei também que não se vai esquecer do que lhe peço e que vai tornar o meu sonho realidade. Acredito nisso. Acredito em Deus.


Confia Sempre

Confia sempre, não percas a tua fé entre as sombras do mundo.
Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para frente, erguendo-o por luz celeste, acima de ti mesmo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera com paciência. Tudo passa, e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá.
De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança em Deus e em si mesmos, porque o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo.
Eleva, pois, o teu olhar e caminha. Luta e serve. Aprende e adianta-te. Brilha a alvorada além da noite.
Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte... Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Anónimo

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

Postado por Nany às 2/22/2006 12:53:00 da tarde Links para esta postagem


Hoje sinto-me assim...sozinha, pequena, vazia, triste....

Sinto que não tenho força, não tenho soluções, que a felicidade não me sorri. Mostra-se um pouco, vai-se embora e deixa-me pior do que estava.

Hoje quero chorar, gritar, desaparecer e morrer.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

Postado por Nany às 2/14/2006 02:07:00 da manhã Links para esta postagem

"Nunca diga para Deus o tamanho dos seus problemas, diga sim, para os seus problemas o tamanho do seu Deus."


Nestes dias que estive fora, afastada deste cantinho, foram dias em que me apeguei mais a Deus, e que, apesar de tudo, senti mais a Sua presença e uma enorme paz.
Em Dezembro de 2005, no dia 20, tive a enorme felicidade de receber uma chamada a dizer que a minha bhcg tinha sido positiva, mas que o valor era baixo (65,4 ml). A felicidade durou cerca de uns segundos, mas garanto que foi uma daquelas alturas que nunca esquecemos, aconteça o que acontecer. Uma semana depois repeti a análise e deu 70 ml, nada de bom, significava que a gravidez não estava a evoluir. Quando em Janeiro de 2006 fiz novamente a bhcg e de um valor elevado pensei, é desta, estou mesmo grávida. A felicidade então era de rebentar.
Marquei a 1ª eco e no dia 13 de Janeiro lá fui eu para ver a minha estrelinha, mas ela não estava lá. Só existia o saquinho que devia ser a casinha dela. Repeti a eco passado uma semana e confirmou-se o diagnóstico, gravidez anembrionária. Foi como se o Mundo tivesse desabado em cima de mim e que tudo tivesse acabado. Se não fosse o apoio da família e das minhas amigas, acho que não conseguia ultrapassar.
Nessa altura cheguei-me ainda mais a Deus, pedindo-lhe que me ajudasse a ultrapassar e a aceitar a situação. Não me arrependo e este fim de semana tive a certeza que Deus me ouviu.
Na quinta feira passada, telefonei para a Ava porque a menstruação era muito pouca e pelo que o Dr. me tinha dito devia ser muito mais. De tarde ligaram-me a transmitir aquilo que o médico lhes tinha dito, e lá fui eu ter com ele a Stª Maria.
Entrei naquele corredor de urgências de obstetrícia, extremamente nervosa, mas ao mesmo tempo com uma pequena esperança que talvez, por algum milagre, o primeiro diagnóstico não estivesse correcto, mas estava. Tinha 11 semanas de gravidez anembrionária.
Fiquei logo internada para me provocarem o aborto. Fui parar a um piso com grávidas, ao quarto onde ficam as pessoas que por qualquer razão sofrem um aborto. Naquelas 4 camas, todas nós passavamos por situações parecidas, umas mais complicadas que outras. No entanto garanto-vos, a minha era a mais fácil clinicamente de ser resolvida.
O mais difícil era ver as barrigas das outras, ouvi-las refilar por estarem ali fechadas por causa daquela criança e pensar, o que eu não dava para estar ali, a gerar um filho, não me importando se tivesse de estar internada os 9 meses, desde que com o bebé tudo estivesse bem.
Nesse dia à noite, o Dr. foi medicar-me (leia-se introduzir 3 comprimidos para provocar o aborto), as dores foram bastantes, as perdas também, mas na eco do dia seguinte, lá continuava o saco. Conclusão, aguardar uma raspagem. Fizeram-ma na Sexta à noite. Correi bem, só não me dou com anastesias, vomitei-a todinha.
No Sábado tive alta com mais 3 meninas, todas tinham feito raspagens de véspera, e 1 estava mas mesma situação que eu, mas com menos semanas.
Agora é aguardar que o corpo recupere. 3 meses de Gynera e esperar, mas principalmente rezar para que esta fase corra bem e possa voltar a tentar.
Espero deixar isto para trás. Não esquecer, mas aprender.
Tenho de agradecer à mãe e ao marido que estiveeram sempre ao meu lado.Muito OBRIGADO.
Agora já sabem o que andei a fazer no fim de semana, espero que os próximos sejam muito melhores.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2006

Postado por Nany às 2/06/2006 09:51:00 da manhã Links para esta postagem
E no Sábadó lá fui eu, costuma-se dizer que à 3ª é de vez e desta foi. Fiquei a saber o que perdi nos outros encontros, mas agora não perco mais nenhum.
Conheci pessoalmente a Bunny (a única que reconheci sentada no sítio combinado), a Susy (espero que tenha sido boa a festa), que gostei de ver bem disposta e com forças depois de tudo porque tem passado (força linda vais conseguir), com um marido simpático que nos ajudou nas fotografias e se não fosse ele acho que as minhas não se tinham aproveitado (muito obrigado), a Summer que hoje de certeza vai ter uma boa notícia e nos vai por todas contentes, a Criolinha com quem tive uma daquelas sensações de já conhecer à muito tempo sem nunca nos termos visto, a Anna com uma barriguita linda e sempre bem disposta e a Arraula com um optimismo fantástico e uma barriga lindona, salvado-nos de ser despejadas com os seus carapaus de escabeche e fruta (sim, porque quando uma mulher grávida tem fome não há quem a tire da mesa).
Adorei o encontro, fiquei com água na boca para que chegue dia 1 de Abril e voltar a ver-vos, bem como conhecer todas as outras meninas. Algo me diz que nessa altura vão existir mais barriguitas lindas, algumas resultado deste encontro.
Asim que puder vou por aqui as fotos, sabem é que eu não entendo nada disto (sou uma naba de 1ª) tenho de pedir ao marido que as ponha no PC.
Bjks para todas as que foram e para as que não foram, que este ano tenhamos todas uma prendinha desta (a imagem copiada do blog da Sónia, perdoa tá ;) mas achei tão linda.... podes puxar-me as orelhas em Abril), ou duas quem sabe (sim porque a moça não é pobre a pedir):

E não se esqueçam do que está escrito em S. Mateus, capítulo 7, versos 7, 8, 9, 10 e 11:

"7 Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei e abrir-se-vos-à.

8 Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, se abre.

9 E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?

10 E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?

11 Se vós pois, sendo maus, sabeis dar bas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?"

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2006

Postado por Nany às 2/02/2006 01:20:00 da tarde Links para esta postagem
Depois de ler com lágrimas nos olhos o comentário da minha São, achei por bem comentar também.
Quando te conheci disseram-me logo, não ligues muito aquela porque é uma fala barato, mas ainda não te vi falar só por falar, e acredita que até hoje nunca vi ninguém tão bem disposto, que mesmo nas alturas piores tem sempre um sorriso nos lábios e procura sempre o lado bom das coisas. Sabes o que digo ao meu piolhito, a São é daquelas pessoas que nos faz sorrir, mesmo quando o Mundo nos faz chorar.
Aos poucos fomos descobrindo que tem,os muita coisa em comum: maridos calados casados com umas refilonas amorosas de primeira, unsa autênticos furações, mães mais que parecidas e de personalidade vincada, etc.
Sabes ao que eu digo aos do "militarismo" e do "fala barato": «BAH, Quem ri por último ri sempre melhor». Nós bem nos divertimos, passamos um bom bocado e temos alguém em quem confiar e com quem desabafar as coisas boas e más.
Já disse várias vezes que és a irmã que nunca tive, mas agora tenho a certeza, sabes que "Amigos são irmãos que a natureza não nos quis dar" e eu considero-te assim, não és minha irmã de sangue mas és de coração.
Obrigado pela tua amizade, pelo teu carinho, companheirismo e sobretudo pela tua confiança em mim. Quem sabe se a minha feijoca não está à espera da tua para crescerem juntas, serem muito amigas ao longo da vida e na altura do nascimento darem cabo da cabeça aos médicos na maternidade?!?!?!
Milhões de beijocas e Sábado vou estar ao pé de ti a conhecer algumas das minhas amigas virtuais.
Até logo minha linda e já sabes rio contigo, choro contigo, luto contigo, alegro-me contigo, as tuas vitórias são as minhas e as tuas derrotas também. Vamos à luta juntas e não há nada nem ninguém que nos faça frente.
E não te esqueças:

PS: Vou dizer aos óvulos e aos espermatozóides que a tia São mandou dizer-lhes: "Be afraid! Be very afraid" quem sabe se eles não espevitam e fazem a coisa como deve de ser ;)
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez