quinta-feira, 30 de abril de 2015

Que tal uma ida ao "roínho"?

Postado por Nany às 4/30/2015 02:19:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
No âmbito do projecto curricular anual da minha filhota, com a história da Galinha Ruiva, hoje é dia de uma visita ao "roínho", que é como ela diz moinho.
Ela e os seus amiguinhos estão na Lourinhã, foram cedo, bem dispostos e dorminhocos.
Espero que se divirtam, aproveitem o passeio, e que cheguem bem e felizes.
Já sei que vão aprender a fazer pão, e já me avisou que no forno, quem põe a massa é o Sr Padeiro ☺


PS: Coração desta mãe só vai descansar quando abraçar a sua menina logo à tarde. Deixo-os ir, mas fico sempre ansiosa com a hora da chegada.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Os rins são como dois feijões

Postado por Nany às 4/28/2015 11:13:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Ontem, a  propósito de uma conversa corriqueira, tentei explicar ao Pedro a questão da dilatação renal do Filipe.
Rins, aquele órgão do corpo que é parecido a uns feijões, no caso do mano pequeno dilatados.
Mas ó mãe, ele vai ter um bebé grande?
Um bebé, grande? Mas Pedro, os rins nada têm a ver com bebés.
Mas disseste que ele tinha feijões grandes, e depois tem bebés grandes.
Mas quais feijões?
Estes - apontando para os testículos.
Gargalhada sonora da mãe, cara parva de filho.
Os rins estão dentro do nosso corpo. Não são os testículos.
Mas tu falaste em feijões......
Sim, parecem feijões mas estão cá dentro, dentro do corpo.
AHHHHH, percebi. (não percebeste nada, mas já sabem quem tem feijões grandes tem bebés grandes LOL)

sábado, 25 de abril de 2015

17 Meses

Postado por Nany às 4/25/2015 09:00:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Estás tão, mas tão reguila...
E giro, e doce, e fofo, e sabido.
Ok, eu sei, esta mãe que te calhou não consegue fazer uma frase coerente, mas que queres? Penso na tua carinha marota e só me apetece sorrir e encher-te de beijos.
Gostas de comer praticamente tudo, dei-te pepino e adoraste, também gostas da parte mais rija da alface e do tomate. Agora queres comer sozinho, aliás vais comendo sozinho enquanto te dou uma ajudinha :) Quando não queres mais dizes ah tá (já está) e empurras o prato.
Sabes fazer umas belas birras, dignas de um óscar. Se és contrariado fazes notar o teu desagrado, e quando estás chateado gostas de levantar a mão para nos dar umas palmadas (já sabes que és repreendido sempre). A parte mais chata é mesmo esta, de resto:
-gostas de me morder as bochechas em vez de me dares beijos,
-brincar com teu mano é a tua brincadeira favorita,
-brincar com a mana tem outra dinâmica, mais calmas e principalmente gostas é de lhe tirar as coisas (e ela a ti),
-o pai é quem te aspira o nariz, mas quando o vês dás pulos de contente.
-a avó faz as vontades todas do pequenote e tu só lhe pedes colinho e mais colinho, já sabes que ela faz tudo para te ter ao colo,
-o avó é para as patifarias, e o que tu gostas do cavalinho e de usar o seu capacete.
És reguila, és destemido, adoras rua, estar à janela, mexer no meu telemóvel (e não é que se te esticares consegues ir bucá-lo ao móvel da entrada? e sabes perfeitamente o botão que lhe acende a luz).
Adoras a tua chucha mas também consegues passar o dia sem ela. Não dormes sem o teu bonequinho e se o vês, queres que to dê e não o largas mais.
Já dizes Mãe, Tatá (papá), ah tá (já estão), olhá-olhá (olá-olá), adeus com a mãozinha mas à princípe (que és) e apontas para tudo o que queres. O teu hã-hã é para chamar a atenção.
Quando falo contigo sinto e percebo que me ouves, que me entendes e pareces ter mais que os teus 17 mesinhos. És sensível e inteligente. Lindo como só tu. Adoro-te de paixão. Parabéns meu amor.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

É tão fácil educar os filhos dos outros

Postado por Nany às 4/24/2015 03:44:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Superbarbstumblr
A sério que é.
Apontar-lhe erros, má-criações, má educação, rotular disto, daquilo e mais uma coisinha.
Difícil é olhar com olhos de vêr, conseguir aperceber a questão para além da superfície, de minutos de convivência, de conversas ouvidas no vão da escada.
Mais difícil ainda é olhar dentro, sem filtros, o que se tem em casa.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Dentes, dentinhos

Postado por Nany às 4/23/2015 03:16:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Consulta dentista Pedrocas: limpeza, reparação de selantes (ele continua a comê-los), tudo ok.
Filipocas: dentes a romper, no bom caminho. Grandes e com bom poder de mordedura (os meus dedos que o digam).
Situação caricata da consulta: Filipocas, vai para o colo de um senhor que não conhece a pedir-lhe mimos. Até parece que tem défice de mimos aquele miúdo. Tem um exagero e depois anda a pedir a entranhos. Traquinas!

quarta-feira, 22 de abril de 2015

O meu filho é um cromo da bola

Postado por Nany às 4/22/2015 04:35:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Literalmente. Com direito a caderneta de cromos e tudo.

Foto minha PROIBIDAScópias e ou reproduções

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Tempo de qualidade, ou tempo de quantidade, ambos?

Postado por Nany às 4/20/2015 01:48:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
IMGFAVE
Tempo, que tempo, qual tempo?
Tempo de qualidade, com hora marcada, a qualquer hora?
Ao fim de semana, naquele programa a dois, a três, a mil?
Dizem os entendidos na matéria que devemos passar tempo de qualidade com os nossos filhos, que devemos cerca de 30m por dia. Mas quando? Assim que chegamos a casa, à hora do jantar, antes ou depois do banho?
Anunciamos esta meia hora? Marcamos no calendário e avisamos que das tantas horas - às tantas horas é a meia hora da qualidade.
Sinceramente, o meu tempo é algo que me foge, é algo que nem sei para onde vai.
Para mim, tempo  de qualidade é quando acontece. Pode ser de manhã, pode ser à noite, pode ser enquanto lhes dou banho, enquanto jantam, quando os vou buscar à escola.
A única coisa que sei é que o tempo não para, que eles crescem demasiado rápido e eles amanhã são adultos, por isso quero aproveitar ao máximo o meu tempo com eles, e o deles para comigo. Sim, às vezes eles não têm tempo para mim, estão entretidos com as suas coisas, chateados, sonolentos ou pura e simplesmente sem paciência para a mãe.
Não quero que eles pensem no tempo que lhes dispenso fisicamente, porque há também aquele que lhes dispenso sem lá estar. Quero que eles saibam, independentemente do meu tempo, que para eles e por eles o tempo não pára, mas é exclusivo.
 

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Avaliação 2º período

Postado por Nany às 4/16/2015 05:01:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Eu já a sabia, mas como não fui à reunião nas férias da Páscoa, fui hoje a um atendimento.
Muito Bom a Português, Matemática, Estudo do Meio e Expressões.
E eu supr orgulhosa do meu filho mais velho, mesmo muito.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

1ª birra

Postado por Nany às 4/15/2015 04:00:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
A valer, consciente da birra, a sério e com direito a choro zangado, atirar com as coisas e tentar bater na mãe.
Foi ontem, à hora de jantar, quando tirei a saladeira da frente do menino Filipocas, que estava alegremente a espalhar a alface após ter comido o pepino.
É o mais pequenito dos três, mas faz birras dignas de miudo mais velho. As birras de sono não são para aqui chamadas, ok?
Ah, e também sabe atirar-se para o chão a chorar, e quando não lhe ligo, sai a gatinhar para outro lado. Manha, muita manha que este miudo sabe muito.
Riquezinha de sua mãe ♥☺

terça-feira, 14 de abril de 2015

Primeiras palavras

Postado por Nany às 4/14/2015 03:34:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Assim quase de uma penada só:
Olhá-olhá - Olá-Olá
Ah tá - Já está
Maiiiiiiiiiiiiiiii - Mãe (quando eu não lhe respondo à primeira ♥)
E continua a dizer que não abanando com a cabeça ☺

sábado, 11 de abril de 2015

Filhota escorpianita

Postado por Nany às 4/11/2015 05:00:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Criança Escorpião 
 24 de outubro a 22 de novembro
  • Oitavo signo do zodíaco
  • Planeta regente: Plutão
  • Elemento: Água
  • Cor: Vermelho escuro, castanho-avermelhado, preto, vinho
  • Pedra preciosa: Opala, rubi
  • Metal: Aço, ferro
A criança Escorpião é a criança com o maior nível de energia do zodíaco. Com uma personalidade intuitiva, misteriosa, intensa e aventureira joga no “tudo ou nada”. O meio-termo é uma palavra que desconhece. Esta característica influência também o tipo de relação que estabelece com os outros. Não consegue ser indiferente a ninguém. Ou ama ou odeia.

Ciumenta e possessiva precisa de ajuda para compreender o que significa a palavra “moderação”. É importante ensinar a criança Escorpião que o meio-termo a ajuda a ser menos desconfiada e a encarar as situações com maior tranquilidade. Nem tudo tem que ser “preto no branco”. Também existe uma escala de cinzas aceitável.

Como estimular o desenvolvimento do seu filho Escorpião:
Pode ajudar o seu filho Escorpião a usar a sua a energia excecional incentivando-o a envolver-se em atividades desportivas. Para o Escorpião, gastar energia é vital e um fator que contribui positivamente para o seu bem-estar físico e equilíbrio emocional. O Escorpião adora jogos de equipa fisicamente exigentes, desportos na água, patinagem, dança e ginástica.

Principais características da criança Escorpião:
  • Competitiva e energética, a criança Escorpião valoriza a realização pessoal e quando não consegue atingir os seus objetivos, pode torna-se ciumenta e agitada.
  • Tem alguma tendência para comparar os seus feitos com os dos outros e não gosta de ficar para trás ou de perder, nem que seja a feijões! A criança Escorpião gosta de ser sempre a primeira em tudo o que faz.
  • Com uma personalidade analítica, a criança Escorpião precisa de perceber a origem das coisas e de compreender como funcionam todas as peças que compõem a engrenagem.

Pontos a considerar na educação e convívio com a criança Escorpião:
  • Oriente a energia excecional do seu filho Escorpião para a realização pessoal e para a concretização de coisas positivas. Encoraje-o a trabalhar sempre no sentido de alcançar mais e melhor. Não reprima a sua energia. Deixe-o expressa-la livremente e alimente-a com novas atividades e motivos de interesse.
  • Quando alguma coisa está mal, a criança Escorpião tende a refugira-se em si mesma. Pode isolar-se, ficar calada e perder o apetite. Esta característica deve ser contrariada pelos pais/educadores através do incentivo ao diálogo.
  • É importante que a criança viva num ambiente seguro e se sinta confiante para partilhar os seus sentimentos e angústias. Esta atitude vai ajudá-la a equilibrar as suas emoções e a encontrar refugio e consolo junto daqueles com quem divide a sua vida.
 O texto foi encontrado daqui: Mãe me Quer

sexta-feira, 10 de abril de 2015

É da idade, são inseguranças, ciúmes ou pura birra?

Postado por Nany às 4/10/2015 01:36:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
A minha miuda é um doce, é mesmo, independentemente do que vou dizer a seguir.
Tem 4 anos, é teimosa e complexos de ser pequenina (está no percentil 50, sempre o teve desde o nascimento), que passa a vida a comparar-se com os amigos e eu passo a vida a dizer-lhe que existem meninos altos e baixos, gordos e magros, loiros e morenos, mas o que importa é se são todos amigos ou não.
Anda as testar limites, paciências, a esticar a corda, armada aos cucos e com a mania que é adulta e independente.
Dá-me cabo da paciência e aquela do berra-me baixo com ela não resulta, eu falo, eu converso, eu explico e no fim ela repete tudo e remata com um "meu eu quero...."
Será uma crise existencial aos 4 anos? Ela mesma diz que não consegue aprender, que não consegue portar-se bem porque a cabeça dela se esquece.
Será insegurança, medo que não gostemos dela? Que gostemos mais dos irmãos? Já lhe dissémos mais de mil vezes que não.
Serão ciúmes do mais novo? Que ela adora de paixão. Do mais velho? A quem ela faz a vida negra e com quem embirra mais que sei lá o quê (e não, ele não é chato com ela, é doce e parvo fazendo-lhe quase todas as vontadinhas).
Serão birras de sono, de cansaço, birras normais de quem tem 4 anos?
Ou será que independentemente de toda aquela doçura, aquele feitiozinho tem de ser torcido? Ela não faz por mal, não tem maldade associada às suas atitudes, mas tira-me do sério.
E estar quieta quando lhe digo? Não, só quando cai.
E ficar ao meu lado, ou ir para perto de mim? Não, só quando lhe dou dois berros.
E depois? Depois aninha-se ao meu colo. Chora pior que uma Madalena arrependida, diz que quer a mamã e chora cada vez mais.
Onde anda o raio do livro de instruções que ensina a educar uma miuda assim, sem perder a paciência, fazendo com que a mensagem passe e permaneça?

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Os dentes, ai os dentes.....

Postado por Nany às 4/08/2015 01:14:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
Dizem os senhores doutores que os dentes não dão febre, que não provocam ranhocas, que dão apenas mau-estar.
Sim, um mau-estar que dá febres de 39º, que provocam ranhoca que entopem ambas as narinas, provocam tosse, que provocam quebra de apetite.
O Filipocas tem 5 dentes a nascer de uma vez, 4 deles são molares, o outro é um incisivo de baixo.
A verdade é que o miudo tem andado murchito, choramingas, quer colinho, dorme mal por causa da tosse.
Ontem, para tira teimas, fomos à nossa dentista: confirmou-se o diagnóstico e foi ela que nos disse que os molares vinham todos de uma vez.
Entretanto, também nos disse, que se os molares inferiores não romperem no espaço de três semanas temos de lhes dar uma ajudinha.
Se entretanto, não vos ligar nenhuma, não vos visitar já sabem...a culpa é dos dentes.

domingo, 5 de abril de 2015

Feliz Páscoa a todos

Postado por Nany às 4/05/2015 09:00:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Da net

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Quem disse que educar é fácil mentiu

Postado por Nany às 4/03/2015 08:00:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Ou nunca educou, ou então educa por via de terceiros.
Não, não é fácil, se tivermos em linha de conta os princípios básicos que se quer (quero) incutir nos filhos: honestidade, trabalho, conquista, felicidade, lealdade.
Parecem coisas tiradas de livros, mas ninguém quer um filho mandrião, desonesto que não luta pelo que quer, infeliz e mentiroso.
Educar é mais que ensinar a dizer bom dia, obrigado, faz favor e com licença. Educar não é ensinar o 1,2,3 é ensinar que 1+1 = 2, mas que nem sempre 2+2 = 4.
É segurar a mão, é dar o ombro, é emprestar o ouvido.
Ser mãe não é apenas dar beijinhos, brincar às escondidas, impôr limites e verificar a febre. É tudo e muito mais.
Não, educar não é mesmo nada fácil, por vezes são precisas ferramentas que nos ajudem, por vezes é preciso construir as nossas próprias ferramentas, por vezes temos de adaptar outras.
Essa coisa da tentativa e erro não dá muito resultado. Os erros são graves, os erros podem ser para uma vida inteira, os erros podem não ter emenda possível.
Se erro? Sim, tenho praticamente a certeza que todos os dias erro. Todos os dias dou um berro mais alto do que devia, uma palmada na hora errada, uma palavra torta. Mas também peço desculpa, muitas vezes, quando vejo que errei.
Esta mãe pede desculpa. Sem problemas, e de coração apertado.
Esta mãe não sabe tudo. Aliás esta mãe não sabe nada de educação, ou melhor, esta mãe sabe apenas que quer filhos bem educados, bem criados, bem formados, muito felizes e que fazer isso, ou melhor, contribuir para isso, dá trabalho, muito trabalho diário que tem associado uma carrada de TPC's.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

1 = ♥

Postado por Nany às 4/01/2015 09:00:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Da net

 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez