terça-feira, 29 de março de 2016

Avaliação 3º ano - 2º Período

Postado por Nany às 3/29/2016 02:09:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Português: O Pedro adquiriu os descritores de desempenho essenciais para esta área, de forma muito exemplar.
Nota do teste: Bom
Matemática: Adquitiu os conteúdos programados para este período. Tem bom cálculo mental, bom raciocínio e resolve situações problemáticas usando as várias operações.
Nota do teste:  Muito Bom
Estudo do Meio: Adquiriu as competências previstas pelo programa para este período muito satisfatoriamente.
Nota do teste:  Bom+
Expressões: O aluno tem um desempenho muito satisfatório.
Inglês: Aluno interessado. O aluno atingiu grande parte dos objectivos propostos. Revela um comportamento adequado em sala de aula.
Nota do teste: Good
Oferta Complementar: Projecto de Escola "Bons Comportamentos, Boas Atitudes" - Revela muita inicitiva e empenho
Apoio ao Estudo: O aluno adquiriu métodos de estudo, organizou o seu trabalho, participa e manifesta muito interesse pelas actividades.
Apreciação Global: O Pedro é um aluno muito autónomo, trabalhador e muito organizado.
Revela muito interesse por todas as actividades. Revelou resultados escolares excelentes durante todo este período. Muito obediente e cumpridor. Grande capacidade de partilha e de interajuda.
  

Então e a Páscoa?

Postado por Nany às 3/29/2016 01:05:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Em casa.
Filha a recuperar da crise de alergias que a deixou molinha e com febre.
Pai com febre e dores nas costas, com uma tosse daquelas em que tudo lhe salta fora.
Filho mais velho com amigdalite e febres intermitentes.
Filho mais novo com tosse e ranhoca.
Mãe a rezar para que mais ninguém fique doente e o mais novo não tenha mais nada além de uma tosse e ranhoca.
Muitos ovos de chocolate e amêndoas.
E a vossa Páscoa?
 

domingo, 27 de março de 2016

Uma doce e santa Páscoa a todos vocês

Postado por Nany às 3/27/2016 09:00:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Autoria na imagem

sexta-feira, 25 de março de 2016

28 Meses

Postado por Nany às 3/25/2016 09:00:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Reguila. Mimado. Espertalhão. Mimado. Teimoso. Mimado. Carinhoso. E já disse mimado?
E tão, mas tão lindo, manhoso, falador (quando lhe apetece), senhor do seu nariz, ciente de si e das suas coisas, que quando mete algo na cabeça não esquece e não nos deixa esquecer.
Menino que sempre comeu bem, e agora aprendeu a ser mais esquisito na comida e a escolher. De vez em quando pedes um fupa (chupa) a ver se pega. Boca doce, bolachas e guloseimas é contigo. Comes bem sozinho, embora às vezes, por preguiça ou cansaço peças ajuda. Adoras frutas: laranjas e morangos, bem como pepino e arroz.
Adoras dar gargalhadas, tomar banho e que te cante para adormeceres. A tua música favorita neste momento é a Olha a bola Manel, mas já cantámos os Abracinhos e beijinhos, a cançãod e embalar do Vitinho, a Joana come a papa e O balão do João.
Gostas das tuas rotinas, mas desde que seja para passear e andar no laréu estás sempre pronto a esquecê-las.
Continuas a ter uma gargalhada deliciosa e apesar de estares a descobrir que a Sr. D. Birra é uma companhia mais assidua, tens um temperamento dócil, mas firme.
Quanto às birras...bem, és daqueles meninos de gritar, chorar baba e ranho, bater com os pés, dar guinchos, mas também esqueces facilmente. É aquela fase dos 2 anos terrível.
Começas a achar que dormir é bom, mas brincar é melhor ainda. E brincas, seja com bolas, com bonecas, com carros, com dinossauros, com os utensílios de cozinha, com os manos, com os papás e os amiguinhos da escola.
Dizes frases giras como: mamã anha amigo (mamã anda comigo); nã goto (não gosto); nã quedi (não quero); mi mãe (minha mãe); mi pai (meu pai); miminho meu (é como te referes ao bonequinho com que dormes e andas pela casa toda); xuxa mia (xuxa minha - que ainda usas).
Estás  crescido mas sempre serás o nosso bebé lindo, que cada dia está mais e mais parecido com o pai (até no andar).
Adoramos-te do fundo do coração. Parabéns pelos teus 28 mesinhos meu amor
 

quarta-feira, 23 de março de 2016

É escarlatina. Afinal não.

Postado por Nany às 3/23/2016 01:42:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Na escola dos meus anda a escalatina a dar as caras. A minha filhota ontem teve febre e etava toda vemelhinha, suspeitou-se de escarlatina (que ela já teve), mas não, uma bela crise de alergias. Hoje ficou em casa com a avó, e até agora nem febre nem borbulhas. Só espero que seja passageiro e que a minha menina recupere depressa.  

terça-feira, 22 de março de 2016

Visitas de estudo

Postado por Nany às 3/22/2016 01:00:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Lembro-me de sempre ter gostado e ansiado pelas visitas de estudo.
Hoje em dia, continuo a achá-las importantes e gosto que os meus filhos nelas participem.
Hoje é o dia do Pedro ir ao Museu da Arqueologia (a esta hora já regressou). Ontem estivemos os dois a falar um pouco sobre arqueologia, sobre "desenterrar" tesouros, "cacos velhos" que mostram como antigamente as coisas se faziam, da forma como se pode descobrir sobre o passado.
Vamos ver como correu. Espero que ele tenha gostado e que estas férias no ATL sejam bem passadas.
 

sábado, 19 de março de 2016

Dia do Pai

Postado por Nany às 3/19/2016 09:30:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
O melhor Pai é sempre o nosso. Tal como a melhor Mãe e os melhores Filhos.
Os que amamos são sempre os melhores, mesmo quando são menos bons.
Por cá temos um excelente Pai, daqueles que brinca, que ralha, que faz cócegas, que dá colo, que conta histórias, que faz puzzles, que disputa jogos de consola, que faz penteados e põe ganchos, que dá banhos, que arranja os peixe, que muda fraldas. Um verdadeiro Pai.
E o hoje que se comemora o dia dele, e de todos dignos de terem esse título, ao "nosso" Pai desejamos um dia feliz, com poucas birras e muitos abraços, beijos, sorrisos e gargalhadas, presentes feitos com carinho pelos filhos e o tapete de rato que todos os anos a mulher compra para os filhos oferecerem.
Beijos para o Pai
 

sexta-feira, 18 de março de 2016

E como se sabe que as coisas dos miudos ocupam a casa toda?

Postado por Nany às 3/18/2016 01:58:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Não é porque eles têm mais coisas que nós.
Não é porque os brinquedos deles estão espalhados por todo o lado.
Não é porque os armários estão repletos de bolachas, guloseimas, cereais infantis e outras coisas tais, mesmo que os pais se restrinjam de comprar nos são trazidos casa adentro.
Não é porque na casa de banhos os produtos de higiene infantil são em maior número.
Não....é quanto uma mãe faz um corte num dedo e ao ir buscar um penso rápido, escolhe entre: pensos da Ela & Ana, Sponge Bob, Tom & Jerry e figuras de animais vários.
 

quarta-feira, 16 de março de 2016

As horas que passam na escola

Postado por Nany às 3/16/2016 02:41:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Devido ao meu horário de trabalho, os meus miudos entramna escola às 8h da manhã e só saiem por volta das 18h/18h30.
São 10h mínimo, de segunda a sexta.
Mais que as horas que eu passo no trabalho.
Mais do que deviam.
Mais do que merecem.
Digo passam na escola, porque nem todas são de aprendizagem. Ficam lá à espera que os vão buscar: eu ou o pai. E depois natação, futebol e o mais novo para casa. Sempre a contra relógio porque são horas de ir para a escola, para jantar, tomar banho, ir para a cama que amanhã têm de acordar cedo.
E as horas de brincar? E as horas de nada fazer em família a não ser criar laços familiares? E as horas de os aproveitar enquanto crianças, enquanto bebés, enquanto seres em formação?
Qual formação? A que a escola e professores dão durante 10h? E eu, quantas dou?
Que papel fica para os pais? Condutores para as actividades extra? Controladores dos trabakhos de casa? Chatos que mandam levantar, comer, correr, tomar banho e despachar porque estamos [sempre] atrasados?
E os fins de semana de quem tem uma casa de família para cuidar? Compras a fazer? Roupa para tratar?
E as festas com os amigos? E as idas a casa dos amigos? E o resto da família que também aparece e senta no sofá?
Passam horas na escola. Vão para aqui, para ali. Têm de se preparar para isto e aquilo. Têm de isto e aquilo, mas ser crianças não têm?
E as outras crianças, as que por alguma razão têm condicionalismos vários, que além disto ainda têm psicólogos, terapeutas, psiquiatras, médicos e relatórios?
É tempo a mais a fazer tudo e a não ser simplesmente criança.

segunda-feira, 14 de março de 2016

Educar, ser Educado, viver em Sociedade

Postado por Nany às 3/14/2016 01:05:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
"Antes de acusar seu filho de algo que o incomoda, olhe para dentro de si e veja se está sendo um bom modelo. Para viver bem em uma sociedade precisamos desenvolver a HONRADEZ, que é a capacidade de ser fiel aos nossos princípios e ao nosso EU. Temos também de ter INTEGRIDADE, não abusar do poder e não tripudiar. Desenvolver BOAS MANEIRAS, porque a cortesia melhora a autoestima e os relacionamentos. Ter TOLERÂNCIA, pois ela faz bem para a sanidade mental. Preservar o AUTOCONTROLE, não se envolvendo com coisas ruins. Construir a CIVILIDADE, o sinal que damos aos outros de que sabemos viver em sociedade. Ter HONESTIDADE, porque quem trapaceia rouba um pouco de cada um.
Viver em família significa ter longas conversas com os filhos sobre a escola, os seus amigos, os seus professores, as suas dificuldades e habilidades, além de cobrar as suas responsabilidades e deveres e ajudá-los nos problemas.
Viver em família é compartilhar os momentos fáceis e difíceis da vida,(...)"
Excerto do livro "A Culpa é da Mãe" de Elizabeth Monteiro

A verdade é que é um trabalho contínuo, que muitas vezes espelha a educação que tivemos e outras vezes vai no sentido oposto. Mas os valores basilares devem estar sempre lá.
E quando fazemos tudo e depois os outros não fazem porque não querem. Porque é mais fácil atalhar, atamancar?
Como explicar, como ajudar a ultrapassar?
Não é fácil, viver em sociedade.

quinta-feira, 10 de março de 2016

Como dizer a uma mãe que ela está mal vestida em 3,2,1...

Postado por Nany às 3/10/2016 01:54:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Mãe de manhã, atarefada, a tentar arrnjar-se a ela, aos filhos enquanto prepara pequenos almoços, vai buscar um lenço para completar o modelito.
Filho pequenino, de xuxa na boca, olhar atento, de pijama é a sombra agarrada às pernas da mãe, observa atentamente toda a situação.
Mãe coloca o lenço e pergunta: estou gira?
Filho responde: nã goto (não gosto), com um acenar de cabeça.
Ó pá, e hoje que eu até pensava que estava super gira....
Filipe - 2 anos, a desfazer na roupa da mãe logo pela manhã.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Avaliação Filipe - 2 Anos

Postado por Nany às 3/09/2016 05:09:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem


A – Adquirido; PA – Por Adquirir; EA – Em Aquisição

Identidade e Autonomia Pessoal
Diferencia as principais partes do corpo – A
Conhece as partes da cara – A
Desloca-se com grande segurança – A
Mantém-se sentado durante alguns minutos – A
Presta atenção durante alguns minutos – A
Pinta com os dedos – A
Adapta-se às rotinas da escola – A
Pede para ir à casa de banho – EA
Lava e saca as mãos sozinha – A
Despe e veste algumas peças de vestuário – A
Iniciou o controlo dos esfíncteres – EA

Meio Físico e Social
Reconhece os membros da sua família – A
Está alegre na escola – A
Diferencia elementos característicos do Outono - EA
Identifica alguns elementos próprios do Natal – A
Ordena e cuida dos materiais da sala – A
Reconhece alguns objectos próprios da sala e da casa – A
Cumprimenta e despede-se – A
Conhece instrumentos musicais: a pandeireta, a viola – A

Comunicação e Representação
Esforça-se por se expressar e fazer-se entender – A
Realiza missões simples – A
Identifica e nomeia a cor amarela – EA
Conhece o nome dos adultos e alguns colegas – A
Identifica e nomeia a cor vermelha – EA
Faz sons com partes do corpo – A
Diferencia entre grande e pequeno – A
Faz rabiscos – A
Situa-se dentro e fora de um espaço – A
Distingue entre em cima e em baixo – A
Reconhece semelhanças e diferenças entre objectos – A
Agrupa objectos iguais – A
Diferencia a forma redonda – A


terça-feira, 8 de março de 2016

Feliz Dia da Mulher

Postado por Nany às 3/08/2016 03:37:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
A todas as mulheres que conheço, e que de alguma forma enriquecem a minha vida.
Às minhas amigas.
À minha mãe, e especialmente à Princesa Cor-de-Rosa que enche os meus dias de algodão doce e gargalhadas.

sexta-feira, 4 de março de 2016

Terapia da Fala

Postado por Nany às 3/04/2016 01:36:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Várias coisas me têm feito andar afastada daqui, mas uma delas era a questão da terapia da fala.
A minha Sarita vai começar a ter esta terapia, porque aqui a mamã, ao contrário do que todos me diziam, achava que ela necessitrava de uma ajuda profissional, e que eu, com toda a minha boa vontade e falta de jeito já não estava a conseguir, ajudá-la a ultrapassar certas dicções.
A questão não é grave, nota-se que a miúda quer aprender, mas existem ali uns quês que ela não consegue ultrapassar, como os lh e o r em encontro consonântico.
Resumindo a miúda diz fia em vez de filha, mas consegue dizer folha. Diz fio em vez de filho e fióz em vez de filhóz. Quanto ao r, a questão é mesmo a postura da língua que deve ser trabalhada.
O que ela tem, de acordo com o diagnóstico é um Perturbação dos sons da Fala de origem fonética e fonológica, o que poderá vir a intervir com as aprendizagens no 1º ciclo. Para a ajudar a ultrapassar a terapeuta vai trabalhar com ela uma vez por semana.
Não estou desanimada, até porque agora ela está no com caminho, e a terapeuta já me disse que vamos ter "trabalhos para casa", por isso, o esforço vai ser conjunto tendo em vista o bem estar dela. Estou é triste, triste pela minha menina, por ela não ter uma mãe capaz de a ter ensinado a falar correctamente.....

quarta-feira, 2 de março de 2016

Manos

Postado por Nany às 3/02/2016 03:15:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Podem ser a melhor coisa do mundo.
Podem ser a pior coisa do mundo.
Nunca quis ter um filho único como eu sou. Sempre associei ter um mano a ter um amigo, um companheiro para bons e maus momentos, ao longo da vida, com que podemos dividir coisas que não dividimos com os pais, que não confiamos a amigos de fora.
Gosto de ver a interacção entre o meus filhos. A forma como eles, camalionicamente, se adaptam às personalidades, às situações, às idade e gostos.
Por vezes tenho de apartar as discussões. Outras oiço as queixinhas. Outras vejo e oiço os mimos, as preocupações, as brincadeiras.
Se ter um irmão é bom? Espero que para os meus filhos seja. Que sejam irmão, amigos e companheiros.
Que o elo entre eles, que tento cultivar mas não posso forçar, cresça e se solidifique.
É giro ver o Pedro ser o mano crescido e responsável. Este meu miudo foi mesmo feito para ser mano crescido, o cuidado, a preocupação, a paciência e a atenção que ele tem com os mais novos é enternecedora. Claro que às vezes não tem pachorra nenhuma para os aturar, e outras tantas vezes nem lhe apetece ouvi-los, mas a busca com o olhar está sempre presente.
A Sara, tíipica menina, mãe do mais pequeno, desafidora do mais velho, que tenta ultrapassar, fazer e melhor que ele, mas a quem procura e fica desasada quanto ele não está.
O Filipe, bebé, miudo maroto, que sabe como brincar com a mana e com o mano. Que sabe o que fazer para os chaterar, ou por outro lado como os convencer a fazer aquilo que ele quer.
Gosto de os ver brincar em conjunto e em separado.
Quero é que o amor entre eles cresça e se mantenha.
E ser filho único, também é muito bom, ou muito mau. Depende das situações. Eu que o diga, que às vezes quero muito ter um mano, e que também me habituei a não ter nenhum.
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez