terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Sopa de canja

Postado por Nany às 1/31/2012 11:41:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
O Pedrocas desde sempre gostou daquilo a que ele chama de sopa de canja. Já que temos sopa de legumes, feijão-verde, grão, etc, porque não podemos chamar a esta sopa de canja?
Ontem fiz-lhe a dita sopa e tanto ele como a mana gostaram, ele mais do que ela ao ponto de comer 2 pratos e meio da mesma, vir buscar massinhas ao meu e ainda comeu quase um prato de empadão.
Antes de deitar ainda comeu 2 iogurtes de morango porque estava, segundo ele, com muita fome.
Não há-de ter 26 kilos, nem 113cm. O meu bebé mais velho está um crescido. E eu cada vez mais babada, admito.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Venha o descanso...possível

Postado por Nany às 1/30/2012 10:39:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
E depois de um fim-de-semana de festas, de família em casa, de fazer tudo a correr, de levar o Pedrocas aqui e ali, venha o descanso. O possível descanso de uma semana de trabalho.
Os meninos estão bem, a amigdalite do Pedrocas controlada, a Sarita bem disposta e malandreca ao ponto de se conseguir sentar dentro de um tacho (literalmente, nem sabem o que me ri com essa situação).
Nós, os pais, cansados, cheios de sono, mas se eles estão bem nós também estamos.
Boa semana.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Mas mãe também serve para

Postado por Nany às 1/27/2012 03:28:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
Levar o filhote não a uma mas a duas festas de aniversário amanhã.
Ainda estive vai não vai com a amigdalite, mas essa está controlada e não há razões para o miudo ficar em casa, vai daí toca a divertir.
A mamã além de servir de motorista, vai fazer uma perninha como assistente pessoal e compra as prendinhas (uma de menino, outra de menina), senão o filhote gasta tudo em brinquedos para ele :)
Quanto às prendinhas andei a sondar o miudo e parece-me que ou vamos escolher livros ou jogos didácticos, são 2 aniversariantes de 5 anos, brinquedos era mais fácil, mas como não sei o que eles têm acho que assim erro menos.
Bom fim-de-semana
Bjs

Uma mãe também é para estas coisas

Postado por Nany às 1/27/2012 10:35:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
A maternidade não são só beijinhos, miminhos, vestir os meninos com roupas giras e passear. Também acarreta noites mal dormidas, olheiras, preocupações, doses de paciência e roupas mal cheirentas.
A Sarita ultimamente cada vez que faz um cocó é daqueles que sai por todos os lados, impesta tudo e deixa a roupa linda, cheirosa e cheia de vestígios. Só ontem foram 3 mudas de roupa. Não acho normal este tipo de cocós e na proxima consulta, já na semana que vem é uma das coisas a falar com a médica. Sim, ela come sopa com legumes e sempre fez mais cocós que o mano, mas destes não. O que me preocupa mais é o facto de na sala dela estarem meninos com diarreia e um deles durante um mês. Vamos ver.
O Pedrocas com a tosse vomitou expectoração, hoje de manhã tinha feito xixi na cama. Ele diz que não, que devia de ser suor porque o pijama estava seco e a cama molhada...se ele diz.
Anda uma mãe a por os miudos todos giros e limpinhos e cheirosos e eles depois fazem coisas destas. Ora bolas!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Amigdalite

Postado por Nany às 1/26/2012 10:56:00 da manhã 6 comentários Links para esta postagem
Já cá faltavam as ites!
A primeira do ano vai para o Pedrocas. Sem febres, apenas se queixava da garganta ao engolir, ou como ele dizia do pescoço ao mastigar :)
Ontem fui com ele a uma urgência, mas sempre bem disposto e mexido. Nem foi preciso grande observação 3 grandes pontos brancos e uns adenóides enormes. Dois frascos de antibióticos e vida normal.
Ele queria ficar em casa, na ronha, na brincadeira, mas até foi à creche bem disposto.
Está mais mimento, mas continua o meu pipocas de sempre. Ainda bem que não teve mais nada associado.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Sonhos? Pesadelos?

Postado por Nany às 1/24/2012 01:41:00 da tarde 5 comentários Links para esta postagem
A minha Princesa fofinha tem passado umas noites assim mais ou menos.
Não me posso queixar tendo em conta que o mano ainda hoje dorme comigo no quarto dele, tenho de ficar na cama de baixo até ele adormecer.
Ela adormece bem melhor e sozinha, se bem que ultimamente tem feito mais birritas. O que me anda a deixar preocupada é que durante a noite chora, chego a dar com ela sentada com ar perdido. Depois, dou-lhe imensos beijos devagarinho, falo um xiuu baixinho e ela volta a adormecer.
Sonhos? Pesadelos? Não sei, mas mói mãe e filha.
Só espero que ela não passe pela mesma fase do mano de só adormecer ao colo e na sala.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Bebé Escorpião

Postado por Nany às 1/23/2012 10:28:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Os bebés Escorpião são muito curiosos, gostam de conhecer sempre o porquê das coisas. Nunca ficam satisfeitos com aquilo que lhes aparece pela frente e procuram sempre perceber as explicações e saber o que está por trás das situações com que se deparam. (isso da curiosidade vai-se notando aos poucos)
Mesmo ainda bebés mostram-se bastante reservados, não se deixando envolver facilmente. São também muito racionais e no que diz respeito à aprendizagem não se lhes deve impor um método ou um ritmo que não seja o seu. São bastante orgulhosos e podem fazer birras facilmente. (ó que birras, muito reservada só dá confiança a alguns e quando lhe apetece, mesmo aos conhecidos que a moça não é de fazer fretes)
Os pais devem ter uma particular atenção visto que os pequenos escorpiões são destemidos e não se preocupam com o perigo que possam correr, qualquer que seja a situação. Tudo aquilo que parece fácil não os atrai, estes nativos são estimulados pelos obstáculos que encontram à frente. Normalmente são uns pensadores natos, não se deixam “levar em cantigas” facilmente. (nem cantigas, nem coisas que tais, mas a Xana Toc Toc ajuda na hora de comer)
Uma das características principais dos bebés do signo Escorpião é a sua constante insatisfação. De facto, este pequeno reguila obriga os pais a ter uma grande dose de paciência e compreensão. No entanto, são crianças muito divertidas e ternas, que retribuem todo o carinho que lhes dão. Adoram os pais e todos aqueles que lhes transmitem segurança.  (muito muito terna, e fofa e dengosa quando apetece, quando não apetece é do tipo tchauzinho, adeus olhando para nós de lado e pondo as mãozitas ao longo do corpo virando-nos o rabito, isso ou olhar para nós quase que de alto a baixo. De uma pirralha de 14 meses é de chorar a rir).
Fonte: Sapo Família

Isto para dizer o quê? Que a doce escorpianita lá de casa é mesmo assim, um doce de menina, mas quando a chateiam sai debaixo. Ou melhor, sai do campo auditivo senão ficamos surdos, é que a moça grita mesmo.
Esta é daquelas que por agora fazemos o que queremos porque ela é pequenina, mas quando for mais velha vamos ter trabalho a torcer.
Para já as birras são quando não damos algos, ou quando tiramos algo da mão. Faço sempre um negócio, peço ou dou algo em troca, mas nem sempre resulta. Claro que quem recebe mais gritos é o mano, porque como criança que é não mede bem as coisas e agarra-a para beijos, diz-lhe toma lá e tira o que ela  tem e não a deixa mexer em coisas que nós também não, mas enquanto que connosco ela reage mexendo ou fazendo carinha de vá lá com ele fica mesmo sensibilizada e chora a bom chorar.
Só uma pergunta: alguem sabe onde posso comprar comprimidos ou xarope ou coisa que o valha de paciência? É que quando os dois fazem birra é algo de fazer contar até ao infinito.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Divulgação, das boas

Postado por Nany às 1/19/2012 03:51:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
A mamã de uma menina da sala do Pedrocas faz uns bolos muito giros.
Ainda não provei nenhum, mas o meu filho já e diz que é bastante bom.
Se quiserem ter mais informações vejam o blog Violet's Kitchen Blog e digam lá se não tenho razão.
Esta imagem do bolo foi descaradamente roubada de lá e por aqui podem ver a qualidade do trabalho.
Foi este o bolo provado e o único senão do meu filhote é que era um bolo de meninas e ele preferia um homem-aranha ou um Faísca. O facto de ser uma festa de menina não lhe dizia muito :)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Consulta Otorrino

Postado por Nany às 1/18/2012 10:59:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Não costumo demorar tanto tempo a registar este tipo de coisas, até porque é por isto que o blog existe, mas esta consulta de otorrino deixou-me assim mais murcha.
Em relação à Sarita tudo bem, normal para a idade, fazer lavagens nasais com soro e a menos que ela tenha otites de repetição não necessita voltar.
O Pedrocas está bem mas continua com o furinho. Á volta os tecidos criam fibroses e então tem de ser tapado. Um procedimento rápido, de fácil recuperação disse-me o médico. Só que é um procedimento operatório. Sei que é necessário mas não queria estar a submeter o meu menino de novo a uma operação.
Se na primeira fui a favor, até porque ele sofria com as otites e se elas lhe davam dores, agora é por precaução mas uma operação é uma operação.
Ainda não temos data marcada para a mesma, só para o audiograma e consulta lá para o mês de Abril, só que eu já ando a sofrer por antecipação. É rápido. É fácil. Diz o médico. Vamos rezar para que seja ainda mais rápido e mais fácil.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Já cá faltavam estas

Postado por Nany às 1/17/2012 10:57:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
A Sarita ontem vomitou duas vezes: uma na creche à hora do lanche, a outra em casa durante a noite.
Não queria jantar, estava chateada, birrenta, só queria colo e mais colo. Depois do banho para lhe dar a sopa só vendo a Xana Toc Toc e nem a fruta comeu.
O Pedrocas queixa-se da barriga, mas tendo em atenção as festas do fim-de-semana com gomas e batatas fritas à mistura atribuo a isso.
Já estavam-mos a sentir falta disto, quer dizer, falta nenhuma. Ainda agora começou o ano já começaram as viroses.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Fim de festas

Postado por Nany às 1/16/2012 09:43:00 da manhã 6 comentários Links para esta postagem
As festas aqui em casa começam em Novembro e só terminam em Janeiro. Por agora acabaram, quer dizer, temos os meus anos em Agosto, anos de uns amigos pelo meio, mas festas destas só em Novembro.
O que importa é que os miudos divertiram-se, riram-se que se fartaram, brincaram, correram, jogaram, esconderam-se debaixo das mesas (acho que me vão mandar a conta da lavandaria), comeram, beberam, as meninas dedicaram-se às pinturas, os meninos às lutas, enfim: crianças normais.
Agora vida normal, sem festas, bolos, gomas e refrigerantes.
Muito cansaço, mas muito feliz. Adorei quando perguntei ao Pedrocas se tinha gostado da festa e ele disse, abrindo os braços: Muito, muito mamã, assim muito.
Bjs e boa semana

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

5 Anos

Postado por Nany às 1/13/2012 11:29:00 da manhã 6 comentários Links para esta postagem

Faz hoje 5 anos que às 13:35 da tarde conheci o meu primeiro grande AMOR. Aquele que está sempre no coração, que ocupa o espaço todo e deixa espaço para todos.
Foi nesse dia, àquela hora que no meu peito colocaram um menino comprido, magricela, chorão, com uns olhos grandes e observadores.
Foi nesse dia que cumpri o sonho de ser mãe.
Foi nesse dia que descobri a minha capacidade de amar e dar incondicionalmente sem pedir em troca. Descobri o quanto um sorriso pode alegrar um dia, um beijo pode dar forças, um olhar meigo tem o poder de mudar a minha visão do mundo.
Há 5 anos que tenho o prazer de ser tua mãe, que tenho um anjo na minha vida que me ensina, encaminha, me faz desesperar (e cabelos brancos também). Há 5 anos que a minha vida é feita de luz, amor, birras, aprendizagens, descobertas, carros, bolas, bonecos, lutas (de almofadas, de cócegas ou fingidas), mimos, beijinhos doces e abraços fortes.
Posso ter sido, ser e vir a ser muita coisa, mas a que mais me orgulho é de ser tua mãe.
AMO-TE daqui até ao céu e de volta um milhão de vezes e mais e mais ainda.
Muitas felicidades meu amor, que sejas sempre muito feliz, a vida te sorria, os precalços sejam poucos, as tristezas diminuídas, os amigos muitos e bons, as conquistas e realizações várias. Quero que saibas que sempre que queiras, precises ou te apetece há um colo, dois braços e muito amor disponíveis incondicionalmente só e para ti.
Beijos grandes Pedrocas de toda a família que te adora e te quer ver crescer lindo, forte e saudável.
Beijões grandes, muitos mimos, cócegas e abracinhos bons da tua mamã que te ama incondicionalmente.


quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Que atire a primeira pedra quem nunca passou por igual situação

Postado por Nany às 1/12/2012 11:19:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
É tão fácil criticar os outros
As pessoas que não têm filhos são muito engraçadas a opinar sobre os filhos dos outros. "Ai se fosse comigo" e "podes ter a certeza que quando eu tiver um filho não vai ter hipótese de fazer birras, e se fizer leva e leva mesmo!" são as que gosto mais de ouvir. Mas gosto mesmo. Porque, em regra, aquelas coisas que achamos que connosco nunca se vão passar, acabam por ser precisamente aquelas que vamos ter de enfrentar, ao cubo. [até porque as coisas parecem sempre muito mais simples quando assistimos de camarote...]
Os miúdos fazem birras. Os miúdos gritam. Os miúdos estão sempre a pôr-nos à prova. Os miúdos passam por fases complicadas e, tenho para mim,(...) que quanto mais crescem, mais complicadas se tornam essas fases. Os miúdos não são perfeitos, são miúdos, e as birras, os choros, os amuos, as zangas e as pequenas frustrações do dia-a-dia fazem parte do crescimento. Deles e nosso, porque esta é uma aprendizagem diária, que funciona muito à custa de tentativa e erro. E ninguém me venha dizer que já sabe tudo, que os outros pais é que são demasiado brandos, porque mesmo quem tem mais do que um filho sabe (ou devia saber) que as crianças são todas diferentes, a maternidade não é uma ciência exacta e ainda não inventaram o livro das regras sem excepções.

E o Pedrocas faz isto tantas vezes. Ainda ontem só porque queria, mas queria que a festa dele fosse já hoje lá em casa. Expliquei-lhe não sei quantas vezes que não podia ser, que só faz anos dia 13, que a festa é dia 15, que no Sábado vai a uma festa de anos.
Expliquei, voltei a explicar, até que me chateei e disse que se continuasse com aquela birra ficava com os presentes e não lhe dava nenhum. Não fiz bem, eu sei, mas o que queria dizer é que ele não podia brincar com eles por castigo. Claro que ele entendeu que ia ficar com eles para mim, para eu brincar.
Depois passou-lhe. Fez birra porque queria jogar computador e não podia. Mas depois jogou futebol sem bola e baliza com o pai e passou a birra.
Giro giro é diserem-me que os filhos delas nunca fizeram nada assim, nem os netos. Que sempre perceberam tudo, entenderam tudo. Vestiram-se e comeram sozinhos. Levantavam-se e iam escovar os dentes e pentear o cabelo e estavam prontos para a escola.
Os meus não. Fazem birras: ou por isto, ou por aquilo, ou por sono, ou porque estão frustados / chateados / aborrecidos. E gosto mais deles assim. Aqueles miudos parados, quietos, que não mexem uma palha, não rasgam as calças e não estragam os sapatos a jogar á bola são demasiado adultos para mim.
Ás tantas é porque eu não sou boa mãe. Não os educo como deve ser. É, se calhar é isso. Não faz mal.
Eles são meus filhos. Sou eu que lhes aturo as birras, os amuos, as frustrações. Sou eu que tenho a reponsabilidade de os encaminhar, de lhes dar formas de lidar com a vida.
É bem mais fácil dar tudo e não ouvir a criança do que dizer NÃO. É que o não dá origem a explicações (sim, eu digo porque digo não), a não ceder e a fincar o pé por muito que eles berrem, chorem, façam chantagem.
Mas eu sou uma mãe assim. Chata. Que não faz as vontades nem tem filhos perfeitos (dizem elas). Que os veste, lhes dá a comida à boca mesmo a ele com quase 5 anos, que lhes escova os dentes, lava a cara, penteia e essas coisas todas. E vou-os ensinado a fazerem isso tudo sozinhos ao mesmo tempo.
Se erro? Sim, muito. Mas é que a mim quando saí da maternidade não me deram o tal livro que lhes deram a elas de como educar um filho perfeito que faz tudo sozinho e nunca faz birras.
Mas gosto deles assim, e tenho para mim que quando o meu filho me diz mamã, gosto de ti muito muito, és a minha preferida ou que quando a minha filha se agarra a mim e chora a bom chorar se a tentam tirar, se se manda para o meu colo cheia de sorrisos e se aninha ao meu pescoço, é porque gostam de mim.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

E vivam os brinquedos!!!!

Postado por Nany às 1/11/2012 11:26:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
O que o Pedrocas sempre, mas sempre pediu foi o carro do Falgor dos Scan2Go. Ora, além de terem esgotado por completo no Natal, agora também não existem em stock, além disso como os carritos custam para mais de 20€ e nós ficámos á espera do cheque-brinde a descontar no ToysRUs.
Voltámos lá à pouco tempo e nada de carros. Vamos comprar outra coisa e decidimo-nos pelos Bakugan.
Ontem, depois de muito penar por causa do bolo com a estampa do Faísca, fui a uma pastelaria do bairro, onde me pediram apenas para tirar uma foto da net que eles fazem, decidi ir ao Pingo Doce, e não é que por milagre estavam lá carros Scan2Go e um era o Falgor?
Agarrei-me a ele com unhas e dentes, corri as caixa à procura das cartas e fui contente para casa. Parece Natal outra vez.
Ainda ontem o Pedrocas dizia ao pai que o brinquedo que ele mais queria era o Scan2Go Falgor.
Sabe bem poder dar-lhe esse. Sabe bem saber que o meu menino vai ficar contente. Eu tou aqui que nem me aguento à espera do dia só para ver a cara de felicidade dele.
Só espero que as cartas sirvam para o carro, é que pelo que vi são compradas às cegas e cada carta é para um carro específico. Veremos.
Mas, para não pensarem que somos uns desnaturados ele no Natal recebeu outra coisa que pedia muito, dois bonecos do Code Lyoko: William (ou o menino da faca grande como o Pedrocas diz) e o Ulrich (também conhecido como o menino das duas espadas).
Ele quer outros que faltam, mas temos tempo, muito tempo.
Ah e também quer uma PSP, mas para essa ainda vai ter de fazer mais aninhos.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Fomos aos saldos

Postado por Nany às 1/10/2012 10:29:00 da manhã 5 comentários Links para esta postagem
De repente, o meu piolho a quem faltam 3 dias para fazer uma mão cheia de anos ficou sem calças, literalmente. Ou apertavam na barriga que o miudo é bem constituído ou ficavam curtas, então mamã e papá foram aos saldos e toca de comprar calcitas.
Pois, mas para quem vai fazer 5 anos eu tive de comprar calcitas de 7/8 anos, e se estão compridas não estão largas. Então deduzo que: ou o miudo é grande, ou anda a ficar gordinho, ou os senhores fabricantes andam a poupar no tecido.
Em relação a saldos não achei assim uma diferença muito grande relativamente aos preços anteriores. Pouca oferta, coisas um tanto ou quanto desengraçadas e desenchabidas. A parte boa é que isso nos impede de gastar dinheiro, a má é que se não comprarmos a economia também não anda para a frente.
Está bem que em relação a eles (por mim falo) gasto mais e penso mais na qualidade e menos no dinheiro, mas também comprar só porque é mais barato também não. Além disso não gostei do que vi. Sim é para rapaz e a roupa de menino é menos interessante, mesmo assim podia ser bem mais gira.
De menina felizmente pouco ou nada compramos já que a a fofa da Ritinha empresta a roupa toda à Sarita, mas claro que tive de trazer um conjunto de ganchinhos com mola para não repuxar o cabelo: um branco, um azul escuro, um vermelho e outro azul claro em forma de laçarote pequenino.
O pai olha de lado, mas fica vaidoso ao ver a sua menina toda giraça, mas tal como ele diz graças a Deus pelos amigos que nos emprestam as coisas, além disso a mamã aqui não tem tanta liberdade nas compras. Só que o papá esquece-se de algo importante, é que sendo menina entre ganchinhos, malinhas, colares, pulseiras e aquelas coisitas todas giras ele tem muito revirar de olhos para fazer.
E vocês, foram aos saldos?

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Um enorme susto

Postado por Nany às 1/09/2012 10:10:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
No Sábado quando após o almoço sai com o meninos para a rua, levei a Sarita ao colo já que só iamos até ao café com familía.
Entre olhar para o Pedrocas, alertá-lo para um carro que vinha a passar e procurar a família, tropecei num paralelipípedo e com a pequenina ao colo já fazia filmes e só a via a cair no chãe e eu em cima.
Mandei-me ao chão de joelhos e ela caiu mas por partes e assustou-se mais comigo e o meu ar desesperado do que com a queda, que graças a Deus nem um arranhão lhe fez.
Agora a mamã aqui tem um hematoma daqueles por baixo do joelho direito que até as meias magoam. Fiquei tão, mas tão gelada que horas depois de robe, com dois cobertores à volta e dois pares de meias parecia um bloco de gelo.
Já cai com o Pedrocas ia ele no marsupio, com ela ao colo e com ela na barriga. Já chega de quedas não?

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Espelho meu, espelho meu, alguém tem um sorriso mais lindo que o meu?

Postado por Nany às 1/05/2012 12:50:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
O sorriso malandro da Princesa
E assim, de repente, enquanto fazia cócegas à pequenita descobri-lhe mais um dentinho, em baixo, do lado dos ratitos do lado direito. (Eu não sei o nome dos dentes e não me apeteceu procurar, porque estupidamente apaguei o mapa dos dentes dos dois e agora ando a refazê-lo).
Então temos uma Sarita com duas favolas de coelhito, um ao lado de cada favola (se bem que o do lado esquerdo é menos desenvolvido que o do lado direito), dois dentitos em baixo (os primeiros da coleção) e mais um a aflorar. Fazendo as contas temos uma setpodente.
Ai quando ela começar a morder, ai ai.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Tenho uma sombra

Postado por Nany às 1/04/2012 11:45:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Gira gira como só ela.
Anda atrás de mim para todo o lado, refila quando não me vê, quer tudo aquilo que tenho e só descansa (pouco) quando bate com as tampas no chão ou quando brinca com os imãns do computador (as dos tachos que as dos taparueres não fazem barulho).
Fala um delicioso ma-ma-ma e é um doce que se agarra às minhas pernas, e estende os bracinhos a pedir colo.
Ora, se é tudo tão bom, o que pode ser mau? O facto de não conseguir fazer praticamente nada, é que a sombra atrelada ao colo, ou às pernas, ou a espreitar pelo meio das minhas pernas o que ando a fazer não deixa fazer nada de jeito. E aspirar então? Ou chora por causa do barulho, ou acha imensa piada ao aspirador.
Mas gosto tanto tanto desta minha sombra que quando ela se esquece de vir atrás de mim vou eu atrás dela.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Tiradas boas do meu rico filho

Postado por Nany às 1/03/2012 11:45:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
A mãezinha anda aflita das mãos, com este frio e quase sempre debaixo de água, mais os belos dos detergentes euq eu não consigo fazer as coisas com luvas, ando mesmo aflita com a pele seca a querer estalar. Valha-me o boião azul da Nívea em carradas e mais carradas.
As unhas andam numa lástima, bem curtinhas e fraquinhas, então ontem decidi experimentar um cor nova que a menina das promoções/demonstrações me ofereceu e a tirada do meu rico filho:
Eu- A mamã tem as mãos bonitas?
Ele - Sim, mas tens unhas de bruxa
Eu - [a conter-me para não rir] Acho que tens razão mas estão lindas (verniz risqué tóquio cinza)

Depois de o deitar, apagar a luz e assim que me deitei ao seu lado:
Ele - Mãmã, quando fores para a outra cama levas-me ao colo tá bem
Eu - Ao colo? Porquê?
Ele - Olha porque eu estou a dormir não achas! Levas-me para a cama do pai e da mão ao colo TÁ BEM!
Eu - Ao colo não consigo. Pode ser às cavalitas?
Ele - [um enorme suspiro] Pode, mas não te esqueças ouviste?

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Ano Novo Vida Nova

Postado por Nany às 1/02/2012 10:08:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
É um ditado antigo este, mas para mim o mais importante é a família, os amigos, a saúde, o emprego, manter junto de nós aqueles que nos são mais queridos.
Com a minha pequena, (im)perfeita, igual a tantas outras e tão única família, o que pretendo neste ano novo?
Amor, Alegrias, Saúde, Amizade, Trabalho, Dinheiro para gastos, Criar os meus filhos, Educá-los para serem pessoas responsáveis, de bem.
Continuar a construír uma relação com o meu marido baseada no amor, no carinho, no respeito e na amizade.
O ano de 2011 foi bom, tive vários sustos, o maior com o internamento da Sarita, mas graças a Deus tudo não passou disso mesmo, um susto. O outro foi quando a minha mãe quase cortou os tendões do pulso, mas felizmente passou. Perdi a minha avó paterna, mas no fim do ano o meu sobrinho disse um olá do outro lado do oceano e deu-me de presente uma família nova a descobrir.
Posso dizer que com tudo de bom e mau que aconteceu, várias bençãos recebi e o balanço é positivo.
Este ano avizinha-se difícil para todos, mas penso naquilo que os nossos pais/avós passaram, nas lutas diárias que tiveram e é neles que vou buscar a inpsiração para não desisitir de lutar, para arregaçar as mangas e trabalhar. Quando me sinto mais cansada, mais perdida, mais em baixo, olho para os meus filhos e penso que tenho a responsabilidade de lhes deixar uns bons alicerces para eles contruirem a sua vida e por isso levanto-me, sacudo a poeira e um passo de cada vez ai vou eu.
Muitas vezes cambaleio, mas a família mais chegada, os amigos do coração (obrigado São pelas horas intermináveis que me ouves o telefone), ajudam-me a caminhar e a endireitar os meus passos.
A eles, a vós e às vossas palavras amigas muito Obrigado.
Um feliz 2012

domingo, 1 de janeiro de 2012

14 Meses

Postado por Nany às 1/01/2012 09:30:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
E que melhor forma de comemorar o novo ano que comemorar também os teus 14 meses Princesinha?
Com 14 meses já ninguém te agarra, gatinhar é coisas de bebés, tu queres mesmo é andar, explorar, descobrir, aprender.
Adoras andar, quase correr. Ainda te atrapalhas se o mano vai atrás de ti, tentas fugir e cais, mas ficas sempre à espera de mais.
Adoras os armários da cozinha, de tirar tudo e brincar aos cozinheiros bateristas com os tachos e aos puzzles com os taparueres. Não percebes é porque às vezes as portas estão fechadas.
Adoras abrir e fechar gavetas e explorar o que está lá dentro, especialmente se forem colheres, só que por vezes deixas lá ficar o dedo.
Ninguém pode ir à casa de banho que tu vais atrás, mexericar em tudo tá claro.
Comes benzito, mas adoras pão, tal como a tua mamã.
Tens uma paixão especial pelo mano, mesmo que passes a vida a refilar com ele, mas ele também te adoras e as tuas gargalhadas mais deliciosas são para ele.
Seduzes o pai com olhinhos, mas caa vez que ele te pede para dizer papá, sais-te com um delicioso ma-ma, e ris com cara de malandra.
Estranhas todos os que não conheces e não dás confiança a estranhos.
Choras muito sensibilizada quando és contrariada e ficas muito sentida.
Continuas a dormir bem melhor que o mano e és uma menina de horários e hábitos certos.
Em suma, és linda, adorável, muito amada, a Princesa das nossas vidas e a Rainha dos nossos corações.
Amamos-te de paixão, Sarita, a nossa gatinha manhosa.
Beijos grandes, muito grandes como tu gostas da tua mamã que te adora.
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez