sexta-feira, 29 de junho de 2012

De acordo com a balança da farmácia

Postado por Nany às 6/29/2012 10:16:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Aos 5 anos, o menino Pedrocas tem,
1.20 altura
27.150k peso
18 IMC (-19 é magro)
Não fui eu que disse, foi a balança da farmácia, e teho o ticket para prova e tudo.
Fofinho lindo o meu, que quando o pai lhe chama de gorducho diz sempre que não, não é o que diz a balança :)

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Filhos: quanto custam?

Postado por Nany às 6/28/2012 02:44:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Eu gosto de ler a Maggie e as suas Carinhas Larocas, se bem que ela agora tenha andado afastada mas malas, não sei porquê. Ás tantas está a ter com elas uma conversinha quiça do mesmo tipo que eu tenho com os meus sapatos, mas adiante.
Ora bem, e para que não pensem que no blog dela se fala só de malas, também se fala de filhos, gravidez, IVG, escolas, métodos de ensino, taxas moderadoras, e afins na perspectiva de uma mãe / mulher / trabalhadora que vive neste nosso Portugal, e que está sujeita às mesmas leis que todos estamos.
Recentemente muita polémica se levantou acerca das isenções e eu, continuo na minha, as grávidas devem ser isentas de taxas sim. As IVG devem ser isentas sim, mas com ressalvas, já que há quem as use como método contraceptivo e nesse caso deviam pagar e bem.
Sim, há quem use e abuse das isenções e outras facilidades dadas para quem não tem meios. Mas cortar naquilo que é mais básico? No apoio à família? Na saúde? Na educação? A mim dá-me vómitos e revolta-me as entranhas.
Falo de coração na boca, mãe de dois miudos pequenos, gravidezes ainda bem vivas na memória. Infertilidade e tratamentos ainda bem sentidos na pele.
Um filho custa dinheiro? Sim, muito mesmo.
Vale a pena? Sim, muito e SEMPRE.
Não pensem que estou aqui a romantizar a questão, ou a adoçar a pílula, sou bem realista e tenho os 2 pés assentes no chão. Não vim de uma família abastada, sou filha única de pais divorciados e a minha mãe cirou-me sozinha, por isso sei, por exemplo e vivência, que um filho é mais que jogar à bola, por lacinhos, bater palminhas e dar beijinhos nos dói-dóis. Não ganho balúrdios, aliás não ganho 1000€ por mês, nem no salário bruto, quanto mais no líquido.
Sei bem que uj filho não são só roupinhas, sapatinhos, da loja mais cara ou da feira. Da tia, da prima ou da vizinha. Não é só leite em pó, iogurtes, peixinho bom, ou carninha especial para os meninos. São contas no médico, despesas com a educação, o que fazer com eles nas férias.
O tema é polémico, e a mulher tem "tomates" por dizer que não concorda com as isenções das grávidas e outras opiniões que tal.
A mim, chateia-me mais os cortes, aquilo que aos poucos nos vão tirando, mas como é a bem da crise que se lixe a família. Querem andar na rambóia? Querem fazer filhos? Então paguem e não bufem. Deve ser o pensamento dos governantes, aqueles cujos filhinhos andam em escolas de elite, têm não sei quantas actividades extra curriculares, falam 300 línguas na perfeição e depois, na hora da procura de emprego têm uns curriculos jeitosos e uns padrinhos fenomenais.
Chateia-me que as escolas estejam como estão. Que os professores estejam como estão.
Que não se dê valor às crianças, que não se dê valor à família. Que se estejam a criar cidadãos de 1ª e de 5ª categoria. Mas, mais vale acusar quem diz o que pensa, do que ir contra as políticas que estão a ser implementadas, contrariando lutas e conquistas da geração dos nossos pais e avós.
Enquanto a mentalidade for mesquinha, a pensar no próprio umbigo e que se lixem os outros, nunca chegaremos a lado nenhum, nem teremos políticas sociais e educativas como deve de ser.
Mas esta é só a minha opinião. E eu sou uma simples abelhinha obreira, que tem de fazer o que lhe mandam para ter €€€ ao final do mês para cirar / educar os filhos.
Custam muito, fazemos cortes em tudo para lhes dar a eles. Arrependimentos? Nenhuns.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

A vida social dele(s)

Postado por Nany às 6/27/2012 11:02:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
Um dia destes o Pedrocas teve uma visita para jantar, uma amiguinha da creche, que está com ele desde a sala dos bebés. Já tinhamos tido a visita de uma amiga mais velha, com quem costuma brincar na rua, mas tirando as festas de anos, esta foi a primeira visita.
Engraçado foi ver a relação entre eles. Ele sempre a querer mostrar tudo, ela como menina, mais calma e curiosa aos pormenores.
A Sarita entretanto não percebia nada do que se estava a passar, mas gostava dos beijinhos extra.
Mesmo sendo durante a semana, mesmo a casa estando caótica (lá por casa, durante a semana só se fazem as camas, limpam-se os wc e arruma-se a cozinha quando os miudos dormem, o resto é no fim de semana), ele gostou tanto, ficou tão feliz que só me pergunta quando a amiga pode voltar, quando outros amigos podem lá ir.
Para mim foi uma experiência também, não sei nada destas coisas, mas pretendo que os meus filhos cultivem amizades dentro e fora de casa, que os amigos deles se sintam bem vindos. Para mim, conhecer os amigos dos meus filhos é importante, saber com quem eles andam é importante. É que se agora, que têm 5 anos e 19 meses, somos nós que os controlamos, que deixamos ou não a casa de A ou B, com o crescimento isso deixa de acontecer, e se não fizeremos os amigos sentirem-se bem vindos lá em casa, para jantar, lanchar, brincar, fazer trabalhos da escola ou simplesmente jogar computador, ver filmes, etc, eles vão fazê-lo onde? E com quem?
Também sou daquelas mães chatinhas que quer conhecer os pais dos amigos. Saber mais ou menos onde moram, quem são. Sei que não será fácil, mas também estou disponível para me dar a conhecer aos outros pais. É que se eu sou galinha com os meus, de certeza que outras galinhas e galos existirão.
Uma coisa que me fez extrema confusão, com aquela amiguinha com quem costuma brincar na rua, e que mora dois prédios a seguir ao meu, foi a menina ter 7/8 anos, ir jantar a casa de um desconhecido, eu dizer-lhe que tinha de perguntar à mãe, a mesma mãe acenar que sim de longe, sem falar comigo, não se preocupar em saber onde moro (conhece-me de estar na rua com os meus miudos), eu ir levar a miuda a casa e ela dizer-me que não valia a pena, que a filha podia e sabai andar sozinha. Sozinha? De noite? Uma miuda com 7/8 anos? Isto sim, é para mim algo difícil de digerir.
Mas eu digo sempre, sou despreocupada, gosto de os ver brincar, de testar, de aprender mas.......em segurança, onde eu vos veja, sabendo onde e com quem estão, de quando a quando e a fazer o quê. Assumo, mãe-galinha, podem chamar-me assim que eu deixo.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Somos mães, mas somos humanas

Postado por Nany às 6/26/2012 10:40:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
De um livro que ando a ler, Uma Mulher Não Chora - Rita Ferro
"-Óptima mãe? - estranhava eu. - Óptima mãe, ou mãe simplesmente?
E tinha dúvidas, claro.
Às vezes, sentia-me desconfortada com as considerações demasiado poéticas que se teciam a respeito das mães em geral, como se uma mãe não fosse uma transgressora como outra qualquer, e, sobretudo, como se esse estatuto tantas vezes involuntário bastasse para nos absolver de todas as faltas e quase santificar.
(...)
Uma mãe é, quanto muito, para além da sua condição de hospedeira acidental, programada, imposta, resignada, relutante ou babada de um futuro ser pensante, alguém com coragem suficiente para investir a fundo perdido em desconhecidos.
(...)
Não, não era isso: no fundo, no que eu não acreditava era que houvesse, que alguma vez pudesse existir uma prova material que distinguisse a boa mãe da geratriz briosa, técnica ou galinácea, ou seja algo que nos conseguisse demonstrar, preto no branco, se uma mãe, quando triunfa, o consegue por amor, por orgulho ou por bambúrrio."
E engane-se quem pensa que o livro é sobre a maternidade.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Balanço 1º dia praia em família

Postado por Nany às 6/25/2012 10:32:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
O meu filho é um peixe, destemido, só quer estar dentro de água, mesmo gelada e mesmo que esteja a bater os dentes.
Só pára para comer, secar dois segundos ao sol e ala que se faz tarde, toca a entrar na água de novo. Tenho mesmo de o inscrever na natação cá por coisas.
A minha filhota gosta de areia nas toalhas, nos baldes, nas pás, nos brinquedos, nas mãos, mas nos pés é chata e não dá jeito. Quer dizer, nos pés caso esteja em pé, porque se for sentada não tem problema. Areia molhada é outra conversa, mais dura e por isso mais fiável, já dá para andar, sentar e brincar. Só é chata quando se agarra aos dedos e custa a tirar.
O mar é lindo, mas muito grande e barulhento. É frio, mas se o meu mano entra eu também quero, o problema é que é frio, tem muitas ondas e é frio. Agora ao colo é muito bom. Água salgada é boa para lamber.
Dia quente, manhã amena, praia limpinha. Dois miudos felizes e cansados. Pais completamente KO e se ela dormiu no regresso a casa, ele não e só adormeceu à noite.
Venham mais dias assim, mas com uma sestinha para todos de tarde e que dure mais que 30m.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Mãe, não tenho nenhum brinquedo fixe para levar para a praia!

Postado por Nany às 6/22/2012 11:02:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Fixe, o meu filho diz fixe! Mas isso não era o que eu dizia? Adiante, aliás ele diz fixe há muito tempo, eu é que finjo que não ouço, ou melhor que ele diz, porque isso quer dizer que eu já cresci e tenho um filho que diz fixe.
O Pedrocas anda desde o início da semana, a reclamar que não tem um brinquedo fixe para levar para a praia. Ele tem vários brinquedos, mas só pode levar um e que caiba na mochila. Conclusão: normalmente é uma pá, um ancinho. O balde ocupa a mochila toda, que já está pesada com lanche + toalha + protector + garrafa água + cuecas, e mais peso não vem mesmo nada a calhar.
Disse-lhe que a mochila com os outros brinquedos estava no carro da avó, e que no fim de semana ela trazia. Ontem, a minha mãe lá se lembrou e trouxe a mochila. E de tudo o que estava lá dentro, o que levou ele? A pistola de água claro está.
Agora, o ar de contente do piolho (contente e malandreco) com que ele contou que tem uma pistola de água, foi digno de ser visto. E os amigos alinharam logo, é pá um deles tem uma pistola, boa!
O S. Pedro parece estar a mandar sair o sol e o calor, vai ser uma festa naquela praia. Que bom.
Mas....e a cara dele quando lhe disse que no carro estava também a prancha? Pois...esse ar é que foi o máximo.
Agora, imaginem o meu a pensar que quando formos para a praia além das toalhas, protectores, chapéus de sol, sacos gigantes de comida (e pesados como o raio), miudos, graudos e cangalhada em geral (cangalhada mais um termo de D. Pedrocas), também levamos uma prancha.
Se alguém sugerir levar a mini-piscina insuflável, vai com ela à cabeça!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Filho és, pai serás

Postado por Nany às 6/21/2012 09:43:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Isto da maternidade não é uma coisa fácil.
Não existe aquele modelo ideal a seguir, o que nunca comete erros, o que nunca falha, nunca esquece, é o perfeito. Existem sim aqueles que sabemos não seguir, aqueles que sabemos ser completamente errados e desajustados.
Considero-me uma mãe normal, até um pouco desprendida. Quero que os meus filhos tenham a possibilidade de conhecer o máximo, experimentar o máximo dentro de limites.
Sei que erro, e muito. Sei que tento corrigir os erros e nem sempre consigo, restando-me apenas pedir desculpa.
Sei que sou intransigente numas coisas e deixa andar noutras.
Sei que tento incutir-lhes os valores que acho basilares a qualquer ser humano. Sei que é em casa que se dão os exemplos, se eu mentir não lhes posso pedir que não o façam porque é feio e errado.
Sei que isto da maternidade é um processo de aprendizagem, embora por vezes me martirize quando não consigo chegar àquela tal formúla certa e correcta.
Sei disto tudo e também sei que me irrito solenemente, ao ponto de cortar de raiz seja com quem for quando usam os meus filhos como desculpa, pretexto, arma de arremeço para me atingirem.
Aquela velha máxima do "filho és, pai serás, como fizeres assim acharás", não me convence na totalidade. Se assim fosse muitos pais levariam um proverbial pontapé no rabo, e outros seriam tratados nas palminhas.
Aquilo que se passa entre mim e eles, é entre mim e eles. Se, nas pequeninas coisas, não guardo segredo, se conto tudo e mais qualquer coisa que façam, tenho para mim que eles nunca irão confiar a 100%, afinal como poderão?
Filha sou, mãe sou. Isto sei. Mas também sei que tentarem substituir-me perante eles com birras, manias, ou ai de mim coitadinha que sou uma pobre que ando aqui, é praticamente todo o caminho andado para o descrédito, o não querer saber, o deixa andar e protegê-los a todo o custo.
Entenda-se o seguinte: a MÃE sou eu, todos os outros ocupam outra posição na árvore da vida, a minha é minha e nem morta a cedo. Entendido?

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Língua Materna não me falhes agora

Postado por Nany às 6/20/2012 03:41:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Um blog que gosto muito de ler é o da Aline, que fala não só de questões associadas à maternidade como também à escola e ao ensino.
Apaixonada pelo ensino como sou, curso tirado e (in)felizmente nunca exercido (ainda não decidi se é infeliz ou feliz), mas preocupada como mãe e também formadora de dois pimpolhos, partilho com vocês este post que tem um texto que diz tudo.
Pensava eu que era só o acordo ortográfico que me ia dar dores de cabeça, ele e os verbos.
O que eu sofri com os verbos senhores, o que eu sofri e sofro com o se e o -se, mas pior o que eu sofri na faculdade quando minha catedrática professora, não me classificava os trabalhos extra copiadinhos tal e qual a gramática, por estarem mais que errados (a razão de tal plágio descarado fica para outra altura). E mais, ter de explicar à dita senhora que jeep era e é uma palvra inglesa, que em português se diz jipe (j-i-p-e), e que lá por estar assim escrito à frente do carro dela não significa ser uma verdade absoluta em todas as línguas.
Mas adiante, vão ler o texto e digam de vossa justiça. Eu perdi-me, quer dizer o sujeito perdeu-se.

Caro S. Pedro

Postado por Nany às 6/20/2012 09:43:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Instituto Meteorologia - Junho 2012
Tendo em conta que o miudo está em colónia de férias com a creche, vulgo ida à praia.
Tendo em conta que tens andado assim, a modos que, um pouco em baixo no humor e isso é notório no tempo que temos tido.
Tendo em conta que, quando queres, és um rapaz simpático e tal, por favor, por favor, por favor, não mudes de ideias e mantem o tempo quentinho, é que praia com chuva / vento / frio não tem piada nenhuma.
Um beijo simpático,

terça-feira, 19 de junho de 2012

Pesadelos

Postado por Nany às 6/19/2012 09:30:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
A Sarita está a ter pesadelos durante a noite, o que faz com que acorde aos gritos, a chorar e temos uma certa dificuldade em acalmá-la.
Sei que é uma fase, e que é passageira, mas mesmo assim é angustiante para ela e para nós. Acorda todos lá em casa, o mano chora assustado e torna-se difícil conciliar dois miudos a chorar assustados.
Normalmente mando o Pedrocas para a minha cama enquanto a acalmo.
Esta foi mais uma dessas noites, desta vez coube ao pai, já que eu, depois de tomar um calmantezinho natural, nem mesmo assim dormi a noite seguida, sempre aos sobressaltos. Acordámos todos de madrugada, mandei o Pedrocas para a minha cama, ele voltou a adormecer, mas eu e o pai ficámos alerta.
De manhã, ele acordou bem, ela estava a dormir descansadinha e deu-me pena acordá-la, e nós pais estamos a precisar de descansar.
Só espero que esta fase passe depressa. Ó pesadelo de fase!!!!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Declaro oficialmente aberta a época balnear

Postado por Nany às 6/18/2012 09:41:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Não a minha, que ainda não molhei o pé, mas da do Pedrocas. Começa hoje a praia com oa amigos da creche e é uma festa. Ele é passeio, camionete, pais e mães a dizer adeus na rua, brincadeiras, ou seja, boa vida como se quer na idade dele (e já agora na nossa também).
Este ano, fazem só colónia de manhã, de tarde retornam à creche, almoçam e depois dormem uma soneca (quer dizer, não sei se o Sr. Pedrocas irá dormir, mas pelo menos descansa).
Lá foi ele todo contente e bem disposto, se bem que com algum sono, e de certeza com algum frio pois está frescote por aqui.
A Sarita está melhor, só teve febre daquela vez e tem andando bem disposta.
No Sábado arriscámos e fomos ao Mega Pic-Nic Continente, deu para andar de charrete, levar os miudos de barco pela primeira vez, sendo que a Sartia também se estreou no metro. Entretanto acharam piada a comer sentados no chão, a verem burros, cavalos (que a miuda chama de ão-ão), porcos, patos e galinhas. Para miudos da cidade são coisas diferentes e engraçadas. O tempo estava bom sem ser muito quente e ajudou.
De resto, vidinha normal, tirando o facto de eu mal dormir e a Sarita gritar várias vezes de noite a dormir, penso que são pesadelos, andar com mãezite agura, umas birras fenomenais e mal querer comer. Falta muito para as férias?

sexta-feira, 15 de junho de 2012

39,5º

Postado por Nany às 6/15/2012 09:09:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Quando me ligam da creche, na hora em que acordam da sesta, a dizer que a Sarita tem 39,5º de febre, é angustiante e preocupante.
Quando lá cheguei, ela estava na espreguiçadeira, mais calminha e com menos febre. Já dei o Brufen, mas estou preocupada. Tanta febre vem de onde.
Rezo para que seja passageira e ela fique boa rapidinho.

Princesa com feitio de Rainha

Postado por Nany às 6/15/2012 01:11:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Estão a ver a miuda gira, malendreca, fofa, atrevida da imagem ao lado?
Pois bem, a princesinha tem feitio de rainha. Se é contrariada chora. Se as coisas não são como quer chora. Se a quero por no carrinho chora. Se não adivinhamos aquilo que ela quer chora.
Agora anda numa fase sensível, muito mesmo. Para dormir é uma festa, mais de uma hora na conversa, só com colo, mimo, beijos e cantigas lá vai.
Mas a melhor de todas as coisas novas (quer dizer, a melhor não) são as birras. Umas Sras Donas Birras, daquelas de deitar no chão, chorar, fazer beiço, deitar lágrimas e mais lágrimas, gritar ao ponto de furar timpanos e ficar chateada, sensibilizada e piegas depois, mesmo que para demonstrar o seu desagrado nos bata.
E ir para casa? Não quer, galdeirice é que é bom, mas como os pais contrariam o que fazer? Deitar-se no chão à porta de casa em forma de protesto, ora bem.
Mas mesmo assim, com todo o feitio de rainha, morro de amores pela minha menina linda do coração, que é uma verdadeira princesa.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Consulta dentista

Postado por Nany às 6/14/2012 11:47:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Ontem feriado em Lisboa, dia de futebol, tivemos consulta no dentista.
O Pedrocas tem uns dentes grandões, e o raio-x demonstra que os definitivos são 2-3mm maiores do que a média, daí estarem a nascer tortos. Não se irá safar de usar um aparelho mais tarde, daqueles giros giros, que ninguém quer. Ele tem uma boca pequena para o tamanho de dentes que vai ter, daí poder vir a ter não só os dentes tortos, como também tensões musculares, dores e outros problemas que queremos evitar.
Entretanto, e em relação àquele que deveria usar cerca de 9m a 1 ano para dormir, vamos aguardar. A questão é que se ele não usar, tirar, brincar não faz efeito e são 500€ deitados à rua. Daqui a 6m fazemos novo raio-x e vemos a evolução do crescimento, depois então falaremos do dito aparelho novamente.
Este não é um daqueles extensores que se põe no céu da boca para provocar o crescimento do osso, nem daqueles que se colocam nos dentes, mas sim um parecido com uma boqueira dos jogares de boxe que auxilía a diminuir a tensão muscular, e dessa forma trabalha os musculos dos maxilares o que origina um crescimento correcto em relação aos dentes. O musculo ganha ao osso, e parecendo que não, se "treinarmos" os musculos da boca o osso dos maxilares "vê-se" obrigado a crescer e os dentes a nascerem mais direitos no seu devido lugar.
No final do ano, princípio do que vem voltamos a falar sobre o assunto. Entretanto os papás vão poupando dinheiro, e que 500€ de aparelho + 30€/mês de manutenção não é fácil.
Bjs

quarta-feira, 13 de junho de 2012

E porque para mim 13 = Amor

Postado por Nany às 6/13/2012 09:30:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Net
Hoje é mais um dia para amar em dobro.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Prémio Mãe Blogger

Postado por Nany às 6/12/2012 01:03:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Nós estamos lá, na página 10, por isso passem por ela e votem em nós se faz favor. Ficamos contentes mesmo não ganhando.
Só têm de dar uma passadinha aqui: http://premiomaeblogger.com/votar/

Conto ou não? Querem saber?

Postado por Nany às 6/12/2012 11:47:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Ok, eu conto ;)
A minha piolha gira está a desenvolver a linguagem e a aprender uma série de palavras novas, ok tudo normal para quem tem 19 meses. Dentro do novo vocabulário encontramos tela = estrela; bolha = bola; pepeta = cabeça e o célebre pipi, que significa isso mesmo.
Ora bem, ela adora o pai e isso é do conhecimento geral. O pai está a aiari = trabalhar, e sempre que falamos em trabalho ela diz logo papá.
Mas adiante, o papá foi tomar banho e ela vai atrás, como a porta ficou mal fechada conseguiu entrar na casa-de-banho quando ele estava a terminar e a sair da banheira. Esperta como é aponta para a pila (sim, que aqui dizem-se nomes bonitos) e diz um belo e sonoro pipi, e estica-se para agarrar a dita.
Foi a gargalhada geral, o que logo de manhã é bem bom. Portanto, e até ela aprender novas palavras e a diferença entre meninos e meninas, o pessoal lá de casa tem todo pipis.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Um marco importante a registar

Postado por Nany às 6/11/2012 09:52:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
Ontem, e pela primeira ves, o  Pedrocas adormeceu sozinho.
Deixámos a luz acesa, fraquinha, o pai ficou à porta e ele adormeceu bem. Está  bem que estava super cansado pois tinha tido um dia em cheio e uma noite mais ou menos, mas é um marco importante a registar.
Está a ficar tão grande o meu menino....

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Voltámos ao batente

Postado por Nany às 6/08/2012 10:16:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Quer dizer, as mulheres que o Pedrocas está de "férias" com a avó.
O miudo tem pedido e pedido para ir á escola da minha mãe, e ela desde que acabou o programa das novas oportunidades (RVCC), tem-lhe prometido isso mesmo. Ora, sendo hoje um daqueles dias bons para isso, e como a aula é de ginástica, lá foram os dois. Ontem até dormiu na casa da avó e tudo (e a mãezinha aqui, confessa que se sentiu desasada sem um dos seus pintos lá em casa), e hoje já me ligou a dizer que dormiu, brincou, viu a novela e que em vez de papa bebu leite com café e comeu pão com manteiga.
Quanto ao dentes, já tirámos o rx e lá os vimos todos, parecem-nos encavalitados, mas também se diga que ninguém lá em casa é médico, e muito menos dentistas, para avaliar correctamente o dito. Entretanto, em conversa com uma conhecida nossa, cuja filha mais nova utilizou o aparelho indicado pela médica para dormir, e que não lhe fez absolutamente nada, decidimos falar melhor com a médica.
Estamos mais inclinados em aguardar, até porque este aparelho não previne exactamente um uso futuro, e sendo assim gastar 500€ nele, mais 30€ mensais de manutenção não me parece viável. Para terem noção do que é, é parecido, senão igual, aos que são utilizados em casos de bruxismo.
Sei de outro, que se coloca apenas no céu da boca e que, se a princípio é estranho, depois é um hábito, não se retira e todos os dias se ajeita com uma chave especial. Esse sim, dá mais resultado e o tempo de uso depende de criança para criança. Se ele ainda é novo para ele, espera-se.
Voltaremos ao assunto "aparelho dentário" após a consulta.
Bjs

terça-feira, 5 de junho de 2012

Por cá

Postado por Nany às 6/05/2012 01:11:00 da tarde 5 comentários Links para esta postagem
Andamos em consultas e em recuperação.
A Sarita está melhor, malandreca, atrevida, mas graças a Deus os vómitos e a diarreia desapareceram.
O Pedrocas no Sábado teve uma festa de anos e de acordo com o que me disse abusou das gomas e bebeu muito.p sumo, de noite vomitou e no Domingo teve diarreia só de manhã, mas ao ponto de cair no chão, cadeira, cortinados, sapatos, tudo. Lá andei eu a limpar cocó líquido, a dar banho ao miúdo e a pensar que ele estaria também com gastroenterite, mas não, abusou foi naquilo que não devia comer. Mas, uma vez que estou em casa de assistência à família e como ele tinha consultas aproveitei e decidi
que ele ficaria estes dias em casa.
Das consultas do Pedrocas, tivemos uma no dentista no sábado, e ele como tem a mandíbula pequena e os dentes definitivos são grandes, faz com que os mesmos fiquem tortos de nascença; por isso vai usar um aparelho para dormir e que faça extensão do osso aproveitando o crescimento, a ver se não usa aparelho mais tarde, mas provavelmente não se irá safar. O pior é mesmo o preço, é que são 500€ de aparelho mais 30€ mês de manutenção.
A consulta de oftalmologia correu bem, no exame inicial nota-se a miopia, mas quando está na consulta vê tudo, mesmo aquilo que supostamente não deveria conseguir. Voltamos para o ano e reavalia-se então, daqui até lá não precisa de usar óculos.
Com 2 putos reguilas em casa não ando muito no computador, divirto-me a brincar com eles e a arrumar tudo o que desarrumam e garanto que não é pouco.
Ah, e a Sarita tem mais um dentinho em baixo, do lado esquerdo, tal como o de cima deixa um espaço em braço e lá está o novo dentão.
Bjs

sexta-feira, 1 de junho de 2012

19 Meses

Postado por Nany às 6/01/2012 12:00:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
A Princesa fofinha com feitio de rainha tem 19 meses.
Sempre gostei do número 1, não sendo o meu favorito tem sabor a nova oportunidade, novo início, e desde que tu, minha Princesinha nasces-te no dia 1, foi como se  tudo tivesse começado de novo e posso assegurar, sem dúvidas que tornas-te estes 19 meses mais felizes e completos para a nossa família. És aquele elemento que a torna mais completa, mais família, mais Amor.
E o que o que posso dizer com 19 meses acerca do teu desenvolvimento?
Dizes: mamã, mãe, papá,  papa, mamo (mano), aba (água), tóia (história), abó (avó), pi-piu, aõ-aõ, pato, caco (gato, rato, Vasco), ita (Rita), táia (Sara), babo (Fábio), kiko, ai-ai-ai, bóia (bola), bóa (mola), xaó (chão), papato (sapato), pé, mão e uma data de outras coisas que ninguém percebe.
Comes sozinha e gostas, embora nós ainda te ajudemos pois às vezes a colher vira-se.
Sobes sozinha para o sofá e para todo o lado que consigas, mas às vezes esqueces-te de como se desce.
Adoras o papá e passas a vida a perguntar por ele.
Brincas com o mano, mas às vezes zangas-te com ele.
Se és contrariada fazes uma bela birra, e choras muito sentida.
Vais comendo de tudo em pouco e os nossos iogurtes têm um sabor especial. Apontas para a lata do pão, para o armário das bolachas ou para  a fruta explicando o que queres. Gostas de te sentar ao nosso colo e  depenicar do prato, quer dizer,mexericar na comida. Adoras gelado.
Pegas na tua roupa e nos teus sapatos e foges com eles a rir e não gostas nada que tos tirem. Descobris-te o maravilhoso mundo dos bebés e das malinhas e agora gostas de andar com eles atrás.
Dormes a noite toda, mas agora tens mais dificuldade de adormecer e por vezes dás uns belos gritos a dormir.
No fundo, és uma menina linda, destemida,  atrevida e malandreca e nós adoramos que sejas assim.
Nós amamos-te do fundo do coração. És a Princesinha da família, a menina linda que gostamos de ver crescer, aprender e sobretudo AMAR.
Adoro-te minha filhota linda. Parabéns pelos teus 19 mesinhos.

Uma espécie de gastroenterite

Postado por Nany às 6/01/2012 08:54:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
É o que tem a minha pequenina. Começou ontem a vomitar ás 5h da manhã, e quando já não tinha mais no estômago só conseguia deitar fora água.
Assim que o Centro Saúde abriu fui lá com ela. Como tem todos os sintomas da gastroenterite, mas não tem febre, a médica diz que é uma espécie provocada por um vírus.
Vamos ficar 8 dias em casa, a tomar bactrim 2x por dia, dieta relativa e beber muita água.
Na sala dela mais meninos estão em casa assim, por isso deve mesmo andar por lá um vírus.
Só quero é que a minha lindinha fique melhor.
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez