terça-feira, 30 de abril de 2013

Visita de estudo

Postado por Nany às 4/30/2013 09:54:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Hoje é dia da dona Sarita ir dar uma voltinha, mas uma senhora voltinha, desta vez ela vai à Quinta Pedagógica - Reino do Alão.
Como a camioneta chegou atrasada não a vi sair, nem o mano que ficou triste porque queria muito vê-la sair.
Entretanto o coração desta mãe está em ansias e só descansa logo quando a camiota chegar à creche.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Ó mãe quando é que a Fada dos Dentes vem?

Postado por Nany às 4/29/2013 11:35:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
E quando lhe cai um dente, a primeira coisa que o Pedrocas se lembra é da Fada dos Dentes.
Pois, a marota nada de aparecer, devia estar a dormir. Entretanto, lá lhe expliquei que a mesma era envergonhada e só aparecia quando os meninos estavam a dormir. Mas, quando ele se levantou para ir fazer um xixi não é que a malandreca lhe deixou uma moeda debaixo da almofada?
Estava era distraída, esqueceu-se de levar o dente (isso ou o facto de estar a dormir em pé ☺).
Entretanto e como conseguiu poupar para isso, lá comprou o jogo dos Skylanders (outras fadas e feiticeiros deram uma ajudinha) e foi ver este miudo todo contente. Até que foi uma bela surpresa pois conseguimos comprá-lo a menos 25€ do preço habitual.
E lá passaram pai e filho uma tarde a jogar, com uma mãe chata que lhes dizia que eram horas de terminar, fazer uma pausa para o lanche, e uma mana que também queria jogar mas que ninguém deixava.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Como se ensina uma criança a dizer Não?

Postado por Nany às 4/23/2013 11:42:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Tento ensinar aos meus filhos os valores que considero essenciais: o facto de serem cordiais, de não desprezarem o outro, o serem educados, o não magoarem gratuitamente ninguém, dizerem obrigado, bom dia, faz favor, etc.
Por outro lado tento ensinar-lhes também como dizerem Não, a não seguirem o amiguinho quando esse amigo faz asneira, a pensarem por eles, mas não é fácil.
Agora que o mais velho vai para a primária, que não está tão pretegido como na creche, a minha preocupação aumenta e estou sempre, ou quase sempre, a dar-lhe na cabeça. Para não ir com ninguém, mesmo que digam ser amigos dos pais ou dos avós. Que nunca deve sair da escola sem que o adulto responsável o vá buscar. Que não deve nunca ir a casa de um amigo sem conhecimento dos pais, mesmo que o pai desse amigo esteja presente e seja nosso conhecido. Que nunca se deixe aliciar pelas coisas que ele mais gosta (esta é bem difícil) e ir com alguém que lhe promete essas coisas.
Eu sou uma mãe preocupada com os seus pintos, e com aquilo que a sociedade tem de mau, nomeadamente pessoas de má índole que gostam de se aproveitar da natureza das crianças.
Li este texto que achei interessante e bem simples, com boas indicações. Decidi partilhar convosco esta minha preocupação e o texto.
Vocês também são assim, ou sou só eu?

segunda-feira, 22 de abril de 2013

É uma coisa de manos

Postado por Nany às 4/22/2013 10:15:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Pedrocas - Minha quida, meu amor (com voz dengosa enquanto abraça a irmã)
Sarita - Nõ xou meu amô, xou a Shara. (Não sou meu amor, sou a Sara). (enquanto tenta fugir do abraço dele)

Uns momentos depois....
Sarita - Quero o mano!
Pedrocas - Minha quida....
Sarita - Não sou meu amô! Anda bincadí. (Não sou meu amor! Anda brincar.)

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Quando for grande quero ser.....

Postado por Nany às 4/19/2013 01:32:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
Imagem vista algures na net
...... futebolista!
Ok, é o que o Sr Pedrocas diz agora, mas depende, amanhã pode querer ser super-herói.
Por causa da matrícula dele no 1º ciclo, já alguns membros da família conversam  e lhe perguntam sobre o que ele quer ser quando for grande. É óbvio que ele não entende nada disso, e eu não o forço a nada. Quero que ele estude, tenha bons resultados, sim quero isso tudo, mas também tenho de colocar nesta equação as aptidões dele. Se for como a mãe a matemática temos de queimar pestanas e estudar bastante.
Não sei, acho demasiado precoce perguntar a um miudo de 6 anos o que ele quer ser quando for grande. Todos, ou quase todos, respondem qualquer coisa e até já começam a responder aquilo que agrada a certos membros da família, mas o que eles querem mesmo? Brincar, divertir-se, passear, no fundo ser criança.
Eu, indentemente daquilo que forem as aptidões dele, e querendo sempre que ele seja um adulto bem sucedido quero que ele seja feliz, muito feliz.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

É oficial

Postado por Nany às 4/18/2013 01:17:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
O meu miudo está matriculado.
O meu miudo, o meu bebé que está a ficar crescido.
Ai este coração que tem sentimentos contraditórios mas muito felizes.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Sarita doentinha

Postado por Nany às 4/17/2013 11:20:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
E a antibiótico, a ter de fazer vapores com atrovent e ventilan.
Aquela tosse chata, parva e irritativa tenha de dar em alguma coisa, e deu, podia era ter-se ido embora sem mais nada.

terça-feira, 16 de abril de 2013

E aquele momento em que se compram os impressos de matricula para o primogénito ir para o 1º ano?

Postado por Nany às 4/16/2013 12:58:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
É quando a realidade nos volta a atingir, e se começa a perceber que aquele bebézinho está a ficar um menino crescido, inteligente, lindo que inicia uma nova etapa na sua vida.
É quando vêm ao de cima medos e receios que dão vontade de ir comprar a mais forte de todas as portas blindadas e enfiar o miudo dentro de casa.
É quando a cabeça faz um filme dos piores com tudo o que se ouve nas notícias e contado por vizinhos e conhecidos.
É quando pisamos a escola que muitos anos antes estreámos como alunos.
É quando saimos dessa mesma escola com os impressos na mão, coração cheio e um orgulho no filho lindo que se tem, e cheia de vontade de contar ao mundo:

O MEU PIOLHO REGUILA VAI PARA O 1º ANO


Sou uma dessas mães babadas, vocês já me conhecem :)

segunda-feira, 15 de abril de 2013

É uma coisa de manos

Postado por Nany às 4/15/2013 12:36:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Noite 1:Grande galhofa, muita brincadeira. Na hora de dormir, querem dormir juntos e deitam-se os dois na cama dela.
Passado um tempo vou lá, estão quase a dormir, mas como é na caminha de grades ele está apertado e ela também. Levo-o para a cama, ela chama pelo mano e vai para a cama dele. Adormecem os dois e levo-a para a cama dela.

Noite 2:
A mesma coisa, ela quer dormir com o mano, mas desta vez deitam-se na cama dele, bem mais espaçosa.
Risos, conversas e brincadeiras. Nada de dormir.
Ás tantas ele aparece na sala, ela não o deixa dormir, pede-lhe os bonecos todos, bate-lhe para ele se virar para ela e tenta abrir-lhe os olhos enfiando-lhe um dedo pelo mesmo.
Ele vai para a minha cama, ela fica na dele. Depois de adormecerem coloco cada um na sua cama.

Noite 3:Grande birra para dormir com o mano, na cama do mano.
Ele não quer, vai logo deitar-se na minha cama.
Quando adormecem coloco cada um na sua.

Noite 4:
Cada um na sua cama. Ele já dorme, ressona que se ouve fora do quarto. Ela nda, canta, chama por nós, fala com os bonecos.
Como a mandamos dormir começa a chamar pelo mano, dá pulos na cama, quer sair. Vamos as duas para a cozinha deixar o resto do pessoal descansar.
De manhã, ainda não abriu o olho começa logo a chamar o mano. Quando o vê nem lhe liga, do tipo: eu fartei-me de chamar por ti e só me apareces agora?

Hoje de manhã:
Grande birra porque não queria despir o pijama, tem a Rapunzel na frente e ela quer a Cinderela (o nome da boneca é dífícil).
Ele ajuda-a a despir a saia de peitilho para que ela possa vertir a camisola do pijama. Quando lhe dizemos que não pode ser chora porque assim a Sarita não é amiga dele por culpa nossa.
Ela chora e o pai contraria-a, até porque são horas de sair de casa. Ele defende-a logo, pega nela ao colo e diz ao pai: A Sarita está a chorar, viste o que fizeste à minha menina? Anda cá meu amor.
Vão de mão dada para a creche.

É uma coisa de manos. Só pode.
(Nos entretantos, se for preciso andam às turras)

sexta-feira, 12 de abril de 2013

-300g

Postado por Nany às 4/12/2013 12:34:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
A Páscoa, as festas de anos que ainda não terminaram, o almoço em família e o outro que ainda aí vem, mais um lache de boas vindas a uma priminha ainda na barriga da mãe, deu nisto -300g.
Vamos continuar com o mesmo plano alimentar, conversámos sobre o facto de ele não lhe apetecer tomar o pequeno almoço e de eu insistir com ele, mas como a Drª insiste a coisa corre melhor (esperemos).
Entretanto levo a coisa no sentido da saúde e não do peso. Quero que o meu filho seja saudável e com poucos ou nenhuns complexos em relação ao peso.
Para o mês que vem mais uma consulta, quando é que nos vemos livres disto?

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Consulta dentista

Postado por Nany às 4/11/2013 10:12:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Ontem o Pedrocas foi a uma consulta no dentista, quer dizer fomos que ele não vai sozinho.
Foi fazer mais uma limpeza aos dentes. Ele tem um esmalte dentário igual ao do pai, agarra tudo, fica com a cor de tudo, absorve tudo, o que faz com que mesmo escovando e esfregando os dentes, ele fique com eles manchados e com ar de quem não sabe o que é uma escova.
A conselho da dentista vamos alterar a pasta para um completamente branca, aliás já o fizemos quando ele teve a consulta de rotina do aparelho que está a usar e ela já notou dierenças. Nada de elixires e depois dos 9 / 10 anos esta situação tem tendência a desaparecer e depois logo conversamos.
A pasta que usamos é da marca continente, e eu levei-a para ela ver, desde que use a quantidade do dedo mindinho dele está tudo ok, tem a quantidade de fluor necessária e como é toda branquinha não lhe mancha os dentinhos.
Os 4 últimos molares a nascer já apresentam indícios de cáries, tal como o pai, o tártaro e o tipo de esmalte não ajudam muito e vamos optar por por selantes. Já o tinhamos feito nos outros molares e resultaram, nada de cáries. Claro que só fazemos isto em dentes definitivos, não somos parvos de andar a gastar 20€ por selante em dentes de leite sem haver necessidade para tal.
Quando me dizem que antigamente não se fazia, que os meninos só iam ao dentista quando lhes doia alguma coisa, que não percebem porque é que ele usa aparelho para endireitar os dentes, e eu explico que o aparelho é para abrir o maxilar, para que os dentes tenham espaço para cair, para nascer, para não ficarem encavalitados e criarem mais cáries, para não terem de ser arrancados, para não ter problemas e ter de ser operado como o pai foi, para não ter de usar aparelho em adulto durante 5 anos como o tio teve de o fazer, não me entendem. Acham mariquice da nossa parte e ainda não perceberam que dentes é um assunto sério, não servem apenas e só para trincar comida, que podem acarretar se negligenciados problemas futuros e é isso que pretendemos prevenir.
Em relação ao aparelho já notamos diferenças significativas. Ele não lhe custa usar, quer dizer é chato ter aquilo na boca, mas não dói é só chato e até agora está a correr muito bem, palavra da dentista pediátrica que o segue nessa área e da dentista que ontem lhe fez a limpeza.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Este tempo fez-me falar na roupa

Postado por Nany às 4/09/2013 02:14:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Este tempo primaveril de Abril águas mil em que nunca sei o que hei-de vestir aos miudos, nem a mim, faz-me falar na roupa. Ou melhor, apetece-me desabafar um pouco, sobre vários assuntos relacionados com a mesma.
Em relação à roupa do Pedrocas ele não é muito esquisito, só agora me diz que quer vestir esta ou aquela camisola, muitas raras vezes pede para comprar esta ou aquela peça, e só mesmo pelo boneco. Só me anda a pedir duas coisas: uns sapatos que respiram (ele não sabe a marca - Geox) e uns ténis daqueles que têm luzes - estou à espera que o tempo melhore e que aqueles que lá tem deixem de servir.
Contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que me disse que não queria vestir isto ou calçar aquilo. Só com 6 anos começou a despertar para aquilo que quer, e mais porque os amigos na creche fazem comentários e ele ouve. Não exactamente em relação a ele, mas como é um miudo sensível fica a maturar na coisa e ficam lá, a germinar naquela cabecinha. Já começou a tomar atenção ao que veste, calça e a ter mais gosto pessoal.
Tenho algumas coisas que me foram dadas por uma prima, compro sem grandes problemas dentro daquilo que gosto e posso pagar e ele não diz que não. Também não faz grandes festas, se fosse um brinquedo era melhor, afinal tem 6 anos.
A Sarita é outro assunto, completamente diferente. Quando gosta até quer dormir com as coisas - roupa ou sapatos - quando não gosta, não vale a pena, embirra, chora, grita, despe-se, e nada a demove.
Tenho roupa que me foi emprestada pela Tia São, mãe da Catita, que voltou para trás por causa das esquesitices de dona princesa. Já a comprar coisas para ela tenho um pouco mais de atenção, até porque com coisas de meninas há sempre a tendência de nos perdermos mais nas contas, e eu tenho dois para vestir e calçar.
A verdade é que para ela, à conta da Tia São, comprei muito menos coisas que para o mano, o que faz o pai um homem bem mais feliz ☺, mas não tenho problemas com coisas emprestadas ou em segunda mão. É que convenhamos, sei de onde vêm, e mesmo quando me vêm parar à mão por lojas como a Kid-to-Kid depois de bem lavadinhas, desde que estejam em condições, estão boas para ser usadas.
Durante muito tempo usei coisas da minha prima. A minha mãe ajeitasse bem na costura e arranjava e voltava a arranjar a roupa. Quando comprava algo, fosse nos meus anos, fosse no Natal era uma festa. Não sou contra comprar roupa nova para os meninos, mas não percebo certos preconceitos só por ser em 2ª mão. Se for de pessoas de família e/ou de confiança (amigos), se está em boas condições porque não?
A Srª D. Primavera é que me anda a chatear. Em relação ao Pedrocas nem tanto, mas em relação à Sarita umas coisas já não servem: ficam curtas, apertadas, pequenas, as de Primavera são demasiado frescas e ela já anda outra vez ranhosa.
Por isso, das duas uma: ou o tempo melhora, ou a D. Primavera me manda roupa para a miuda lá para casa, lavada e passadinha a ferro e arrumada nos seus devidos lugarea. Ah, e já agora coisas para o miudo também que ele também é meu filho.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

A festa da Rita Catita

Postado por Nany às 4/08/2013 03:13:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Para os meus filhos, a Rita não se chama só Rita, chama-se Rita Catita, culpa da minha mãe que sempre a chamou assim. Aliás a minha mãe chama-lhe Catita e mais nada, é um termo carinhoso que pegou, e lá Catita é ela.
Aquela menina pequenina, gorduchinha, com olhinhos de chinesinha que vi nascer já fez 6 anos. Está linda, crescida, marota, inteligente e muito catita. É engraçado ver que os meus miudos gostam dela sem que para tal os tenha forçado e o inverso também se aplique, uma amizade que naturalmente passa de pais para filhos.
É interessante ver como duas famílias distintas são tão iguais, como duas mães conseguem ter os mesmos gostos e o mesmo feitio (como diz o meu marido), e têm maridos tão iguais, filhos tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais. São vivências que nos aproximam, cumplicidades que a amizade vai trazendo.
O Pedrocas adorou a festa, o primo da Catita que com toda a paciência jogou com ele à bola, a tal bola que foi parar ao quintal do vizinho. Os brinquedos da Ritinha, que fizeram também as delícias da Sarita, especialmente as Pin e Pon, que foram todas desmontadas, montadas e voltadas a desmontar. Ainda hoje fala do cão gigante que comia as pipocas e o que a senhora dava, tadinho do Doggy, ele é só grande, de resto é um paz d'alma. O facto de se esconderem dentro do armário - será uma metáfora do que está para vir?
A minha mãe gostou de tudo e disse que comeu demais.
O Sérgio andou à conversa com o pai da Rita, feitios idênticos, gostos parecidos :)
Eu, olha eu nada, e não tenho nada a ver com o desaparecimento das farófias, aliás só as provei, uma tacinha de cada vez ok?
E o bolo estava muito bom, o Sérgio que diga já que repetiu a dose :)



sexta-feira, 5 de abril de 2013

Tempo para os filhos

Postado por Nany às 4/05/2013 01:44:00 da tarde 7 comentários Links para esta postagem
Estive a ler no site da Pais & Filhos a nova medida que o governo pretende implementar a partir do próximo ano para que os pais possam passar mais tempo com os filhos.
Tenho sensações contraditórias em relação a ela, claro que a considero válida, mas nos tempos que correm estou mesmo a ver os patrões a gostarem de ver os trabalhadores, digo, trabalhadoras a sairem mais cedo para irem ter com os filhos.
Falando do meu caso pessoal, sempre me debati e debato com a questão tempo. Este blog foi criado devido à minha infertilidade e felizmente já tenho dois filhos lindos: o mais velho quase na escola primária e a mais nova a refilar comigo :)
Se por um lado saio a correr do trabalho para os ir buscar à creche, por outro lado adianto as coisas em casa antes de o fazer para que depois não stresse tanto com as coisas domésticas. Mesmo assim, é inevitável que lhes peça um momento de pausa nas brincadeiras para ir fazer a papaorca, arrumar isto ou aquilo.
No entanto, há um momento que me aquece o coração diariamente e não dispenso, aliás só não o faço em caso de doença: o momento do miminho. E o que é isto? É quando a minha filhota me pede para lhe ir dar um beijo mais de uma vez, para dar beijos aos bonecos que dormem com ela, que lhe dê mais beijinhos, mesmo que tenha acabado de sair do quarto. Mais um beijinho é sempre mais um beijinho bom. É também quando o meu filho me diz: mãe, o meu miminho?, que passa por me deitar ao lado dele já depois de o aconchegar e ele conversar sobre o que ele quer conversar, mesmo que sejam as maiores parvoíces.
Todos os dias tenho este momento especial e para mim o melhor do dia, disputado por eles, em que ela me chama e ele pergunta pelo miminho dele. Eu eu adoro satisfazer o desejo de mimos aos dois.
É óbvio que depois tenho coisas a fazer, que adormeço e me levanto às tantas com a loiça do jantar por lavar, o banho que ainda não tomei, o que tenho de deixar preparado e ainda não deixei. Mas não troco aqueles momentos por nada.
Sei que é difícil, que os pais têm obrigações e pouco tempo, por isso desejo e espero que a iniciativa seja bem aceite e dê bons frutos.



quinta-feira, 4 de abril de 2013

Mais uma visita de estudo

Postado por Nany às 4/04/2013 11:28:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Menino Pedrocas tem hoje mais um passeio, ao Museu Bordalo Pinheiro.
Se tivermos em conta que o Zé Povinho é das suas obras mais conhecidas, estou desejando saber o que ele vai achar do "boneco". Logo pergunto-lhe.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Calcanhar Aquiles do Pedro?

Postado por Nany às 4/03/2013 10:22:00 da manhã 5 comentários Links para esta postagem
Os ouvidos. Melhor, o ouvido direito, aquele que tem a tal perda auditiva por causa da diferença entre a pressão interna e externa do ouvido.
Agora tem uma tal de calcificação devido a um tecido granuloso, ontem descobrimos na consulta um pequeno quisto, milimétrico sim, mas está lá.
Vamos continuar com as gotas nos ouvidos até ao fim do frasco. Voltamos daqui a um mês e ou o tecido desaparece e o quisto diminuí ou vamos outra vez ter de passar por uma mini-cirurgia.
Haja saúde. Haja paciência. É que já nem o Pedrocas aguenta!
Ah e vamos ter de comprar uns tampões novos para aquele ouvido, para uma prevenção deste tipo de estados. Haja dinheiro!

segunda-feira, 1 de abril de 2013

29 Meses

Postado por Nany às 4/01/2013 11:32:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Estás cada vez mais menina e menos bebé, mas quando perguntamos onde está o bebé dizes eu não e vais buscar os teus.
Estás cada vez mais esperta, faladora, cantadeira, mimenta, fofa, linda e princesa.
És super vaidosa, não sais de casa sem as tuas baietes (bandoletes), ou os chanchinhos (ganchinhos). Não vestes a bata da creche enquanto não mostrares primeiro a fatiota.
Continuas apaixonada pela Dora, a Exploradora, a Minnie e a Drª Brinquedos.
Adoras ler as histórias à tua maneira e só depois te podemos contar, mas se não te agradar mudas logo a versão.
Adoras pintar, fazer desenhos e escrever. O cô-rosa (cor-de-rosa) é a tua cor de eleição mas sabes bem qual é o roxo, amarelo e azuí (azul).
Adoras o mano e brincar com ele. Também gostas de o chatear, mas ficas muito sensibilizada quando ele não te liga nenhuma. És a menina do papá e diga ele o que disser, fazes dele o que queres. És a fofinha da mamã e tens dias que pareces mesmo a minha sombra :)
Gostas muito de cantar e dançar, e cantas e danças sempre que te apetece, com um ar super feliz, sabes o Atirei o Pau ao Gato, cantas a música da boboeta (borboleta) e da vaca que não uma vaca cuacuera (qualquer) com o seu dalim-dalão.
Estás mais desejosa que eu paea deixar as fraldas e às vezes é difícil fazer-te usar uma, isso quando não a tiras sem que nós vejamos.
Descobris-te que não gostas do escuro, nem de guchas (bruxas) e sobes para o nosso colo assustada.
Comes de tudo, especialmente doces, tens uma boca doce fantástica e só por vezes me dizes que não gostas de couves.
És independente e gostas de fazer as coisas sozinha, mas também gostas de ter plateia quando as fazes, ou só um pouco de companhia.
Andas a fazer umas belas birras para dormir, que têm sempre em comum um tira-me daqui, salvamí (salva-me). Por falar em dormir, não dormes sem o mimo do pai, mas a mãe tem sempre de ir dar vários beijinhos a ti e aos bonecos que queres a dormir contigo. Ás vezes também tens um acordar chatinho, és do tipo que gosta de acordar, mas não de saltar da cama tipo mola, gostas de um pouco de ronha e mimo antes de te levantares.
És suma, estás linda, crescida, e eu cada vez mais adoro ser tua mãe.
Adoro-te minha menina linda, delicada, teimosa e espertalhona.
Beijos grandes carregadinhos de amor, da tua mamã,
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez