terça-feira, 31 de maio de 2011

Sou uma criança precoce (sim ainda não cresci)

Postado por Nany às 5/31/2011 11:38:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Comecei a falar aos 7 meses - mamã, papá
Gatinhei com 3 meses e meio, aos 4 meses sentei-me no berço e com 4 meses e meio corria o berço todo e soltava-me.
Aos 6 meses ficava em pé sem apoio.
Aos 7 meses andava com pés e mãos no chão sem gatinhar, de rabo para o ar.
Aos 9 recomecei a andar agarrada aos móveis e ás pessoas mas caia de vez em quando, aos 10 meses e meio já não caia e com 1 ano levantava-me sem apoios. Aqui podem pensar que estava na fase normal, mas é preciso dizer que o recomecei se deveu ao facto de ter estado muito doente, febres acima dos 40º graus em que os médicos davam poucas esperanças aos meus pais e diziam-lhes que estava viva porque estava demasiado quente, chegando a fazerem-me o teste do espelho no nariz a ver se respirava. Fui uma criança muito doente, dei valentes sustos aos meus pais, daqueles que ninguém merece.
Tive o me primeiro dente 4 dias antes dos 6 meses, só o Pedrocas de assemelhou sendo que o primeiro dele apareceu 2 dias antes dos 6 meses.
Ele aos 7 meses colocou-se de pé sozinho pela primeira vez no berço. A Sarita é uma preguiçosa, sentar-se sozinha sem apoio nem pensar, aliás sentada ele não quer em pé ao colo ou deitada (tem de ser contrariada) e dentes, esses nem cheiro deles.
Bjks da criança (amanhã é o meu/nosso/deles dia)

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Domingo das mudanças

Postado por Nany às 5/30/2011 11:30:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
E mais um fim-de-semana se passou, chuvoso, com poucas saídas, até porque o Pedrocas estava de castigo.
No Sábado as belas das compras e um novo microondas, torradeira e jarro eléctrico, sim porque lá por casa os electrodomésticos pediram a reforma antecipada. Já disse à máquina de roupa que ainda está no início da carreira, à da loiça que nem pense nisso, tem de trabalhar até aos 65 e o frigorífico para tirar o cavalinho da chuva, não tem direito a nada.
No Domingo almoço com o meu sogro lá em casa, depois fui visitar uns amigos cujo filho mais novo foi operado a ver se os músculos das pernas ganham forças e ele começa a levantar-se, custa muito vê-lo assim, com gesso até à coxa, conheço-o desde a barriga da mãe e já vai fazer 14 anos. Vamos ver como corre a fisioterapia.
Domingo também fizemos mudanças, a Sarita já dorme no quarto dela, é o mais pequeno da casa mas é cuidado com carinho para ela. Já tem uma cama de menina crescida, as cortinas e a colcha foi a mãe que escolheu o tecido e a avó que fez, o roupeiro todo pintadinho de branco com os autocolantes que o mano colocou (de menina como ele diz), e o outro armário (uma cómoda com gavetas e prateleiras) à espera que a mamã decida se fica assim ou se o decoro também, tudo depende do roupeiro (estamos a pensar mandar fazer um novo).
Já come sopa com carninha e gostou. Experimentou com frango, hoje vai de perú e para a semana experimento borrego. Já jantou papinha à colher  e vou começar a alternar papa/sopa para o jantar, até que a papa vai para o lanche e a sopa para o jantar. Também já compramos uma cadeira para ela, a do Pedrocas da papa estragou-se completamente pois sofreu um acidente e já não era nova, a outra de colocar em cima das nossas cadeiras partiu a peça que não a deixava escorregar e para ela é perigoso para já, o Pedrocas senta-se bem e sem problemas pois é mais velho, mas como ele já não precisa de "cadeiras de bebé" (como ele diz) já a retirámos. A dela é também para colocar nas nossas cadeiras e adora, está alta, à mesa connosco. Farta-se um pouco passado algum tempo, mas gosta.
E pronto, mais umas limpezas, um passar a ferro assim foi o nosso fim-de-semana.
Bjks

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Porque mesmo com eles estas coisas mexem comigo

Postado por Nany às 5/27/2011 11:20:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Ainda agora tivemos uma "discussão" no trabalho por causa da infertilidade e do aborto.
Que o Estado não comparticipa em quase nada os tratamentos não é novidade, que as listas de espera são mais que muitas não é novidade. Mas o que me mais me chateou foi a opinião que o aborto é mais importante, é um problema social e logo tem de ser resolviso asap.
Ora, eu não sou contra o aborto, existem várias razões pelas quais ele é feito e sim, prefiro que as mulheres recorram a um hospital, tenham cuidados médicos e de higiene e que não o façam no vão da escada. Mas não concordo com o aborto como método contraceptivo, desculpem mas exitem vários métodos hoje em dia para as mulheres não engravidarem, já não vivemos no tempo da minha avó e mesmo ela sabia como fazer a coisa.
Agora, não me venham com a desculpa que os tratamentos são caros, que são precisos médicos especializados e que por isso as listas de espera são grande porque estamos em crise. Ó meus senhores a crise é recente e quem luta por um filho não o faz por 1 mês ou dois, é por anos e principalmente por amor.
Talvez por ter passado por isso, talvez também por nunca me sentir "curada", talvez porque conheço pessoas que lutaram e lutam pelo mesmo, talvez por tantas outras razões este assunto me seja sensível.
Respeito quem não queira ter filhos. Cada um sabe de si e eu não mando na vida dos outros.
O que não respeito são faltas de respeito. O que não respeito é que me digam que o "coitado" do serviço público está cheio e sobrecarregado, que agora estamos em crise, que os médicos "tadinhos" ganham pouco nos hospitais e têm de ser especialistas na matéria, por isso é que no privado a coisa corre melhor. Ou seja, quem tem dinheiro e pode recorrer aos privados, ok tem direito a ter filhos, quem não tem, olhe arranje um cão.
Mas são só os "coitadinhos" dos médicos especialistas em reprodução assistida que ganham mal? Não me digam, pensava que a classe médica sofria toda do mesmo "problema", é que no meu Centro de Saúde os médicos de família queixam-se de ganhar mal.
Não me venham com esse tipo de desculpas sim. Com retóricas e histórias de quem até sabe casos de sucesso de pessoas que foram passar férias e engravidaram, desculpem mas não. O velho relaxa e não penses no assunto que isso acontece já me faz urticária.
E não fui capaz de mais, com pessoas assim não vale a pena. Nunca irão entender que a INFERTILIDADE é um problema de saúde e não um capricho.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Pela boca morre o peixe

Postado por Nany às 5/26/2011 09:38:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Para a próxima vez que eu me queixar (que deve ser já hoje, uma vez que o jantar é peixe), que o Pedrocas não come lembrem-me do seguinte:
-ele come um prato de caldo verde, almôndegas com esparguete, repete, morangos e repete os morangos e antes de deitar papa, isto num dia;
-um hambuguer do Burger King com batatas e coca-cola, fatia e meia de pizza e coca-cola e antes de deitar papa, isto noutro dia
Lembrem-me sim, é que tem alturas, como ontem que ele não quer comer, doi-lhe a barriga e quando estou a arrumar a cozinha vai buscar o prato, come tudo e ainda come papa antes de se deitar.
Não se esqueçam de me lembrar ok? Agradecida

quarta-feira, 25 de maio de 2011

PRAIA

Postado por Nany às 5/25/2011 10:31:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Em relação ao post anterior, mais concretamente ao tema praia eu não vou enfiar os miudos em casa durante o verão com medo do sol, que eu saiba o sol faz bem nas horas certas e com as devidas precauções.
A médica tem preocupações e aconselha mas nós não somos daqueles pais que vão com um bebé em fralda para  a praia na hora de maior calor. O Pedrocas tem 2 semanas de praia com a creche e por isso vamos aproveitar as férias para visitar outros locais e fazer outros programas. Além disso ele precisa de praia por causa dos pés.
Estas férias são passadas em casa, tal como as outras, mas este ano por várias razões não temos a possibilidade de ir para a outra casa da avó e por isso ficamos pela nossa. Que eu não queira muita praia por razões minhas não quer dizer que vá privar os meus filhos dela. Tal como disses-te Filipa, a praia faz maravilhas às alergias deles e também às minhas. São, a nossa Ritinha é um copinho de leite e sempre fez praia sem problemas, temos é de ter atenção aos horários o que não é novidade para quem tem filhos.
A Sarita é extremamente branca, é bebé, mas pode passear na praia, ir a uma piscina e sair de casa. Coitada da criança se tiver de estar sempre encafuada em casa, ela já estranha pessoas que não conhece ou vê poucas vezes, agora se não sair vai ser lindo.
Posso ir poucas vezes à praia, o que acreditem me vai poupar de certas situações, mas por exemplo ao final do dia, quando o sol se vai embora onde está o reflexo perigoso em relação ao sol e à areia? E um finalzinho de dia a brincar com temperatura amena na areia com os nossos filhos não é bom? É esse o tipo de praia que tinha programado para este ano, ir ao final do dia, levar algo para comer levezinho, chegar a casa, banho e cama, no dia seguinte acordar sem horários.
Sou preocupada com o sol, os melanomas, os malefícios do mesmo, mas vejo também o outro lado da medalha os benefícios ao corpo e alma que ele nos dá. Quanto ao resto temos protectores solares, chapeus, óculos e horas certas.
Sou uma "velha do restelo" mas não tão velha assim :)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Consulta da Sarita

Postado por Nany às 5/24/2011 12:49:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
A consulta dos 6 meses começou bem, comigo a esquecer-me da ecografia ás coxas, mas já mandei fax com o relatório.
Relativamente à Sarita, tudo ok graças a Deus. A alimentação passa a ter o seguinte esquema: leite + sopa e fruta + leite + sopa e fruta ou papa e fruta + leite.
Ela está com 7kg e 67.5cm, uma senhora crescida pois claro.
Desatou a chorar com a médica, só se calou quando foi para o meu colo.
Vai tomar além da dosa da Prevenar uma vitaminas que pela letra da médica me parecem ser cebiolom.
Quanto a praia só depois dos dois anos (what?), pois, segundo a médica Portugal é o país europeu com maior incidência de cancro da pele, por isso passear com protector 50 mineral, piscina até às 10h e longe da água por causa dos reflexos. Na praia o problema além da aragem e do reflexo da água é o da areia que ninguém se lembra. Sempre vestida, chapéu de pala e óculos de sol para protecção/prevenção de glaucomas.
Afinal a mãezinha aqui quando besunta o filho só porque está muito calor e ele vai brincar no parque, mesmo nos dias de creche não é maluquinha nem minhoquinhas, é mesmo mãe galinha preocupada.
Bjks

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Do fim-de-semana

Postado por Nany às 5/23/2011 10:42:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
No Sábado fui com o Pedrocas a mais uma consulta de otorrino. O furinho no ouvido continua, a praia tem de ser feita com cuidado e com a banda, na altura vou falar com a educadora dele.
O médico é da opinião que é melhor deixar curar por si do que estar a submetê-lo a outra intervenção cirurgica.
Entretanto o meu microondas pifou, já tem dez anos mas faz falta e este mês temos tantas despesas que mais uma não vinha mesmo a calhar, entre sapatos ortopédicos, vacina da Sarita, revisão e inspecção de carro mais esta despesa faz com que o mês que ainda não terminou e o que começa sejam maiores ainda.
Valha-nos o bom tempo e o sol para iluminar os dias. E dois miudos giros para tornar a vida bem mais animada.
Por falar em iluminar, no Sábado tive de sair de casa à noite, à três pancadas, depressa porque o Pedrocas queria ver a procissão das velas. Lá fomos, e ele além de perguntar onde estava o bolo por causa das velas, queria saber porque as pessoas as levavam, qual era o seu propósito e onde andava o Jesus, já que ele foi várias vezes à casa d'Ele e nunca o encontrou :) Expliquei-lhe as coisas o melhor que pude, mas aquerla cabecinha não ficou convencida com a história que Jesus está em todo o lado. É que ele diz que ainda não o viu :)
A Sarita está linda, refilona, resmungona, doce e atiradíça. Continua apaixonada pelo miudo da caixa das toalhitas, adora colo e ver as coisas "do alto", mas nada de dar confianças a estranhos, chora sentida. O meu sogro foi lá almoçar no Domingo e ela de longe ri, quando ele a pega ao colo chora desalmadamente. Mas é uma fofa lindona a minha princesa.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Xiuuuuu

Postado por Nany às 5/20/2011 11:24:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Parece que ele anda a ouvir a mensagem. Ainda não faz as coisas quando lhe mando, mas já não demora tanto tempo e anda mais calmo.
Sei que quer chamar à atenção por causa da mana, mas também não lhe posso permitir más criações por causa disso. Então o que faço? Nem tenho ideia, mas tento dar-lhe a maior quantidade de atenção possível por isso já tinha estabelecido mas agora é mesmo para manter:

  • Quando vou buscar o Pedrocas à creche é um momento a 2 (ok a 3, mas a atenção é para ele)
  • Não vou buscá-lo sem que a mana tenha comido antes para não ter interrupções (às vezes ela troca-me as voltas mas tento que assim seja)
  • Independentemente das voltas trocadas não o vou buscar depois das 18h, é sempre entre as 17h30/18h
  • Tenho sempre um momento no dia em que estamos nós os dois sozinhos, momento de filho único para fazer o que ele quer, quantos mais momentos destes se juntarem melhor, independentemente de esse dia ser mais complicado ou de estar mais cansada
  • Um dia por mês é dele e para ele. Sei que tenho de pedir à minha mãe para ficar com a Sarita, mas se o pai não poder connosco fica ele com ela e estou eu e ele nesse dia. O miudo tem 4 anos e sempre nos teve só para ele, ele é único e essa caracteristica não se perde com nascimento da mana.
  • Se possível ficamos a brincar um pouco na rua com os outros miudos quando vem da creche.
  • Ao fim-de-semana, mesmo com tudo para fazer tem de haver tempo para as brincadeiras. Eu incluo-o sempre naquilo que faço, seja aspirar ou limpar o pó, só não o deixo aproximar do ferro nem que para isso tenha de estar até às 3h30 da manhã como estive. O pai, nem que se desunhe tem de ou ajudar-me em casa e fazer as coisas largando o computador (nem só de trabalho vive o homem), ou e preferencialmente ir jogar à bola com o filho. O pai está lá, mas como tem sempre muito trabalho nunca tem tempo para mais nada.
  • A casa que se lixe. Se não aspirar hoje aspiro amanhã. Além de não ser burra de carga para fazer tudo sozinha e andar a cair de cansaço, o meu filho é único e do tempo dele não prescido, nem do dela. Isto não quer dizer que a casa pode criar teias de aranha, até porque como disse incluo-o naquilo que faço e ele adora, mas muitas coisas têm de mudar.


Sei que os 4 anos são uma entrada na infância o abandonar do bebé. São-lhe pedidas atitudes de menino crescido e independente, mas não deixo ninguém esquecer nunca que ele é uma criança, com o seu feitio, a sua personalidade e cabe a nós adultos orientá-lo, educá-lo e não como já me disseram moldá-lo à nossa imagem e semelhança.
As birras são inevitáveis, mas a Mãe sou eu e como tal sou eu que mando. As birras são aceitáveis e fazem parte do crescimento. O que não é aceitável são os maus-comportamentos, a falta de educação, isso tenham santa paciência mas não tolero.
Caramba, este post está duro e pinto tanto o miudo como o pai como uns bichos papões. Eles não o são, só escrevi aqui sobre aquelas partes da personalidade mais complicadinhas, todos temos e eu nem se fala.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Sobre as birras

Postado por Nany às 5/19/2011 01:38:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Têm sido uma constante. Ainda ontem o Pedrocas foi para a cama sem histórias, este sentado perto da porta da rua que é o sítio lá de casa sem distracções e onde o controlo bem.
Ele está respondão, muito respondão e desafiador. Podem ser ciumes da mana, mas não posso vacilar.
Mesmo assim ando triste, é que a toda a hora e a todo o instante já chega. Ele cresce e desafia-nos, mas tem sido demais. Chego a por em causa as minhas capacidades educativas, as dúvidas florescem e toama raizes.
Além das histórias, corto também os jogos, as brincadeiras na rua e os desenhos na TV.
Isto anda complicado por estes lados.

Ao Anónimo de Quinta-feira, 19 de Maio de 2011 10h13min00s WEST

Postado por Nany às 5/19/2011 01:22:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Por favor, sinta-se à vontade de corrigir o meu português escrito, sem problemas.
Não me preocupo que o façam com educação e até explicando o erro, só não admito comentários em que nos chamam de burros só porque errámos, o que não foi o seu caso.
Sinta-se em casa.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Está aberta a época das Birras SOCORRO!!!!!!!

Postado por Nany às 5/18/2011 12:29:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
A Sarita ontem com a birra do sono, da fome e do querer colo em pé, nada de estarmos sentados até se virou sozinha pela 1ª vez.
O Pedrocas testa e testa e testa, é de manhã, é à tarde e é à noite. Ou porque não quer comer, ou porque não quer tomar banho, ou porqur quer jogar, ou porque não contá-mos a história que ele queria, ou porque ele não contou a história, ou porque, ou porque.....
Sinceramente sinto que ando a ficar com falta de paciência e já mando dois berros bem fortes. Começo a pensar em pô-lo de castigo até aos 50 anos. Respiro fundo, conto até mil e saio do sítio.
Será que estou cansada? Sim, admito que ando estoirada, mas isso não é desculpa. Preciso de paciência, de sabedoria para lidar com estas birras.
Sei que são normais, mas que moem lá isso moem. Acho que vou começar a praticar o time-out como li aqui, quem sabe se não resulta?

Dia da Família

Postado por Nany às 5/18/2011 10:27:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Eu sei que o Dia da Família foi no dia 15, mas aqui fica o trabalhinho pedido á família pela creche.
Posso dizer que vi trabalhos bem originais, muito giros.
O nosso foi feito às três pancadas confesso, pois foi sob pressão, com pouco tempo e nenhuma inspiração o pai desenhou os bonecos(copiei os bonecos desta mamã), eu imprimi as fotos e o Pedrocas pintou e decorou a gosto, um trabalho em equipa :)
Pelo menos ele divertiu-se a fazê-lo e isso é o que conta mais.
Bjks

terça-feira, 17 de maio de 2011

A minha filha tem um relógio interno

Postado por Nany às 5/17/2011 01:25:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
A Sarita acorda todos os dias dois minutos antes das 7h da manhã. Às vezes chora, outras refila, outras resmunga, outras fala.
Eu sei que tenho de acordar às 7h mas não aos fins-de-semana, nem ao feriado.
Já procurei o botão mas não encontro para regular.
Posso dormir mais dois minutos, posso?

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Srª Dª Birra

Postado por Nany às 5/16/2011 09:38:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Que os miudos fazem birra todos sabemos, algumas têm saidas mais espirituosas que outras, outras ainda tiram-nos do sério. Depois de ler esta birra da Rita e que me deu enorme vontade de rir no fim, comprovei uma das minhas teorias.
Claro que os meus já sabem fazer birras, tal como qualquer outra criança, mas o Pedrocas começa a abusar.
Hoje de manhã era porque não o deixava levar o Monopólio à creche, ontem era porque não jogava mais um jogo no computador, proque não queria dormir, porque queria ver desenhos animados e nós estavamos a ver o telejornal. O pior são as resposta que começa a dar, daquelas espirituosas que me tiram do sério.
Não admito maus comportamentos, não admito faltas de educação. Claro que me salta a tampa e lhe mando dois berros de imediato. Fica de castigo e se recebe alguma palmada diz que não dói.
Pois querido fiho, vamos ter uns frente-a-frente pelo que vejo, mas por muito que me doa, não posso ceder, por muito que me custe os castigos são para manter. Sei que és um menino esperto e sabes bem o que fazer com quem, mas para além de tua amiga sou tua mãe e é hoje que te tenho de formar para o homem de amanhã, por isso tenho pena mas o "não" ajuda-te a crecer.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O meu amor crescido

Postado por Nany às 5/13/2011 09:54:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Meu amor pequenino que estás a ficar um crescido, um mini-homenzinho, adoro-te mais e mais a cada dia.
Amo-te a cada dia mais, bem como o pai, a mana, a avó e todos os que te conhecem.
És e serás sempre o nosso orgulho, o nosso menino de oiro.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Má Mãe

Postado por Nany às 5/12/2011 10:56:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Mãe anda comigo fazer xixi.
Não posso, estou a mudar a fralda à mana.

Mãe anda dar-me banho.
Não posso, estou a dar banho à mana.

Mãe ajuda-me a comer a papa.
Não posso, estou a dar papa à mana.

Mãe anda brincar comigo.
Não posso, estou a fazer vapores à mana.

Em momentos destes sinto-me uma má mãe. Sinto que estou a preterir um a favor de outro. Sei que é inevitável acontecerem mas sinto-me mesmo uma má mãe, das piores.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Mãe quero uma "playxtaxion"

Postado por Nany às 5/11/2011 12:40:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Queres uma quê?
Uma PSP, com o jogo dos leões não dos pinguins.

Facto 1: tenho um filho de 4 anos que sabe o que é uma playstation
Facto 2: já sabe que prefere a PSP
Facto3: não fui eu que lhe ensinei, aliás mantenho-o afastado dessas coisas
Facto 4: é verdade que ela joga computador, jogos escolhidos por mim ou pelo pai, com um de nós perto, apenas 30m por dia se se portar bem
Facto 5: sim, seu sei que ele algum dia teria de descobrir as maravilhas da tecnologia
Facto 6: sabe mais dos jogos da PSP que eu
Facto 7: descobriu a dita na sala com amigos na creche
Facto 8: é dos que descobriu tal brinquedo mais tarde
Facto 9: já sabe que aquilo se joga "axim e axim" com os dedos
Facto 10: pergunta-me porque é tão cara e porque demoro tanto tempo a pedir dinheiro ao meu patrão para lha comprar

Factos à parte, quem, mas quem deixa um puto de 4 anos levar uma PSP para uma sala de putos de 4 anos? Ela funciona, dai a tal diferença entre os jogos dos pinguins ou dos leões.
Sou eu a "velha do restelo" que acho demasiado cedo? Que acho que aos 4 anos é para brincar com outras coisas e não com gadgets?
Sim, eu deixo-o jogar computador, controlado e 30m/dia.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Estou farta de alergias

Postado por Nany às 5/10/2011 10:37:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
E o Pedrocas a tossir, o pai a tossir a minha mãe a tossir, eu a tossir por solidariedade.
É a Sarita intupida, a detestar a ginástica respiratória e eu a chorar cada vez que o pai lha faz porque não consigo fazê-lo.
Ontem ainda estive com eles um bocadinho na rua. Ele fartou-se de brincar, ela dormiu toda tapadinha no carrinho. Desde as 4h da manhã que refula, às 6h desisti e acendi a luz, passado meia hora começou a conversar por ter acordado. Claro que ficou aborrecida com a ginástica respirtória mas lá comeu e ficou bem.
O mano não queria ir para a creche porque queria brincar com ela. A moça aprendeu a virar a cabeça depressa como se disse-se que não veementemente e ele acha piada.
Eu estou cansada, com sono e a trabalhar num pc que me dá sono.
O dia está de sol, valha-nos isso.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Eu não disse que o fim-de-semana era caseirinho?

Postado por Nany às 5/09/2011 11:25:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Em casa como manda o figurino. Para os meus lados não choveu mas estava muito vento.
O Pedrocas com o nariz entupido e tosse ao ponto de dizer que lhe doia a garanta. A Sarita toda intupida, a detestar que lhe limpem o nariz mas a achar piada aos vapores.
O Pai com uma crise de sinusite, mais morto que vivo.
A minha Mãe com outra dose de tosse e nariz entupido cheia de alergias.
Uma noite muito mal dormida com a pequenina a chorar por estar tão intupida, por acordr, com soninho e a ter de suportar limpezas de nariz de madrugada.
Falta muito para o Verão? É que a Primavera não tem sido muito amiga.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Prevê-se um fim-de-semana caseiro

Postado por Nany às 5/06/2011 07:00:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
O tempo está chuvoso.
O Pedrocas com tosse e meio entupido.
A Sarita fez febre hoje de manhã, mas não sei bem a razão.
O fim-de-semana será caseirinho.
Demora muito para o Verão?

quinta-feira, 5 de maio de 2011

As palavras mágicas

Postado por Nany às 5/05/2011 10:33:00 da manhã 8 comentários Links para esta postagem
Ontem tivemos então a consulta de cardiologia pediátria e está tudo bem com o coração da minha pequenina.
De acordo com o médico tudo está NORMAL para a idade. Regrediu e como tal nem precisamos de voltar mais tarde para acompanhamento. É para esquecer tudo e esquecer o que está escrito no livro de saúde da Sarita.
Nós viemos de lá contentes, com o coração leve, solto a bater forte de alegria.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

É hoje e o meu ♥ está apertadinho

Postado por Nany às 5/04/2011 01:23:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Há 6 meses que espero por este dia, pelo novo exame ao coração da minha Princesa.
O dia chegou, é hoje, mas o meu coração está apertadinho apertadinho.
Quero que as 18h cheguem rápido, quero que elas passem rápido, mas não quero que elas cheguem.
Tenho medo, receio, nem sei.
Só peço a Deus pela minha Princesa, pelo meu amor pequenino, pelo seu coraçãozinho.
O meu não interessa, ela é o meu coração.

Quero mongas!

Postado por Nany às 5/04/2011 10:02:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Que é como quem diz, o Pedrocas quer comer almôndegas. Agora já vai dizendo que quer comer almongas, ou bolinhas. O rapaz podia comer as ditas bolinhas todos os dias e com massinha.
Ao pai posso dar-lhe bacalhau com natas e tenho dois homens felizes.
Fiquei foi surpreendida com a descrição que ele fez de mim para a flor afixada na sala por causa do dia da mãe, diz que a mãe compra comida e brinquedos e fica contente quando come o peixe todo e que moramos no 3. Ora, o rapaz não se enganou, acertou no andar, sabe que fico contente quando come o peixe todo e como vai mais comigo às compras sou eu que compro a comida e os brinquedos, mas esqueceu-se das mongas, então e as vezes repetidas que faço as mongas para ele comer?

terça-feira, 3 de maio de 2011

Mãe socorro, estou presa!

Postado por Nany às 5/03/2011 09:57:00 da manhã 5 comentários Links para esta postagem
A princesa descobriu recentemente os pés, não que os leve à boca, são mais uns objectos estranhos que dançam no ar e que ela não consegue apanhar :)
Está linda, fofa, refilona. A sopa tem dias, a fruta cosida vai andando mas só se for no biberão, à colher que coma eu.
Adora estar de barriga para baixo, quando se chateia refila e só algumas vezes se vira, nas outras resmunga até que alguém a salve.
É calminha, mas quando chora faz-se ouvir à distância. Fica sozinha, mas já começa a refliar por atenção  e como quer ver tudo de perto, estar na espreguiçadeira a espreitar começa a não satisfazer a curiosidade da moçoila.
Fora isso é uma doce, que apetece beijar, mimar, fazer cócegas (e ela tem tantas) para ouvir as gargalhadas lindas que dá, ontem até os beijinhos que lhe dava eram motivo para ela sorrir e rir e eu dava mais e mais.
Já começa a lançar mais sorrisos em vez de choros mas continua a não dar muita confiança a estranhos. Quanto a sorrisos ainda não decidi qual o melhor: se aquele com que me presenteia de manhã ao acordar, se o que me oferece à tarde quando chego a casa. Sei é que os bracinhos esticados para tocar na minha cara e pedir mimo são um derrete corações.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Amamentação

Postado por Nany às 5/02/2011 10:37:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
Posso dá-la por oficialmente terminada.
Depois de muitas tentativas, de choro, de ter tomado antibiótico e colocado uma pomada para alergias, de sofrer imenso, de tomar o promil, de comer e beber tudo o que "faria mais leite", de tentar ao máximo, de ter alugado a máquina na Prenatal, oficialmente terminou.
Não durou exactamente os 6 meses, foram mais uns 5, porque devido às gotas dos olhos tive de parar de lhe dar mas tirava com a máquina.
Tenho pena, da maternidade a amamentação foi e é o que mais me custou. Senti-me sempre sem apoio, mesmo as enfermeiras por muito simpáticas nunca entenderam os meus medos, os meus receios. O corpo nunca respondeu o suficiente, o leite pouco, eles a pedirem mais, o suplemento sempre presente e preciso.
Mesmo assim, nunca desisti e o leite desapareceu por si. Sempre insisti, mesmo quando chorava de dor por causa da alergia, sempre insisiti mesmo quando sabia que era muito pouco, que a seguir o suplemento estava ali.
Os momentos com eles, aqueles só nossos, o saber que pelo menos a sede eu conseguia saciar, aquela ligação, senti-los bem pertinho, pelo menos isso tenho.
É uma sensação agridoce, são uns sentimentos contraditórios e difícieis de explicar e exprimir, só gostaria que neste campo as coisas tivessem sido diferentes. Sei que eles têm o leite artificial, sei que estão bem alimentados, mas gostaria que tivesse sido diferente. Apenas isso.

domingo, 1 de maio de 2011

6 Meses

Postado por Nany às 5/01/2011 08:25:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
6 meses de Princesa, de doçura, de amor, de redescobertas, de miminhos, de fofices, de cheirinho de bebé.
6 meses de maternidade vivida como se fosse a primeira vez, mas com mais calma.
6 meses de menina, de vestidos, de rosa, de flores, bonecas.
Fazes 6 meses minha linda Princesa, e nestes meses tornas-te a nossa família mais feliz, mais completa, mais família.
És uma bebé doce e calma, de sorriso fácil, que chora a estranhos mas depressa os conquistas. Quando os começas a conhecer melhor esbanjas charme, doçura, sorrisos.
Continuas a não gostar muito de sopa mas vais comendo, tal como a fruta cosida.
Dentes nem vê-los, mas chateiam-te bastante.
Adoras o pai e o mano mas já demonstras quando te chateias com ele.
És a menina dos meus sonhos, a Princesinha das nossas vidas, a nossa menina de ouro, a menina dos nossos olhos.
É um prazer e uma honra ver-te crescer, aprender a cada dia, ver o teu desenvolvimento.
ADORO-TE MINHA LINDA E DOCE FILHOTA.

Ps: Há melhor forma de passar o dia da mãe?
Imagem da net
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez