terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Aparelho dentário

Postado por Nany às 1/31/2017 02:19:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Ontem foi o Pedrocas colocar o aparelho, na arcada superior.
Está contente e bem disposto, ele estava ansioso por colocá-lo.
Nesta primeira semana a comida é toda mais líquida e passada.
A partir daí pode começar a introduzir os sólidos aos poucos, mas com cuidado para não comer pedaços demasiado grandes.
Nada de trincar com os dentes da frente e proibido estão as gomas, pastilhas, chupas, enfim tudo o que possa ficar agarrado aos dentes.
A higiene dentária que já por si deve ser cuidada, deve ter atenção redobrada e o tempo que ele demora entre limpeza com o escovilhão, escovagem e fio dentário é o dobro (ou mais) do que o normal. Mas é mesmo assim, e o que importa é que o aparelho resulte para o que foi colocado.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Filipe - 3 anos

Postado por Nany às 1/26/2017 11:35:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
- Mas ó mãe eu tava (já estava) acostumado à chucha!

- Vou dar beijinhos às chuchas cô-di-rosa (côr de rosa). E às meninas, elas gostam de beijinhos. ☺

- Eu gôto (gosto) das roupas das meninas. (quando me vê a arrumar as roupas da mana)

Filipe - 3 anos

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

38 Meses

Postado por Nany às 1/25/2017 02:06:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Doce.
Reguila.
Fofo.
Maroto.
Espertalhão.
Lindo.
Falador.
Inteligente.
Comilão, especialmente de doces.
O AMOR das nossas vidas, aquele maroto que nos completa e torna a nossa família mais rica.

Chucha

Postado por Nany às 1/25/2017 11:29:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
É amada por uns, odiada por outros.
Andamos a retirar a dita ao Filipe. Não está a ser fácil, as noites começam com choradeira, leva mais de um hora a adormecer nos dias bons, ao colo.
Está na hora, ele só a usava para dormecer, e como no fim de semana dormiu sem ela a decisão - já tomada - foi posta em prática.
Não me lembro de nehum dos manos ter sido assim. O Pedro também adorava a amiguinha chucha, mas como ela era sinónimo de dormir, coisa que nem hoje ele gosta de fazer, foi mais fácil.
Não acho piada é dizerem-me que não percebem porque tiro a chucha ao miúdo com 3 anos, quando os filhos a usaram até ao 1º ciclo, que a chegavam a guardar apenas quando entravam o portão da escola. Não sou ninguém para julgar mas não acho normal. A chucha tem o seu tempo, tal como tudo na vida.
No caso do meu filhote além da baba que a dita causava e que lhe estava a deixar  a zona da boca cheia de borbulhas, é também a questão dos dentes, já tem uma diferença por causa da mesma nos dentes da frente e não, não me apetece que ele fique assim. São dentes de leite, eu sei, mas sou apologista do prevenir para não ter mais tarde de remediar.
Agora é levar uma hora de deitar de casa vez e preparar sempre a mesma história que a chucha está com as suas amigas na árvore das chuchas e que podemos sempre visitá-la (não usá-la).

domingo, 22 de janeiro de 2017

Conversa de manos

Postado por Nany às 1/22/2017 03:12:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Filipe - "Ó Pedo ajudami" ("Ó Pedro ajuda-me" - neste caso a apertar os ténis)
O Pedro ajuda, mas ao dar o nó aquilo não correu bem e ficou desapertado.
Filipe - Sua cabeça de pudim!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Quem é, quem é?

Postado por Nany às 1/20/2017 03:18:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Que tem a máquina da roupa avariada?
A dita começa a trabalhar, depois pára o programa porque dá um erro. Já limpámos o filtro depois de desmontar toda a parte de baixo da mesma, e com a trabalheira que dá, juntou-se o facto de termos de tirar parte da porta da dispensa para a poder arrastar para o meio da cozinha.
Valham-me aquelas lojas com máquinas de levar / secar.

Estou aqui a matutar......

Postado por Nany às 1/20/2017 03:06:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
A minha miuda há algum tempo veio com uma conversa de uma miúda, da escola dela (a D.), que como o respectivo cão tinha morrido e ela tinha muitas saudades, então a D. disse que queria matar a minha, parao cão dela voltar do céu, e vai daí aperta-lhe o pescoço e arranha-a.
Eu disse-lhe que da próxima vez que a D. e outra criança se lembrar de algo parecido, além de se defender, se for preciso batendo, tem de contar ao adulto responsável - professora e / ou auxiliar.
Já falei com a educador e a Sara disse-me que a D. não voltou ao mesmo, embora não seja amiga dela. Nem eu quero que seja.
Além disto, eu sei que a minha filha não para quieta, que é uma pulguinha eléctrica, que também faz das suas. Mas, mais que isto, sei a filha que tenho e sei que ela é um doce, que apanha e fica quieta sem se defender e que só responde depois de me contar e perguntar primeiro.
O que tenho estado a matutar é... sabendo isto tudo, e sabendo que a D. não é a primeira, porque no ano passado a I. disse que durante a noite mandava uns homens a casa dela para matar a família a dormir, e eu só consegui que ela me contasse depois de muitos pesadelos, tenho quase a certeza que existe outra miuda que maltrata a minha.
Não é da mesma forma da D., mas valendo-se do seu físico, empurra-a, chama-lhe nomes, é má para ela e chega a chamar nomes aos seus familiares. Isto baseado naquilo que a Sara me conta. Além do que a outra miuda lhe diz o que deve ou não fazer, sob pena de isto ou aquilo.
Falo com a professora? Falo com os pais? Ou além de toda a conversa em que tento explicar à minha filha o comportamento errado, que ela não deve seguir o que a outra manda, porque a outra é uma criança, lhe digo para responder à letra? No sentido em que quem empurra, também é empurrado e que se me chamares de "burra" te chamo também?
Não lhe quero ensinar a ser violenta, e a resolver tudo à pancada.
Não lhe quero ensinar a maltratar verbalmente os outros.
Quero muni-la de ferramentas que lhe permitam resolver estas situações, mas por outro lado ela tem 6 anos e estando eu a perder a paciência acho que se me meter ao barulho, sou bem capaz de ter uma conversinha com a outra cirança na presença de pais e professora que será desagradável.
Isto não está fácil.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Isto por cá

Postado por Nany às 1/19/2017 01:12:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Parece a terra dos pinguins, em que os meus miudos são os pinguins, porque é assim que brinco com eles em relação ao frio.
Após o aniversário do Pedro, que pela primeira vez foi comemorado em casa, na Telepizza, começámos finalmente a entrar naquela rotina que gosto e me permite organizar as coisas, embora com três a organização seja uma utopia (perdoe-me quem consegue). Falo da organização de horários e actividades.
Os nossos dias correm povoados por algumas (boas) birras, (muitas) cócegas e gargalhadas.
Estou num momento morno de vontades e com muita coisa a acontecer, pouco tempo e a minha capacidade de absorção e processamento está a precisar de um reset.
A ver se consigo por as coisas em dia, o sono também e depois escrever sem que me faltem as palavras.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

10 Anos - Parabéns meu Amor mais crescido

Postado por Nany às 1/13/2017 09:00:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
  10 Anos.
De menino lindo. Crescido. Doce. Moreno. Refilão. Com um coração do tamanho do mundo. Carinhoso. Atencioso. Viciado em jogos de computador. Bom aluno. Excelente filho - o melhor filho do mundo. Bom irmão. Bom amigo.
És o meu Amor mais crescido. O meu companheiro. O Príncipe. O melhor de tudo na nossa vida.
Párabéns meu AMOR. Que sejas sempre muito feliz.
Deixo-te estas palavras, que dizem muito do que quero para ti.
(Vi-as aqui)
«Quero que sejas livre mas que voltes sempre para mim. Por tua escolha, não por tua obrigação. Quero que sejas forte para suportares as maldades da vida, mas sensível ao mesmo tempo para que não lhe percas o encanto e o gosto. Quero que tenhas força para não deixares que te desrespeitem e serenidade para saberes perdoar quem merece. Quero ensinar-te que não é a cor da pele de uma pessoa, nem o que ela tem no bolso que a define assim como quero que saibas que um corpo tatuado em nada revela o interior de alguém. Quero que vejas as cores das coisas e que saibas pô-las preto no branco quando é preciso. Quero saber deixar-te ir desde que saibas que podes sempre, sempre voltar. Quero que tenhas a melhor das vidas e quero que sejas feliz. Sei que vais ter o teu próprio caminho, que muitas vezes vou ser eu a aprender contigo, que vou ter de aprender a ter saudades tuas e vou ter de saber ver-te cometer erros... faz parte. Quero ensinar-te que "obrigado", "por favor" e "amo-te" são as palavras mais importantes do mundo. Quero ensinar-te a não teres vergonha de falar de amor e dizer-te que os rapazes também choram e não há nada de mal nisso. Quero que sejas aquilo que quiseres e quero aplaudir atentamente todas as tuas vitórias. Quero que vivas com a certeza de que és amado. Com todas as forças. E que embora isso não seja suficiente para te impedir de sofrer, que seja suficiente para saberes que nunca te vai faltar abrigo.»
Carolina Deslandes

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Raios partam a piscina

Postado por Nany às 1/10/2017 01:41:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
(mas só quando não estiver ninguém lá dentro)

Primeiro foram os moluscos nas costas do mais velho.
Agora a verruga plantar no pé da miúda.
Estou quase quase a não querer que o mais novo seja participante.
(quase quase até porque ele ainda não tem idade para isso, que é como quem diz a idade que nós queremos para ele participar)

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Um filho com quase 10 anos

Postado por Nany às 1/06/2017 02:34:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Está a ficar um homem, quase do meu tamanho, que ás vezes já tem vergonha de me dar a mão, mas que continua a ser o mais doce de todos os filhos crescidos.
Fez um ontem o molde para usar aparelho dentário.
Foi hoje à consulta e está com 42kg e 1,40cm.
Vamos às vacinas dos 10 anos e além disso também iremos fazer a vacina do HPV. Sim, apesar de estar apenas no Plano Nacional Vacinas (o novo entrou em vigor este mês, se quiserem ler mais sigam o link) para as meninas, os meninos também podem ser vacinados. E digo iremos, por duas razões, uma são duas doses a cerca de 90€ e a segunda estamos à espera da nova vacina que traz mais serotipos do que a actual.
E o meu menino de ouro está quase com 10 anos.
Uma década de maternidade pela primeira vez.
Uma década de baba e orgulho que me enche o peito.
Uma década de amor sem tamanho.
A melhor década da minha vida.

domingo, 1 de janeiro de 2017

Feliz Ano Novo

Postado por Nany às 1/01/2017 08:00:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Autoria na Imagem

 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez