segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

A minha opinião sobre a vacinação

Postado por Nany às 2/29/2016 01:45:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Que vale o que vale.
Eu sou a favor da vacinação e não concordo com as vacinas fora do plano. Não concordo apenas porque muitas famílias não as podem pagar e temos, quanto a mim, miudos de primeira e miudos de segunda no que diz respeito à sáude.
Para mim, o direito à saude, não devia nunca ser negado a ninguém, muito menos aqueles que por força da idade são mais vulneráveis.
Se as vacinas são boas? Se compensam os riscos? Para mim sim. É óbvio que têm contra indicações, que existem crianças  que por força da sua condição física, não podem ounão devem tomar esta ou aquela vacian. Mas quantas serão? E as doenças que deixaram de matar, por causa de uma vacina que se não as erradica, previne que a mesma se manifeste de forma mais agressiva?
Em relação à vacina contra o cancro do colo do útero eu sou a favor que a mesma entre no plano de vacinação que diz respeito aos rapazes. Claro que quando digo isto, me perguntam se sei que os rapazes não têm útero, mas tendo em conta a pessoa que pergunta a resposta é dada de forma correspondente, podendo mesmo raiar a má-educação.
Em relação à BCG não me convence a resposta de que são se é um grupo de risco. E já falei várias vezes sobre isto com a pediatra, com a médica de família e não me convenceram. Para mim é comércio, tal como as outras fora do plano.
É óbvio que as pessoas que estão em grupos de risco devem sempre estar nos primeiros lugares da fila quando os stocks são repostos.
Não, sou a favor da vacinação e o facto de existirem menos casos de doença não quer dizer que a mesma está erradicada.
Quanto a sermos ou não grupos de risco, vivemos numa redoma? Não estamos em contacto no dia-a-dia com pessoas que sem querer são grupos de risco?
Por isso sou a favor sim. E tenho para mim que sempre continuarei a ser. Sou pela prevenção em questões de saúde.


quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

27 meses

Postado por Nany às 2/25/2016 09:30:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Menino doce, inteligente, reguila, que adora a xuxa e o seu miminho (boneco com que dorme) e que podia tomar vários banhos por dia, e mesmo assim eram poucos tal a doração que tem pelos mesmos.
Quando não lhe faço as vontade, diz-me: "Ai, ai mãe", põe-me de "catigo" e olha paramim por debaixo do olho a mirar-me de alto a baixo. isto faz-me rir, desarma-me e ele bem sabe, por isso tenta ao máximo tirar partido da situação.
Come sozinho, com os talheres e com a mão. Gosta de praticamente tudo, mas adora morangos, laranjas, pepino, queijo, bolachas, gomas e chocolates.
É doido pelos manos, especialmente o mano, o seu grande ídolo. Já sabe que o avô do bigode lhe traz chupas e o outro o deixa fazer quase tudo, e tem por este último uma adoração tal, que basta mencionar o seu nome para ele ficar feliz aos pulinhos.
É um doce que adora beijos e cócegas. Tem uma gargalhada cristalina e contagiante, uns dentinhos que comparo aos de um lobinho e não tem medo de os usar em casa, já que na escola arranca os brinquedos que quer.
Está cada dia mais lindo, mais fofo, mais menino e menos bebé.
É a luz dos nossos dias, que nos faz a todos mais ricos e mais felizes.
Parabéns amor por mais um mesaniversário.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Avaliação Sara - Sala 5 anos

Postado por Nany às 2/19/2016 01:34:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
E mãe babada da sua miuda gira.


A – Adquirido; PA – por adquirir; EA – em aquisição

Área de Formação Pessoal e Social
Orienta um jogo em pequeno grupo – A
Conhece as suas potencialidades, de forma a aumentar a autoestima – EA
Espera com atenção a sua vez de falar e de participar nas atividades – A
Tem confiança em si mesma – A
Adapta-se a novas situações e reage perante elas positivamente – A
Diz o primeiro e último nome – A
Refere o dia e o mês do seu aniversário – A
Consegue privar-se de actividades livres para acabar um trabalho – A
Consegue ser responsável por uma tarefa – A
Veste-se e despe sozinho algumas peças de roupa – A
Calça-se corretamente – A
Elege os seus próprios amigos – A
Segue as regras de jogos de grupo, dirigidos por adultos – A
Exprime os seus sentimentos de zanga, alegria e carinho – A
Compreende a importância de solidariedade/entrajuda – A

Área da Expressão e Comunicação
Expressão Plástica
Seleciona materiais para diferentes atividades – A
Completa um desenho e imagem com lacunas – EA
Exprime emoções através do desenho – EA
Organiza o trabalho de acordo com o espaço previamente delimitado – EA
Efetua recorte – A

Expressão Motora
Revela coordenação e controle dos movimentos globais e secundários – A
Distingue direita/esquerda em si mesmo – EA
Revela boa coordenação óculo-manual – A
Memoriza e realiza percrsos simples – A

Expressão Musical
Consegue memorizar e reproduzir a canção acompanhado com gestos e batimentos rítmicos – A
Diz rimas e lengalengas com entoação – A
Reproduz sequências e sons – A
Canta individualmente para os colegas – A
É capaz de utilizar o corpo como instrumento – A
Canta em grupo e para o grande grupo – A

Expressão Dramática
Consegue criar e encenar pequenas histórias – A
Compreende as mensagens expressa por gestos – A
Participa na representação de uma história – A
Brinca desempenhando o papel do adulto – A
Representa com à vontade para um público diferente do habitual – A

Domínio da Linguagem e Abordagem à Escrita
Diz se duas palavras rimam ou não – EA
Emprega corretamente ontem, hoje e amnhã – EA
Pergunta o significado de palavras novas – EA
Diferencia números e letras – A
Descreve de forma clara e perceptível as imagens observadas – A
Relata experiências diárias – A
Reconta uma história, com ajuda, sem auxílio de ilustração – EA
Identifica em livros as letras do seu nome – A
Mostra interesse em reproduzir palavras escritas – A
Escreve o primeiro e o último nome – A

Domínio da Matemática
Faz conjuntos e classificações – EA
Faz seriações – A
Realiza correspondência até 10 – EA
Efectua contagens e estabelece correspondências (simples) – A
Conta mecanicamente até 20 – A
Reconhece objectos inteiros e metades – A

Conhecimento do Mundo
Nomeia os dias da semana – EA
Conhece/interpreta as festas da comunidades, durante este período – A
Fala das suas vivências - A
Conhece as dependências, materiais e pessoais que trabalham na escola – A
Diz o nome da estação do ano em que se encontra – A

Avaliação Global: A Sara atingiu a maioria dos objectivos e competências propostos. Continua extrovertida, faladora e com uma personalidade forte, que por vezes tem que ser contrariada com insistência. É alegre, e está mais à vontade nos trabalhos. Por vezes ainda se dispersa, nas actividades mas está a melhorar e mostra-se mais empenhada.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Reunião e futura inscrição 1º ciclo

Postado por Nany às 2/18/2016 01:22:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
Já é do conhecimento de quem me lê que a minha Saroca, sendo de Novembro, é daquelas crianças com entrada condicionada no 1º ciclo.
Depois de falar com a educadora, com a auxiliar, com a professora do meu mais velho, com a família, chegámos à conclusão que não existem razões para a reter um ano. vamos increvê-la no 1º ciclo e a vaga logo se verá.
O problema é mesmo esse: a vaga. Se a entrada está condicionada por razões de idade, por se achar que as crianças não têm maturidade, porquê fazer as coisas dsta forma? Não seria melhor dizer que entram as crianças que completam os 6 anos até data X, e que depois desse dia só no ano lectivo seguinte?
É que é um stress para eles e para nós, se não vejamos, e falo do meu caso pessoal:
-a minha filha está numa sala de pré-escolar em que a maioria das crianças vai este Setembro para o 1º ano,
-ela já começa a achar-se bebé porque os amigos lhe dizem que ela vai para os bebés, e eles para a escola dos crescidos,
-as creches não fazem salas de acordo com a "idade emocial" das crianças, mas por ano civil, sendo que têm miudos nascidos a 1 Janeiro e outros a 31 Dezembro, que se mais tarde nem se dá por ela, em tenra idade faz muita diferença,
-terei de matricular  a miuda também no pré-escolar, que caso não tenha vaga vai ter de repetir, o que é sempre bom para crianças com falta de maturidade emocional própria da idade, pensarem que são "menos" que os outros, porque eles avançam e elas não
-a matricula terá de ser na escola pública porque: nao posso pagar um privado, a creche actual não pode ficar com ela,
-a escola tem um horário igual ao meu, razão que pesou muito para não a ter mudado no ano lectivo corrente e assim ela entrar no 1º ciclo com todas as preferências dadas,
-é que isto não é carne nem peixe: uns entram, outros não, outros vão 1 mês para um colégio e depois pedem transferência. Daqui a um tempo vamos ter umas gerações engraçadas.
Porque é que não se resolve isto logo de vez, colocando uma data especifica e não entradas condicionadas a vagas. Será que se esquecem que estamos a falar de crianças e respecitvas famílias?
Na reunião falámos de muitas outras coisas: do projecto educativo que estão a desenvolver com os meninos, da praia, dos trabalhos, do comportamento, das festas, mas o assunto "escola primária" está a chatear-me (como diz a minha filhota quando algo não lhe vai bem).
Sou só eu a pensar assim? Será porque conheço miudos que a data de nascimento nada tem a ver com o seu aproveitamento escolar?
O que dizem vocês?

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Ouvidos

Postado por Nany às 2/16/2016 01:39:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
Há quem não sofra deles, há quem sofra todos os dias.
O Pedro, é daqueles miudos que acertaram na questão, com otites desde pequeno.
Na csemana passada fomos ao otorrino de urgência, já que mesmo sem ele se queixar estava a deitar sangue de um ouvido, não por causa de alguma ferida, mas por causa da infecção.
Mesmo a antibiótico ele na sexta feira queixou-se com dores. O que acontece, é que com resultados das análises nos apercebemos que a infecção é resistente à amoxicilina e o antibiótico à base da mesma nada estava a fazer. Gotas para colocar, e para a semana voltamos.
Ele está cheio de medo de ter de ser operado novamente. O tecido granuloso que deu origem à cauterização que teve de fazer, voltou. Para já vamos fazer tratamento preventivo e nada de água naquele ouvido.
Sim, mesmo que me digam que há coisas piores, para mim e principalmente para ele isto não é pêra doce.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

"Eu caco*"

Postado por Nany às 2/15/2016 01:34:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
* Eu descasco (Filipe - 2 anos)

No meio do tumulto que têm sido estes últimos dias, que ultrapassam a falta de tempo, é sempre bom escrever sobre coisas boas.
O Filipe, começa a fazer as suas pequenas frses, com a linguagem normal de alguém com 2 aninhos, mas o melhor de ontem não foi a frase do "eu caco", foi ele descascar a tangerina toda e ma dar á boca, aos gomos como costumo fazer com ele (por vezes gosta que lho faça, mas a maior parte das vezes adoroa comer sozinho).
O meu reguila, que adora mimos mas é um safado consegue desarmar uma mãe e por-lhe um sorriso e dar-lhe uma boa disposição até agora.
A melhor tangerina que comi até hoje ☺♥

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Férias de Carnaval

Postado por Nany às 2/10/2016 01:59:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Mini férias, ou melhor, pausa lectiva.
Nestes dias estudámos a tabuada, o inglês e amanhã logo veremos se terá testes ou não.
Decidi ajudá-lo da melhor forma possível e ver no que dá. Assim que o sentir mais inseguro em relação ao inglês irei pedir para falar com a professora e acertarmos agulhas.
Vou também falar com a professora de inglês do ATL, que  sempre me pareceu ser bastante competente e acessível, por forma a acertar o passo com ela também.
Nada de pressas nem pressões.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Alergologia e Otorrino, à mistura com ortopedia da mãe

Postado por Nany às 2/06/2016 08:00:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Fui a uma consulta de alergologia com o Pedro, na quarta feira passada, e na mesma descobrimos que ele estava com uma infecção no ouvido, consulta de urgência de otorrino, conclusão: otite média crónica.
Vai uma pessoa com um filho fazer testes de alergologia - que não fez - e descobre que ele tem o ouvido em sangue por causa da infecção.
E neste vei e vem, só de tarde é que a mãe (euzinha), descobriu que a grande traulitada que deu com o pé na arca de madeira lhe partiu um dedo.
A sério 2016? Podes, se faz favor, só trazer coisas boas?

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Carnaval 2016

Postado por Nany às 2/05/2016 04:40:00 da tarde 3 comentários Links para esta postagem
Por cá temos um Polícia Pedro, uma Bela Adormecida Sara e um Pequeno Príncipe Filipe.
E por aí?

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

As professoras/mães que me leem que se acusem

Postado por Nany às 2/01/2016 01:29:00 da tarde 2 comentários Links para esta postagem
E me ajudem.
O meu filho mais velho anda no 3º ano e como todas as crianças tem inglês, que se tornou obrigatório este ano.
Ora, a professora de inglês é uma senhora (que nunca vi, pois e apesar de convidada para a reunião de avaliação não esteve presente - razões que me ultrapassam), que ao dar a matéria a estes meninos é na base do: dá a matéria, passa à seguinte e assim sucessivamente até à data do teste.
Não faz revisões, dá por exemplo matéria sem que eles tenham bases para tal (antes de terem conhecimento geográfico dos países, apareceu no teste uma pergunta em que os tinham de localizar), e aparece no teste vocabulário não ensinado (chair por exemplo - nem faziam ideia).
Foi-nos disponibilizado a planificação anual, que a mim me diz muita coisa no geral e nada no particular.
Preciso de mais para me orientar e para estudar com ele.
Acham que me borrife e pegue num livro de exercícios e por ai sigo, ou armo-me em mãe chata e começo a fazer marcação cerrada em questão de matéria.
Só para vos dar um exemplo, daquilo que estou habituada, a Professoa titular da turma, além de marcars os testes com antecedência, nas semanas antes manda no caderno diário a informação da matéria que irá ser alvo de avaliação.
Estou com vontade de me armar em mãe emplastro, por outro lado a senhora não gosta de emplastros e tem o péssimo hábito de "descontar" nos filhos das mães/pais emplastros (disseram-me).
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez