quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

De onde conheço eu isto?

Postado por Nany às 2/29/2012 11:29:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Vi aqui

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Tiradas do filho mais giro e fofo do mundo - o MEU

Postado por Nany às 2/28/2012 10:32:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
-Mamã, linda gosto tanto de ti. És a minha princesa.
(pronto, o miudo sabe dar a volta à mãe)

-Olha, quantos são estes mais estes? (isto dito com os dedos levantados)
-8
-Boa, mãe, és mesmo esperta! (isto depois dele ter contado os dedos, mais de uma vez para ter a certeza)

-Mãe quero um cão.
-Não.
-Porquê? Sou o único que não tem um animal de estimação.
-Porque somos alérgicos ao pelo. Mas podes ter um peixinho.
-Boa, vou ecolher um tubarão, ou um polvo, ou um salmão. Eu gosto de comer salmão. Poder ser da cor que eu quero?
-De qualquer cor, desde que haja na loja.
-Quero laranja.......não amarelo........não vermelho do Benfica.

-Quero um mano.
-Mas tu tens uma mana.
-Mas quero outro e quero um mano. Mas gêmeo.
-Não dá filho. Estavas sozinho na barriga da mamã, e para ser gêmeo tinham de estar os dois.
-Mas eu quero como o pai.
-O pai e o Tio Nuno estavam os dois juntos na barriga, por isso é são gêmeos.
(depois de pensar um bocadinho)
-Ó mãe, fazes assim, deixas beber água e depois cresce, cresce, cresce e fica como eu, um mano gêmeo.
Ora, andei eu anos a tentar ter filhos e a solução era tão fácil como juntar água?

Hoje lembrou-se de um póneizinho, mesmo pequenino que lhe dei à algum tempo. Foi à procura mas não o encontrou, só aquela carta/cromo que vinha com ele.
Hoje as meninas não me largam. Vão gostar todas de mim, ai vão vão.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Otite

Postado por Nany às 2/27/2012 09:55:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
Uma em cada ouvido que a miuda nãoe é de meios termos.
Ranho, muito mesmo. Febre só no hospital quando no Sábado foi lá com o pai (sim, que os homens também têm de la ir sozinhos para verem como é).
Antibiótico por 7 dias e muito chorona, muito agarrada, muito mimenta.
Eu gosto, confesso, não da parte da miuda estar doente como é óbvio, mas da parte mimenta. O pior é que não consigo fazer nada, com uma piolhita ao colo como é que eu faço seja o que for?
O mano, tadinho, anda no meio sem saber bem o que se passa. Na brincadeira deu com um brinquedo na cara e tem uma belíssima nódia negra na maçã do rosto, mesmo no osso. Belo, um fim de semana espantoso este.
Falta muito para acabarem as viroses?

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Raios partam as alergias!!!!!!

Postado por Nany às 2/24/2012 10:28:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
Tenho a Sarita com uma enorme crise de rinite. Teve febre na quarta e ontem fui com ela do médico.
Rinite, em grande. Brufen por 5 dias, muito soro e aerossóis.
Ainda tive medo que fosse algumas das doenças que por aquela sala polulam (escarlatina, papeira, eczema).
A miuda já toma zyrtec todos os dias, mas este tempo sem chuva não ajuda nada. Para o mês que vem temos alergologia, logo se vê.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Datas a reter

Postado por Nany às 2/22/2012 10:56:00 da manhã 5 comentários Links para esta postagem
No fim-de-semana, mais propriamente no Sábado 18 Fevereiro 2012, descobrimos o primeiro dente de leite do Pedrocas a abanar.
O moço anda desejoso que ele caia para a Fada dos Dentes lhe dar uma moeda, e não percebe porque na creche há meninos que têm mais de um dente a abanar.
Ontem, dia 21 Fevereiro 2012 a pipoca Sarita disse pela 1ª vez Mano, mais ma-nho, mas fez do irmão um rapaz muito feliz.
E agora toca a trabalhar, que se ontem tirei um dia de férias porque a creche dos meninos fechou, hoje é dia normal de trabalho.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O prometido é devido

Postado por Nany às 2/20/2012 10:49:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
O ninja sem máscara porque não a queria usar.
A índia sem penas que na cabeça só aceitou o gancho e depois de uma birrinha para vestir o fato.
O Pedrocas teve direito a desfile com os amiguinhos da creche, uma voltinha pequenina, da creche ao centro comercial do bairro onde lhes deram chupas. A Sarita teve direito a desfile privativo para os meninos das outras salas.
E o vosso Carnaval?

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Hoje tivemos

Postado por Nany às 2/17/2012 10:16:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
Um ninja que não queria usar a máscara, e por isso deixá-mo-la em casa e uma índia, que pelo choro não gostou do fato feito na creche.
Depois mostro fotos.
Bjs e bom fim de semana

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Férias

Postado por Nany às 2/16/2012 11:10:00 da manhã 2 comentários Links para esta postagem
Ai que vontade de ir de férias, mas não dá, ainda não dá.
Mas o que preciso mesmo é de dicas. Sítios giros, baratos, para 2 pais descansarem, mimarem e brincarem com 2 piolhos reguilas, mexidos e que passam o dia ligados à corrente.
Alguém me ajuda?

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Infertilidade

Postado por Nany às 2/15/2012 11:01:00 da manhã 6 comentários Links para esta postagem
Uma palavra feia, um grande monstro, daqueles bem grandes piores que o bicho papão, ou todos os que nos assustam na infância, adolescência ou idade adulta.
Nasci e cresci numa família onde as mulheres tinham medo que os homens olhassem para elas de viés senão pumba...estavam grávidas. Como dizia a minha vó (bisavó), bastava um sacudir as calças que tinha de ir procurar a parteira para um desmancho. Menos a minha mãe, que também teve problemas para engravidar de mim.
Cresci a querer ser mãe. A sonhar com o dia que teria os meus bebés. A cuidar deles, a dar-lhes banho, papinha, brincar com eles. Já tinha os nomes escolhidos, os meses de nascimento, a diferença de idades, a minha idade quando teria o primeiro e o segundo. E de repente....bem de repente não me puxaram o tapete, tiraram-me o chão, o céu, o mundo e o universo de uma vez.
Chorei tanto, mas tanto que nem sabem (quer dizer, sabem, pois quem passa por isto sabe).
Berrei, gritei, chateei-me com Deus, com o mundo, com todas as mulheres grávidas, em particular com aquelas que ora bolas, estou grávida outra vez, que grande chatice. Fiz as pazes com Deus, rezei muito, não fiz promessas mas prometi o meu coração. Comecei a suportar grávidas e a ser genuinamente feliz por elas, afinal não eram elas que me impediam de engravidar.
Odiei sempre o não penses que acontece, o vai de férias que vens de lá grávida. Apetecia-me perguntar a esssas mentes iluminadas se era uma mezinha que resultava com tudo ou com o facto de ser infértil.
Tive de programar o romance, o sexo, as posições, as almofadas debaixo do rabo. Fazer o que mandava a ciência e as mezinhas dos avós.
No dia em que soube estar grávida pela 1ª vez fiquei tão feliz, mas tão feliz que passava a vida a acariciar a barriga. Fui ao médico e.....cai no chão. Saco sim, o bebé não se desenvolveu. Internamento, curetagem. És forte e tal, aguentas firme. Tantas mulheres o fizeram e fazem, olha a prima da amiga da vizinha do outro...., e eu apetecia-me mandar essas pessoas para um certo sítio e não podia. Não pude fazer luto porque tinha de ser forte e tal, mas quando a força me faltou estatelei-me ao comprido e chorei tanto mas tanto que pensava não ter mais o que chorar. Valeu-me já ter o meu filho nessa altura.
A 2ª vez que engravidei, o medo, o pavor de acontecer o mesmo. Os valores da BHCG sempre foram tão fraquinhos. A placenta deslocada, a amniocentese, as contracções e o repouso às 20 semanas. Ele nasceu e eu venci, deu um pontapé na bunda da infertilidade.
Mas ela é grande e ora toma, queres outro vais ter de fazer tratamentos, sem anticoncepcionais nem nada. A contar dias, a medir temperaturas, a não pensar nisso. E engravidei pela 3ª vez, e tive medo (os valores da BHCG baixíssimos), tanto medo que nem revelava o nome dela, mas graças a Deus correu tudo bem e voltei a dar outro pontapé na bunda, daqueles que mandam a infertilidade para onde Judas perdeu as botas.
Então e depois? Depois a gaija aprendeu o caminho de volta, desapareceu-me com o DIU e mostrou-me que brincas brincas mas não engravidas.
Se dói? Dói, vai doer sempre. Já tenho 2 mas dói sempre. Não da mesma forma, não no mesmo sentido, é mais aquela sensação de saber que não conseguirei jamais engravidar sozinha.
Se tomo a pílula? Sim, controla-me as hormonas e outras coisas mais, o facto de ser um anticoncepcional é secundário. Não posso, aliás podemos, ter outro filho. Não é a idade, sendo um factor importante, são as condições de vida. Claro que a criança não iria passar fome, mas tenho consciência que não dá. Dá mas não dá, percebem o que quero dizer?
Ter uma criança não só são as fraldas, as papas e os leitinhos. É a educação, a escola, o vestir/calçar, o querer dar o melhor para os preparar para um futuro incerto.
Se queria ter o 3º? Sim, queria. Quero. Mas não dá. Como já disse, faz-me falta o Gabriel e/ou a Sofia. Talvez por causa do que aconteceu na primeira vez. Mas não vou fazer por isso, vou viver a vida fazendo pelo contrário.
A infertilidade está cá. Aceitei-a como parte de mim, tal como um braço ou perna, mas se eles não me definem, ela também não. Tenho os meus dois grandes amores, o amor-pai, a família, os amigos e a mim, tenho o direito e a obrigação de ser feliz. A infertilidade está fechada na gaveta. Eu sei onde, ela também. Ela que fique lá, eu vou viver a vida e tentar ser estupidamente feliz. Criar, educar os meus filhos e fazê-los estupidamente felizes.
O Gabriel? A Sofia? Numa próxima vida quem sabe.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

E porque hoje é o Dia dos Namorados, mas na creche se comemora o Dia dos Amigos

Postado por Nany às 2/14/2012 11:43:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Pinterest
Aos meus dois amores mais pequenos, fruto de um amor maior.
Ele deu beijinho à sua namorada, a Sarinha. Ela mandou-o pastar, mas depois foi atrás dele para dar um abracinho.
Eu tive direito a dar um beijinho ao pai. Vá lá, não foi mau, mas só no nariz :)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

E porque andava a falhar

Postado por Nany às 2/13/2012 01:52:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Os dois oferecidos pela Maggie e decidi responder aqui. Obrigado desde já :)
 Liebster em alemão significa favorito, querido, amado.

Recebê-lo significa que o meu blog é muito querido pela pessoa que mo ofereceu, Obrigada!

As regras são:
1. Link de volta com o blogger que lhe deu; http://eueasminhasmiudas.blogspot.com/
2. Cole o selo no blog; Feito
3. Escolha 5 blog's para passá-lo, que tenham menos de 200 seguidores; Hmm, assim de repente lembro-me da minha São, e de resto acho que todos já o têm
4. Deixar comentário a avisar que estão a receber o selo. Eu depois telefono, assim posso coscuvilhar um bocadinho


Então as regras são:

1. Colocar quem criou o selinho; Tá no selo
2. Colocar quem enviou o selo; A Maggie
3. Colocar as 10 coisas que marcaram 2011;
4. Passar para 10 blogs.

Agora vou tentar responder:
1- O internamento da minha filha
2- O facto do meu filho ser um menino crescido e ter entendido tão bem a razão da mãe estar no hospital com a mana e de não poder fazer a festa do seu 4º aniversário
3- Que há amigos e amigos. Família e família e que são mesmo aqueles que menos esperamos que nos estendem a mão.
4- Que as pessoas podem mudar, eu incluída.
5- O 1ª aniversário da minha filha
6- O facto de o DIU ter desaparecido para parte incerta e voltar à pílula quase 9 anos depois
7- Que não importa o tanto que me esforce, no trabalho há mesmo coisas que não mudam.
8- Que tenho de começar a aprender a dizer não
9- Que eu também valho a apena
10- Que a infertilidade, o monstro da minha vida, não foi vencido, mas está numa gaveta fechada e não me faz a mossa que fazia

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Consulta de Pediatria

Postado por Nany às 2/10/2012 11:22:00 da manhã 5 comentários Links para esta postagem
Temos uma Sarita manhosa, chorona, mesmo muito chorona, que detesta estranhos e demonstra-o em plenos pulmões.
De resto está bem, apenas constipadita e temos de continuar as lavagens nasais, muito soro e aspirar o nariz (coisa que ela anda a detestar).
É pinguinha, percentil 25, mas de resto saudável e isso é o mais importante.
Falei com ela sobre as quedas que a Sarita dá e a médica descansou-me pelo facto de, não só está a firmar o andar, como também está a aprender a andar, apesar de para nós ela já andar. Sapatos confortáveis, que mantenham o tornozelo direito e formativos, aqueles que nós queiramos, seja Chicco, seja Prenatal, seja que marca for. Sabrinas ela não aconselha por não darem apoio nenhum, mais vale andar descalça.
Como a Sarita pouco ou nada gatinhou é normla que venha a ter os joelhos rodados para dentro, mas isso cura-se com muita bicicleta, andar descalça e andar na praia. Em princípio não se prevê que venha a precisar de sapatos ortopédicos.
Dentes tem poucos mas nada de preocupante, ela deu-me o exemplo dos filhos (tem dois) e são tão diferentes que nem aprecem irmãos, mas ao mesmo tempo muito normais.
Fala pouco mamã, papá, bebé, mas percebe tudo o que lhe dizemos, ao ponto de quando não lhe interessa se virar e dar-nos desprezo. Sou seja, bebé normal para 15 meses e foi mesmo isto que quis ouvir.
 

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Mais uma chamada da creche, mais uma ida às urgências

Postado por Nany às 2/06/2012 02:45:00 da tarde 5 comentários Links para esta postagem
Na Sexta toca o telefone: Creche. A Sarita muito congestionada e com dificuldades respiratórias. Chego lá estava tal e qual como quando a deixei, dizem-me que melhor e com menos tosse.
Fomos para casa, aerossóis e muito soro, o normal.
As noites são sempre o pior e as do fim-de-semana, especialmente sxta para sábado e sábado para domingo assim foram: muita tosse, muito ranho e a dormir ao colinho da mamã.
No Sábado a primeira febre, 38.3º, não fez mais.
No Domingo de manhã o Pedrocas queixava-se com dores de barriga e vomitou 3 vezes ainda em jejum. Não queria comer nada. Como na véspera na brincadeira bateu com a testa na parede fiquei preocupada e levei os dois ao hospital.
Ela tem o nariz entupido, continuar com soro e lavagens nasais bem como com os aerossóis.
Ele felizmente foi só uma indisposição passageira.
Quando é que passa este tempo de ranhos, tosses e afins?

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

E aos 15 meses

Postado por Nany às 2/03/2012 10:54:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
Estamos com 9675kg e 75cm, tudo no percentil 25, o dela desde que nasceu.
Lembro-me de nas ecografias o médico dizer que ia ter um bebé muito grande....pois, é uma piolhinha.
Agora vmos ver o que diz a pediatra na terça, sim que estas medidas são as da consulta de enfermagem no centro de saúde.
As vacinas dos 15 meses também já estão, bem como uma dermatite/eczema/qualquer coisa da xuxa + baba + frio que obrifa a um creme duas vezes ao dia e um xarope por 10 dias por causa da bendita renite alérgica. Tirando isso, linda, fofa, malandreca e muito mas mesmo muito Princesa.
O Príncipe porta-se bem na creche, é uma criança normal mas gosta de dizer a verdade (boa, filho!). Vamos ter sarau de ginástica lá para Maio, bem como o teatro da Carochinha e João Ratão. Qualquer dia temos lá em casa a visita de um cãozinho contador de histórias, mas entretanto ainda festejamos o carnaval.
A praia será nas últias duas semanas de Junho e só de manhã, já que em Julho os preços são mais do dobro do ano passado, o dia todo também é bastante caro, por isso umas 2 horitas de praia e vá lá.
Já agora, ninguém tem contactos com uma boa, fiável e responsável empresa de transportes de crianças, que queira trabalhar com uma IPSS e que faça preços simpáticos (zona Amadora)?
Bjks

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

15 Meses

Postado por Nany às 2/01/2012 10:31:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
De pipoca doce, de amor maior, de princesa, de lindinha, de fofura.
De gritinhos, de birrinhas, de ternuras, de choros, de mimos.
Hoje fazes 15 meses o meu amor pequenino, aquela que me ensinou a verdade sobre o coração de mãe: cabem todos e amam-se todos com a mesma intensidade.
15 meses de descobertas, a mexer em tudo o que não deve, a brincar aos legos com os taparueres e a levar os tachos embora da cozinha.
Gostas de abrir gavetas e guardar lá as coisas. Fechas todas as portas e ficas à espera que se tornem a abrir. Corres a casa toda, aos gritinhos de felicidade ou a palrar e palrar.
Adoras a Xana Toc Toc que se torna uma preciosa ajuda ao jantar, quando o sono é tanto que nem queres comer.
Adoras sapatos, laços e ganchinhos no cabelo, especialmente as minhas bandoletes mas não as tuas fitas. Gostas que te digam que estás lindas e abres um enorme sorriso. És mesmo uma miuda vaidosa.
Já dizes mamã e papá, e o pai não cabe nele de tanta felicidade quando o chamas.
Com o mano é uma loucura: ou o amas de paixão, ou o repeles, ou nem sequer lhe ligas. Ele chama-te princesa, fofinha, Sarinha e  dá-te tantos mas tantos beijos que ficas enjoada. Adoras tomar banho com ele e ris que dá gosto.
Comes de tudo, recusas sempre a primeira colher, mesmo o primeiro gole de água mas comes de tudo. Fruta só maçã e pêra, não consigo que comas outra.
És conhecida como uma safada atrevida na creche pelo ar de malandra que fazes quando te dá para a traquinice. Mesmo sendo a mais novinha já te desenvencilhas se bem que por vezes sofras na pele por teres amigos 1 ano mais velhos.
Tens uns caracóis deliciosos e és um doce a dormir, no teu horário é sempre certo.
Continuas a fazer uns cocós enormes e às vezes é roupa atrás de roupa.
Gostas quando pego em ti para dançar e cantar a pitinha, ou doidas andam as galinhas, ou mas músicas do Panda e dizes sempre com o dinho no ar que não, não, não ou o xu-xu-à.
És o meu AMOR, a minha PRINCESINHA, a minha menina linda. E todas as noites ao deitar quando digo que te amo muito é mesmo verdade. És o meu coração, a minha alma e a minha luz.
AMO-TE daqui até ao céu e de volta um milhão de vezes Sarita.
Beijocas grandes da tua mamã
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez