quinta-feira, 30 de julho de 2015

Avaliação da Sarita - Sala 4 anos

Postado por Nany às 7/30/2015 08:00:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
A - Adquirido
PA - Por Adquirir
EA - Em Aquisição

Área de Formação Pessoal e Social
  • Sabe dizer o nome e a idade - A
  • Identifica membros da família - A
  • Reconhece as diferenças na utilização do wc entre meninos e meninas - A
  • Vai sozinho à casa de banho - A
  • Começa a limpar o que suja espontaneamente - A
  • Pede ajuda quando sente dificuldades - A
  • Participa na conversa do grupo - A
  • Aceita o adulto e colabora com ele - A
  • Escolhe amigos para trabalhar e brincar - A
  • Sabe a localidade onde mora - A
  • Designa as principais partes do corpo - A
  • Trata da sua higiene pessoal - A
  • Conhece e utiliza os espaços envolventes - A
  • Respeita as regras dentro e fora da sala - A
  • Participa ativamente nas tarefas da sala - A
  • Pede desculpa sem que seja necessário lembrar - A
  • Partilha objectos / materiais com os outros - A
  • Sabe esperar pela sua vez em diferentes situações - A
  • Começa a controlar os sentimentos e emoções - A
  • Resolve pequenos problemas sem ajuda - EA
  • Compreende e executa uma ou mais ordens - A
  • Inicia e termina uma tarefa - A
Área da Expressão e Comunicação
Expressão Plástica
  • Expressa as suas vivências através do desenho - A
  • Modela com a ajuda de utensílios ou com as mãos - A
  • Consegue colorir em espaços limitados - A
  • Rasga os papéis e cola-os - A
  • utiliza a tesoura de forma adequada - A
  • Representa graficamente a figura humana - A
  •  Modela figuras reconhecíveis - A
  • Recorta ao longo de uma linha recta - A
Expressão Motora
  • Controla as diferentes formas de deslocação - A
  • Está definida a mão dominante - EA
  •  Nomeia e localiza as principais partes do corpo - A
  • Revela coordenação, visão-motora global - A
  • Revela coordenação e controle nas habilidades motoras finas - A
 Expressão Musical
  • Acompanha canções com gestos - A
  • Memoriza e reproduz canções e lengalengas - A
  • Utiliza instrumentos musicais - A
  •  Reproduz batimentos simples - A
  • Desloca-se de acordo com determinado ritmo - A
  • Reconhece o som de determinados instrumentos - A
  • Reproduz sequências de movimentos - A
Expressão Dramática
  • Movimenta-se de forma livre e pessoal - A
  • Utiliza linguagem corporal e gestual - A
  • Compreende as mensagens expressas por gestos - A
  • Imita situações e vivências do quotidiano - A
  • Improvisa individualmente atitudes, gestos e movimentos - A
  • Dramatiza histórias simples - A
  • Diz frases: a rir / chorar; alto / baixo; rápido / lento; sozinho - A
  • Começa em grupo a representar para um público diferente do habitual - A
  • Representa com recurso a determinadas técnicas ou objectos - A
Domínio da Linguagem e Abordagem à Escrita
Domínio da Linguagem Oral
  • Descreve uma imagem - A
  • Relata vivências e acontecimentos - A
  • Expressa-se por iniciativa própria - A
  • Compreende a ideia principal de uma história - A
  • Articula corretamente as palavras - A
  • Troca ideias oralmente, ouvindo e falando - A
  • Identifica e nomeia as principais personagens e ações de uma história - A
  • Responde a uma pergunta com uma explicação - A
  • usa frases compostas - A
  • Relata ou conta uma história com  sequência lógica - A
  • Cria histórias simples a partir de images - A
  • Compreende e aplica novos vocábulos - A
Domínio da abordagem à escrita
  • Tem gosto pelos livros - A
  • Faz contornos utilizando objectos / moldes simples - A
  • Aponta e nomeia elementos que faltam numa figura - A
  • Discrimina e identifica formas - A
  • Participa nos registos escritos - A
  • Liga linhas ponteadas com realtiva firmeza no traço - A
  • Representa partes de uma história, acontecimentos, graficamente - A
Domínio da Matemática
  •  Utiliza quadros de dupla entrada - A
  • Distingue em cima / em baixo - A
  • Forma conjuntos simples - A
  • Realiza classificações atendendo a um critério (tamanho / forma / função) - A
  • Faz correspondências - A
  • Identifica quantidades iguais - A
  • Realiza tarefas de ordenação simples - A
  • Reconhece as principais figuras geométricas planas - A
  • Junta partes de uma figura até fazer um todo - A
  • Conta racionalmente até dez - A
Área de Conhecimento do Mundo
  • Tem conhecimento das diferentes condições atmosféricas - A
  • Identifica e nomeia frutos -  A
  • Identifica graus de parentesco - A
  • Reconhece a existência de outros meios - EA
  • Tem conheicmento  sobre os cuidados a ter com o meio ambiente - EA
  • Identifica características de diferentes animais - A
  • Reconhece a utilidade de algumas plantas e animais - EA
  • Está atento às modificações da natureza - A
  • Tem conciência do ar - EA
  • Demonstra interesse pela realização de experiências - A
  • Identifica os alimentos - A
Avaliação Global: A Sara adquiriu a maioria dos conteúdos propostos. Gosta de trabalhar, tenta sempre fazer mesmo  que nem sempre consiga. Continua muito "atrevidinha" e faladora acabando por muitas vezes perder o contexto dos temas, mas depois com a nossa ajuda faz. É uma criança muito atrevida e comunicativa, sempre bem disposta. Muito teimosa e com uma forte personalidade. Atendento à idade da Sara está num bom nível de desenvolvimento.

E eu sou uma mãe muito orgulhosa da sua filhota, que sendo a segunda mais nova da sala tenta sempre acompanhar os meninos mais crescidos, dando o melhor de si.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Avaliação do Filipolas - Sala 1 ano

Postado por Nany às 7/28/2015 08:00:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Adaptação e Comportamento ao Meio Escolar
  • Adaptou-se normalmente
  • Mostra-se satisfeito e contente
  • Brinca com as outras crianças
  • Chama a atenção do adulto
  • Participa nas actividades
  • Mostra atitude positiva com o adulto
A - Adquirido
PA - Por Adquirir
EA - Em aquisição   

Conhecimento de si mesmo e autonomia pessoal
  • Reconhece partes do seu corpo - A
  • Identifica a sua própria imagem - A
  • Adquiriu hábitos de higiene - A
  • Mostra maior autonomia em actividades de rotina (refeição, higiene, vestir, despir) - A
  • Espera a sua vez - EA
  • Utiliza a colher com alguma autonomia - A
  • Pega no copo sozinho - A
  • Descansa durante a sesta - A
  • Adaptou-se às rotinas da sala - A
  • Expressa desejos e sentimentos através de caricias ou beijos - A
  • Mantém mais tempo a sua atenção numa tarefa concreta- A
Conhecimento do meio
  • Relaciona  dois objectos iguais - A
  • Brinca com os seus colegas - A
  • Utiliza normas básicas de cortesia (cumprimentar, despedir) - A
  • Partilha os brinquedos - EA
  • Diferencia pequeno/grande - A
  • Compreende e realiza ordens simples - A
Linguagens: comunicação e representação
  • Compreende mensagens simples - A
  • Conhece alguns animais e o seu som - A
  • Participa em situações comunicativas (canções, conversas) - A
  • Indica e interpreta imagens - EA
  • Aumentou o seu vocabulário e expressão oral - A
  • Escuta histórias, canções e conversas - EA
  •  Participa nas histórias, canções e conversas - EA
  • Imita gestos e acções - A
  • Memoriza canções com gestos - EA
  • Expressa-se com movimentos ao ouvir músicas e canções - A
  • Identifica o seu nome e tenta dizê-lo - EA
  • Participa em atividades de expressão plástica - A
Tenho ou não razões para estar super orgulhosa do meu piolhinho bebé?

sábado, 25 de julho de 2015

20 Meses

Postado por Nany às 7/25/2015 08:00:00 da manhã 0 comentários Links para esta postagem
Estás uma peste reguila, mas tão descarado e doce que só apetece cobrir-te de beijos.
És destemido e não medes as consequências (nem tens idade para tal) e por isso, já voaste do sofá para o chão da sala, passando por cima da mana e aterrando com um estrondo. Graças a Deus foi mais o susto, mas de teres a mãe a acordar-te de hora  hora não te safaste.
Por falar em ser destemido: és capaz de ir mais devagar? Sim, podes crescer saudável e li ndo à vontade, mas podes fazer o tempo passar mais devagar, para apreciar mais as tuas aventuras? O facto de já chegares aos interrupteros da luz e te aperceberes que se a acendes em bicos de pés, para apagar tens de subir a uma cadeira, nem sempre da forma mais segura? Podes deixar de correr atrás de qualquer cão que encontres na rua sem medos, nem receios, que eles se atirem a ti? Subires para cima da tampa da sanita, para como a mana te veres ao espelho e chegares à banheira de bebé? Podes deixar de te pores de joelhos em cima das grades da tua cama para em seguida tentares atirar-te para cima da do mano - ias conseguindo não ias?
Amor, eu adoro ver-te a alcançar etapas no teu desenvolvimento, mas detesto que elas te provoquem mazelas, te façam chorar. Eu sei, não me faço entender: quero que cresças, mas quero que sejas pequenino, que sejas só meu. Não gosto de te ouvir chorar, nunca gostei, nunca irei gostar. Sabes, a única vez que te fiz chorar foi quando voaste do sofá e eu te sacudi para te tirar daquele estado de choque/susto, foram os segundos mais longos da minha vida.
É tão bom ouvir o teu mãmãaaaaa, ou mãiiiiiiii quando estás chateado comigo. Ouvir a tua algarviada quando falas ao telefone ou ralha connosco. Pedires o teu paó (pão), atachas (bolachas), aua (água) , patho (sapato), chamares a mana chacha (Sara), o mano peú (Pedro), os pi-pius, o caó (cão), o Pai de papa, sim, não papá o que confunde chamares o Pai e pedires comida.
Quereres tirar a fralda como os crescido e desatares a rir quando te mudo a fralda porque te pões a esticar a piinha (pilinha). Achares que consegues ir à sanita, mas não entenderes como chegas lá acima sozinho.
És um menino que até hoje come de tudo e não recusa nada. Desapareces com as azeitonas que estão em cima da piza, comes caracóis como se não houvesse amanhã, adoras o teu pãozinho, queijo enrolado e em bolinhas, rolinhos de fiambre, carne, peixe, mais arroz que massa, algum puré de batata num empadão temperadinho, pepinos (salada em geral, se bem que te engasgas um pouco com a alface), ou seja, de tudo um pouco. És, graças a Deus, boa boca.
Tens paixão por cães e bolas, os dois fazem as tuas delícias, em conjunto e em separado.
A mana já começa a ser considerada como parceira de brincadeiras, embora ainda se chateiem mais um com o outro, do que te chateias com o mano. O mano, bem esse, faz tudo o que queres e tu adoras as brincadeiras malucas dele, aliás, se ele faz algo que te desgosta ralhas com ele e fica o assunto resolvido (é divertido ouvir-te ralher com ele, e claro o mano acha-te o máximo quando o fazes).
Já começas a confiar mais nas mulheres, mas mesmo assim, ainda dás mais confiança a homens.
Que mais posso dizer de ti meu amor? Sei lá, tanta coisa, só não consigo pôr em palavras o quanto te amo, o quanto és importante para nós, o quanto te adoro.
Só consigo dizer, repetindo-me até o infinito que te amo muito e és o meu mais doce, lindo, fofo e reguila amor pequenino de olhinhos de azeitona.
Adoro-te meu rico filho

quinta-feira, 23 de julho de 2015

O que não se deve dizer aos filhos (e a ninguém já agora)

Postado por Nany às 7/23/2015 10:52:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Estava a ler o site do Sapo LifeStyle e deparei-me com um artigo das Sete Frases Que Não Pode Dizer ao Seu Filho. Não serão apenas estas sete, reconheço que dependendo do filho mais exisitirão, mas estas sete são quase pecados mortais.
Não são para dizer aos filhos, ou a quem quer que seja, além de serem frases que se devem ensinar os nosso filhos a não dizer. É que além de não as dizer aos meus filhos, chateio-me quando alguém as diz e também não quero que eles as digam. Óbvio que como crianças pequenas que são, dizem algo parecido no calor do momento, mas com o tempo vou-lhes incutindo que não são para dizer a ninguém.
Mas, que frases são?
1 "Nunca fazes nada direito" - nunca, mas mesmo nunca? Ou será mais nunca fazes nada do jeito que eu quero que faças tim tim por tim tim? O não fazer direito parte do princípio que a criança sabe o que é "direito", que lhe foi explicado e exemplificado por vezes.
Os meus filhos fazem coisas que para mim não estão "direito", mas se calhar, se eu lhes mostrar o meu "direito" eles até aprendem e fazem melhor que eu. Desvalorizar por completo o que o outro fez sem encontar o seu "direito" é desvalorizar o seu esforço, a sua vontade.
2 "Devias ser mais parecido com o teu irmão" - não, não devias, por muito que sejam parecidos fisicamente não devias. És único, és especial, tens qualidade únicas que te tornam o melhor filho do mundo.
Quando era pequena fui muito comparada a uma pessoa de família (não a irmãos que não os tenho) e ainda hoje dói. Dou-vos um exemplo: essa pessoa quase 3 anos mais velha tinha e tem uma letra mais bonita, eu no início do meu percurso escolar não tinha e ainda hoje não tenho uma letra especial (aliás, não a considero bonita de todo). Privo-me de escrever manualmente, preferindo os pc's porque ainda hoje oiço a voz que me diz ter uma letra horrível, não comparável à beleza de letra da pessoa X. Com 39 anos, custa muito ser comparada negativamente porque pessoa Y ou Z faz isto ou aquilo, imaginem agora numa idade mais tenra. Podemos não demonstrar mas dói, mas uma criança? Vão por mim, a comparação vai acompanhá-la sempre.
3 "És feio. És gordo. És burro. E variantes..." - sem comentários. Quem pensa que dizer algo parecido é normal e sem problemas de maior tem uma qualquer dificuldade  psicológica e social. E quem diz isto a um filho.....pois.
Como mãe acho que os meus filhos são os melhores do mundo, em tudo: os mais lindos, os mais inteligentes, os mais eloquentes, os melhores portanto. Mas também conheço os seus defeitos, não tenho é de ser má e mesquinha com eles por isso.
4 "Tenho vergonha de ti" - já dizia a minha avó que vergonha é roubar e ser apanhado. Vergonha de um filho? Fez algo de cruel e inominável? Não? Então se calhar é melhor ver o porquê daquele comportamento em vez de dar um exemplo vergonhoso.
5 "Nunca devias ter nascido" - não o tivesses feito. Já ouviram falar em contracepção? A maior das alarvidades ditas a um filho. Este deve sentir-se muito desejado e amado pelos pais.
6 "Cansei-me, estou a ficar farto de ti" - que tal estou cansado do teu comportamento, da tua atitude, etc? Mas "de ti"? Pode ser que quando fores velho o teu filho também se canse de ti.
7 "Não chores que não tens motivos" - as crianças nunca têm motivos para nada. Eles têm uma vida super priveligiada, têm tudo o que nunca tivemos, a vida que gostariamos de ter tido, então choram porquê? Se calhar porque estão cansados, aborrecidos, ou quiçá magoados com alguma coisa que dissemos / fizemos.
Haverá alguém que diz isto aos filhos? O pior é que há, e eu já as ouvi.
Por cá têm muito a mania que comparar os meus. Se o dizem a mim, numa de este é mais perspicaz que aquele, mais atlético, mais sossegado, ok. Mas, dizê-lo directamente, sendo que as comparações raramente trazem algo de bom, é motivo para um desentendimento com aquela pessoa. Mas sou mãe leoa, e como costumo dizer, primeiro como a cabeça, e depois pergunto o que foi.

As frases foram retiradas do artigo mencionado.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Sara...a dramática

Postado por Nany às 7/21/2015 12:57:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Tudo, mas mesmo tudo para a minha miuda é alvo de duas coisas: festa ou drama. Se algo existir a que ela não dê importância não vale a pena, ela não quer saber mesmo.
Dormir é um drama, nunca tem sono, tem uns pais super chatos que ela não quer (prefere outros), que a obrigam a ir para a cama e pior, a dormir. Um drama.
Comer sopa é outro drama. A sopa está sempre uma porcaria, que sabe mal e cheira mal. Sempre, o defeito recorrente da sopa é ter legumes, culpa da mãe que só sabe fazer sopa de legumes, só se safa a canja.
Verde, a cor que a chateia e que a mãe a teima em vestir - verdade será que tem uma ou duas coisas verdes, sendo que uma delas é verde somada a todas as outras cores do arco-íris, mas a mãe só a veste de verde. É verdade, tirando os 365 dias ao ano (366 nos bisextos) em que vai quase de cor de rosa integral, intervalando com outras cores a gosto e escolha de S Exa a mãe , veste-a de verde.
Qualquer coisa que não queira fazer, que não está ao seu gosto é um drama, a vida é feita de muito choro, muito guincho, muito bater com os pés no chão e consequentes castigos.
Tirando isso é uma festa: canta desde que acorda até que se deita. Canta na cama, canta a dormir.
Quando não canta dá gargalhadas fenomenais, inventa e conta histórias, pergunta o porquê, do porquê do porquê milhões de vezes ao dia e de noite. Nos intervalos dança, canta e dá gargalhadas.
O cansaço vence-a por KO, mas é difícil, ela resiste nos rounds, dá a volta ao cansaço com uma pinta fenomenal, põe o cansaço a fazer tudo o que ela quer e só depois, muito depois, lá pelas 23/24h é que ele a vence. E ela vai para a cama entre as 21h30 / 22h. Às 07h30/8h está a acordada e com vontade de dormir (durante a semana, que ao fim-de-semana e sempre que não é necessário dorme até lhe apetecer)
Mas, tirando o drama, é a filha mais linda, mais doce e de gargalhada mais fácil, que me dá os melhores abraços e bejinhos.
Sempre bem disposta (quando não contrariada), está sempre mais alegre que triste (graças a Deus).
Conversadora, inquisidora, curiosa, quando não satisfeita com a resposta pergunta e volta a perguntar, mesmo dias depois.
É sem sombra de dúvidas a nossa princesa, que sofre de ciumes de e por causa dos manos, mas sabe que é a menina dos nossos corações.
E vaidosa. Vaidosona que só ela.

sábado, 18 de julho de 2015

Dentolinhas Bebé

Postado por Nany às 7/18/2015 03:42:00 da tarde 0 comentários Links para esta postagem
O Filipocas é o Dentolinhas Bebé, o mano mais velho é Sr Dentolas, cujos dentes têm dado que fazer.
O Dentolinhas bebé, como muitas vezes o chamo tem o incisivo superior esquero a rompar. E ele coça e volta a coçar as gengivas, nestes momentos a melhor amiga é a chucha (nenhum dos meus filhotes gostou daqueles soisitos de silicone para morder).
A mana anda cheia de vontade que lhe caia um dente, tudo porque alguns meninos da sala dela já etão na fase da transição de dentes de leite para dentes definitivos.
E eu ando a servir de fiscal, já que o dentes são para escovar e não para serem afagados com a esvcova. Sou a Fiscal das Dentaduras (só dos meus piolhecos, entenda-se).

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Consulta oftalmologia

Postado por Nany às 7/16/2015 08:12:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Terça-feira foi dia de consulta de oftalmologia.
O Pedrocas está melhor da miopia, pior do astigmatismo. Nada de preocupante e só volta ao médico dentro de um ano.
Vai mudar de óculos e também usar umas gotas, até porque ele tem uma espécie de "tique" fruto de uma alergia.
Neste momento tem -0.75 olho direito e -0.50 no olho esquerdo.
Teve direito a ir passear com a mãe para o trabalho e a divertir-se a ajudar-me. Ficou chateado pelo computador ser uma seca já que é muito lento e não dava para ele ver os filmes que queria :)
Ele acha piada a ir com a mãe, mas acha ainda mais piada se tiver direito a ir almoçar fora, ou a comer um geladito.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Reunião sala Filipe

Postado por Nany às 7/15/2015 02:02:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Algumas novidades:
-trocam de sala (o normal),
-vão começar a ir para o refeitório, até agora tinhma uma sala de refeições privada
-vão começar a usar bata, e hoje é dia de experimentar a ver qual o tamanho a encomendar
-vão ficar com a mesma educadora (o que é muito bom) e uma das auxiliares segue com eles (a que ele gosta mais)
De resto, tudo dentro do funcionamento normal da escolinha e o queremos, é o mesmo que todos os outros pais querem: que sejam felizes e aprendam o que for adequado para a idade deles.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Consulta dentista

Postado por Nany às 7/10/2015 12:45:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
O meu Pedrocas sempre, desde pequenote, que tem sofrido com os dentes. Não é exactamente sofrer mas também não é pêra doce.
Quando era bebé e lhe nasceram os primeiros dentinhos teve febre alta. Na altura dos molares ficou com o rabito em ferida de tão assadinho.
Ao caírem os primeiros dentes de leite os outros não tinha espaço para nascer e desde essa altura que usa aparelho para dormir.
Ainda não está safo desse aparelho (já vai no 2º), e provavelmente irá usar outro fixo mais tarde.
Nestes entremeios temos tido consultas periódicas e feito radiografias (ortopantomografias). Os dentes dele são 1 a 2 milímetros maiores do que a média, por isso ele usa o aparelho, para começar a ganhar espaço na gengiva para os dentes que ainda não nasceram.
Os do siso vêm a caminho e são enormes, não estando de fora a hipótese de arrancar uns para dar vez a outros.
A verdade é que ele agora tem estado melhor a este nível. As consultas também são boas para melhorar e aprimorar a higiene dentária, ele anda a ficar pró na hora de escovar os dentinhos.
Aquela dentição de bebé, com dentes pequeninos e certinhos.....pois, é muito linda, mas quando eles nessa primeira dentição têm os dentes mais afastados depois têm mais espaço quando crescem os definitivos.
Ele vai crescendo, o espaço mandibular também e vamos levar um dia de cada vez. Neste caso até Outubro Senhora Drª.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Nem sei que título dar a isto

Postado por Nany às 7/08/2015 08:00:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
A minha filha é muito branquinha, daquelas miudas que qualquer coisa deixa marca. Mesmo com esta característica, não é miúda de nódoas negras, mas tem a pele sensível.
Dito isto, quero apenas deixar claro que não estou a culpabilizar a outra miúda, apenas pretendo que se converse com os pais.
A miuda em questão tem 5 anos de idade, mas 3 em desenvolvimento psicológico e emocional, também na fala se percebe que quase de certeza necessária uma terapia.
Ora, que as crianças têm arrufos, que agora se zangam e daqui a uns minutos são os melhores amigos todos sabemos. Mas arrufos não são tentativas de entrangulamento, sim, leram bem, estrangulamento.
Eu não vou colocar a miúda em tribunal, eu não quero a miúda suspensa, apenas quero que falem com os pais, que não empurrem com a barriga porque estamos no final do ano. Na vida daquela criança todos os meses contam, todos os dias são importantes.
Quero que olhem mais para ela e por ela, pelos outros. Pelo outro miudo que também tem a mania de bater, de beliscar, de estrangular. Apertar pescoços não é um comportamento normal, beliscar na fúria de crianças é repreensível, morder também, e estrangular é o quê?
A minha veio para casa com o pescoço marcado. Ela, que qualquer coisa a faz queixar nada disse. Um comportamento que percebeu errado mas não soube nomear. Só fazendo a acção a mim é que me conseguíu explicar bem.
Ver a nossa filha com marcas de estrangulamento, sem se saber defender por não perceber o que é, não é fácil. Não é mesmo nada fácil.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Domingo, foi dia de:

Postado por Nany às 7/06/2015 01:21:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Planetário e Museu da Marinha. O primeiro é gratuito para as crianças no 1º Domingo do mês, os adultos pagam metade do preço por sessão, o segundo também foi gratuito.
Passear em Belém, comer um pastel de nata, aproveitar os filhos mais velho (e o marido), chatear-me com ela porque é uma cabeça de vento e larga tudo em todo o lado, descobrir que se o Pedro gosta dos hamburgers do MacDonald's, a Sara gosta de batatas fritas e gelado, mas pouco de cada, explicar ao meu filho que Belém é um destino turístico e daí a quantidade de linguas diferentes que se ouviam (segundo ele não estavamos em Portugal).
Chegar a casa, esmifrar o mais pequeno de beijinhos e dedicar-me à única cois que não em importo de fazer em casa - passar a ferro.
E o vosso fim de semana?

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Uma história para contar

Postado por Nany às 7/02/2015 12:49:00 da tarde 1 comentários Links para esta postagem
Ontem, na hora de partida, todas as camionetes foram a caminho da praia menos a do mais velho, ou melhor ela foi, eles não.
Eu explico, houve uma confusão e a dele levou outros miudos, faltou uma e em vez de sairem pouco depois das 8h (lá pelas 8h20, que o pouco alargasse um bocado),saíram às 10h. Chegaram à Ponte 25 Abril, a camionete avariou, esperar pela polícia e depois seguir viagem após transbordo.
De tarde, depois de almoçarem na mata chuva, chuvada grande que alagou o local e eles tristes por não poderem brincar.
Chegaram cansados, a contar as novidades e eu ri-me, a sério que sim, não foi nada de grava apenas uns contratempos que no fundo são histórias giras para contar mais tarde.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

1 = ♥

Postado por Nany às 7/01/2015 09:00:00 da manhã 1 comentários Links para esta postagem
Autoria na Imagem
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez