quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Reunião na creche

Postado por Nany às 9/27/2012 10:45:00 da tarde 4 comentários Links para esta postagem
Hoje foi dia de reunião na creche, na sala do Pedrocas.
Dia de ele ir rever os amiguinhos de quem já tem saudades.
Falámos de algumas coisas, mantemos outras, sendo que a maior novidade é mesmo o facto da auxiliar que pertence à sala dele ir rodar com a auxiliar da sala ao lado, ou seja, um mês uma, outro mês outra. Se pensarmos que para o ano está na primária isso não os deverá afectar muito até porque já conhecem a auxiliar da sala ao lado desde o ano passado.
Livros da pré, ainda nada, estão em análise. Sei que ele só foi três dias, mas as "aulas" começara já há um mês. A ver vamos. Nas escolas as coisas também não andam tão bem assim.
Continuamos com as bolachas e os cereais a levar no início de cada mês. 3 pacotes do primeiro e 1 do segundo.
Novidade maior é um dossier e uma resma de papel por criança. Será para nos começarmos a habituar às listas de material?

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Operação feita, recuperação em curso

Postado por Nany às 9/24/2012 11:16:00 da manhã 12 comentários Links para esta postagem
A operação correu bem, o acordar foi aquilo que se esperava, complicado e aos gritos.
Passámos a noite por precaução e apesar de ter vomitado a pouca sopa que comeu, algo normal em operações deste tipo, dormiu sem dores e acordou bem disposto.
No Sábado fez o primeiro penso e esta semana estamos em casa. Nada de grandes pulos, grandes brincadeiras, coisas mais calmas e principalmente nada de cabeçadas, por isso jogar à bola nem pensar.
Claro que tem sido uma barrigada de desenhos animados, mas comecei a fazer uns jogos com ele e agora tem-me chamado para jogos do tipo, sejam puzzles, sejam de letras, números ou associações, vamos conseguindo vencer a dona tv.
Posso dizer que o meu piolho lindo se portou super bem e que o pior tem mesmo sido a altura de colocar as gotas, é que ele tem uma esponja no ouvido que incha e sai um pouco na altura, depois pomos uma gaze e um pouco de adesivo para que ela não saia, só que isso faz com que em cada vez que se tem de repetir o processo ele pense que a orelha vem atrás do adesivo, mesmo que eu o humedeça por algum tempo. Ficou com o trauma de quando tirou o primeiro no médico, e do que lhe custou tirar a primeira esponja. Próximo Sábado, novo penso.
Obrigado pelo vosso carinho e preocupação.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Timplanoplastia

Postado por Nany às 9/19/2012 03:39:00 da tarde 6 comentários Links para esta postagem
E é esta cirurgia de nome engraçado que o Pedrocas tem marcada para amanhã.

Já éramos para estar despachados de médicos e cirurgias, mas por razões várias de parte a parte só agora acertámos as agulhas. Entretanto fiquei a saber que terei de pagar cerca de 400€ (haja saúde), que ele terá de ficar lá a dormir (queria e preferia ir dormir a casa) e eu vou assentar arraiais num cadeirão ao lado da cama dele.
De manhã vem comigo para o trabalho e de tarde vamos para a Clínica de St António tratar do ouvido direito. Jejum desde as 8H30 e cirurgia marcada para as 14h, caso o médico, que nunca chega a horas, não se atrase.
A mamã aqui já tem o coração pequenininho a diminuir a cada minuto. O meu miúdo está em pulgas e só me pergunta quando é operado. O meu lindo, que quando foi fazer o Cartão do Cidadão se virou para a funcionária e lhe disse com todas as letras, que quando fosse crescido queria ser futebolista, quer dar um valente chuto no furo do ouvido e arrumar de vez esta questão. A mãe piegas, faz de tudo para não estar de lágriminha no olho.
Rezem por ele, para que tudo corra bem. Eu vou rezar.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Menino Pedrocas

Postado por Nany às 9/18/2012 11:04:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Do alto dos seus 5, quase 6 anos, está um menino crescido, muito crescido, reguila, meiguinho, esperto, mimado e com umas tiradas giras e outras nem tanto.
Olhando para ele ninguém acredita que o miudo só tem 5 anos a caminho dos 6, é que não é só a roupa de 8 anos que veste, não são só os sapatos que não servem, não é só aquele corpinho alimentado a sopinhas, pãozinho, frutas (kilos de frutas que o miudo gosta muito da sua frutinha e ainda bem), carninha, algum peixe (bacalhau não muito, lulas, polvo e afins nem vê-los mas gosta de sardinhas-eu detesto), massas, arroz e às vezes batatas, principalmente se for em puré, especialmente empadão.
O que me irrita é que lhe digam que ele está gordo. Ok, com 27k não é um miudo magro, mas com 1,20 não é um miudo baixo. É maciço e bem consituído. O que me preocupa? O preconceito e que sejam capazes de o magoar ao ponto de ele deixar de comer, ou de fazer parvoíces, nesta sociedade em que a magreza extrema é formosura e uma criança em crescimento tem de ser palito. Se a Pediatra, aquele ser médico, que estudou para tal considera, que o rácio altura/peso está correcto tendo em conta o crescimento dele e todo um outro sem número de factores, quer-me parecer que certas vozes vão começar a ouvir o que não querem.
Para que fique registado, sou daquelas mães más, que se dá 2 maçãs ou 3 laranjas (eu disse que eram kilos de fruta), não dá gomas, nem rebuçados, nem chupas, nem batatas fritas de pacote, nem tão pouco as faz em casa a não ser em situações pontuais, tipo festas. Porquê? Porque, para além de várias consequências do conhecimento geral, tenho na família um caso próximo de alguém que as comia ao desbarato e que ainda hoje, com cerca de vinte e pouco anos, não sobre de obesidade, mas de dentes por açucar em excesso.
É muito meiguinho, adora mimos, beijinhos, abracinhos. Tão depressa brinca às lutas como dá abraços fortes e beijos. Adora a mana e chora quando ela não lhe quer dar um beijinho. É muito sensível e fica sensibilizado facilmente com qualquer situação, boa ou má, seja vivida ou presenciada. Inclusivé em desenhos animados, por isso a tv tem de ser bem analisada e racionada, porque aquela cabecinha ainda está a aprender a seleccionar o que lá entra.
Gosta de aprender, mas gosta tanto que se prende a olhar para tudo e quer sempre mais. Não tem muita paciência para esperar, quer mais e mais. Na escola dizem-me que não é bem assim. Vamos ver este ano na pré. Em relação à pré, ainda nada sei, a reunião está marcada mais para o fim do mês.
É destemido, mas tem medo de dormir sozinho. Gosta de experimentar coisas novas, não queria as rodinhas na bicicleta e à segunda vez de andar sem elas, já levantava o rabo do selim. Gosta de paraia, mas descobriu as maravilhas da piscina, e dos mergulhos. Adorou o Portugal dos Pequenitos e já me pergunta quando lá podemos voltar.
A hora de adormecer continua a ser uma série que já nem sei em que temporada vai. São os sustos, os sonhos, os medos, as conversas. Eu gosto e quero que ele converse, mas também temos de estabelecer rotinas e hora de dormir, é hora de dormir.
Por vezes tem umas saidas mal-criadas que lhe valem uns castigos. Já chegaram a valer palmadas. Anda na fase da gaveta, a antecipar a fase do armário e se tem dias que faz tudo direitinho, tem outros que nem por isso. Para já, come e levanta o seu prato e põe na cozinha, chega a por a mesa e mesmo a levantar, a cama é que se vai esquecendo de fazer. Arruma os seus brinquedos, depois de ser avisado mais ou menos vezes, mas não arruma os brinquedos que sendo dele foi a mana que desarrumou. Nem sempre fala quando falam com ele, o que me irrita solenemente, porque se nos dizem bom dia, o mínimo que podemos fazer é responder, ou se chega um familiar ou amigo à nossa casa devemos cumprimentar.
Mesmo assim, é um menino de ouro, tem umas arestas a polir, mas é uma jóia e amo-o de paixão.
Noto um aumento na sua capacidade de argumentação. No vocabulário, na atenção, no raciocínio. Anda a ficar demasiado preso ao desenhos animados e adora jogar omputador. Estas são logo as primeiras regalias tiradas quando se porta mal, mas com a escola a começar outros horários se impõem, e o meu piolho sabe disso.
Andava com uma tosse alérgica chata, amanhã temos consulta de alergologia e a tosse desapareceu de um dia para outro. Entretanto, tem de voltar a ser operado ao ouvido, e já era para estar despachado, mas por razões várias só deverá sê-lo na quinta. Anda ansioso por isso e deixa por as gotas sem problema nenhum.
O último dente que nasceu, cresceu direitinho, mas atrás de todos porque não arranjou espaço. Não nos vamos mesmo safar a um aparelho.
O meu bebé, está a ficar crescido e eu estou cada vez mais babada, ou melhor mais inchada que um perú em dia de Natal :)

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Regresso à creche, aos horários

Postado por Nany às 9/17/2012 11:55:00 da manhã 6 comentários Links para esta postagem
E acabaram as férias, o acordar quando se quer, ou melhor, quando os miúdos acordam, o ver desenhos na tv nas horas que se quer, o brincar até mais não, o andar de bicicleta, o jogar à bola, o horário flexível sem horários, as idas à praia, os piqueniques mesmo os improvisados no chão da sala.
Eles estão lindos e crescidos, tão crescidos que além das roupas não servirem os sapatos também não.
O desenvolvimento dos dois é algo que me deixa de boca aberta e super orgulhosa a cada dia. Estão amiguinhos e compinchas, se bem que de vez em quando gritem um com o outro, irmãos é mesmo assim, pelo que me dizem.
Ele anda mais responsável, mas temos de ir apertanto o cerco. A irresponsabilidade, a credulidade em tudo, a cabecinha no ar tem de ser orientada. Tem umas respostas tortas que lhe valem uns belos castigos e já deram origem a umas palmadas no rabo. (Sim, sou daquelas que dá 1 palmada no rabo, pasmem-se).
Ela faz tudo e mais qualquer coisa para imitar o irmão. Fala pelos cotovelos. Manda-me parar mas ainda não me manda calar. Está cada vez mais independente e senhora do seu nariz. A nivel intelectual deu um salto enorme e posso dizer que a físico também.
Hoje foram para a creche, início de ano lectivo. Reencontrar amigos e fazer novos. Ele fica na mesma sala com a mesma educadora e auxilirar. Ela muda de sala mas fica com a mesma educadora e auxiliar. Começa a ir almoçar ao refeitório e já usa bata. A minha bebé está a crescer tão depressa.
Depois vou dando mais notícias.
Beijos

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

13 = ♥

Postado por Nany às 9/13/2012 10:00:00 da manhã 3 comentários Links para esta postagem
Net

sábado, 1 de setembro de 2012

22 Meses

Postado por Nany às 9/01/2012 10:00:00 da manhã 4 comentários Links para esta postagem
A dois meses de fazeres dois anos Princesinha, o que te posso dizer Amor?
Que te amo, que és a nossa menina, o nosso docinho.
O pai chama-te de gordinha.
O mano de Sarinha com voz de bebé.
E eu? Olha, eu chamo-te de amor, de princesa, de docinho, de malandra, de atrevida, de Sara Joana.
É que tens tanto de doce como de malandra. De atrevida, como de princesa.
Tens queda para conquistar pelo sorriso, para desarmar pela doçura. És teimosa como tudo e quando o mel e os beijinhos não chegam, partes para os gritos e para a força. Queres e queres e já.
Pois, até parece que tens mau feitio. Não. Tens um feitio próprio. Decidida. Inteligente. Delicada. Princesa. Mas quem confunde tudo isso e a tua timidez própria da idade com fraqueza comete um grande erro. Malandreca atrevida, sabes bem como levar a tua avante.
Adoras cua = rua, queres coio = colo para mexeres no meu cabelo e se está preso dizes sempre poxa mãe, ficando á espera que eu diga poxa filha.
Gostas muito do mano, especialmente de arreliar o mano. Mas sem o teu mano ficas tipo barata tonta. Fazes queixas dele sempre, até dos jeijinhos = beijinhos que ele te dá, mas não contas a ninguém os beijinhos que tu lhe dás. Ele é sempre a pessoas que te faz dar as gargalhadas mais sonoras, os sorrisos mais abertos. É com ele que te divertes mais. É ele que é o teu norte.
O pai. O pai é para fazer tudo. Dar banho. Dar papa. Brincar. Tudo. Mesmo tudo. Todas as tuas vontades. Todas mesmo. Mesmo que ele pense que não. Deixa-o pensar assim, afinal, tirando as tuas birras para dormir e o facto de lhe roubares os gelados ele nem dá por ela. Mas quem contraria a sua Princesinha? Ninguém. Ah, e que ninguém se atreva.
A mãe. Seve para o colinho. Para mexer no cabelo. Para brincar aos bebés. Para as cócegas intermináveis. Para aquelas parvoíces que mais ninguém faz. Mas que queres? As tuas gargalhadas são do melhor que há. E os teus mimos e os teus abracinhos? Ah...nada nos mundo se lhes compara.
22 meses. Quase quase dois aninhos. E um amor tão mas tão grande que explode no peito e prega um sorriso idiota na cara, porque é a melhor coisa do mundo.
Adoramos-te Princesinha.
 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez