sexta-feira, 2 de março de 2012

Ainda a Infertilidade

Postado por Nany às 3/02/2012 09:59:00 da manhã
Se há coisas que me irritam é a leviandade com que o assunto muitas vezes é tratado. Para mim há uma máxima, se não sei não dou palpites, digo que não sei e tento ajudar/consolar/o que seja de outra forma.
Quando chego a casa e começo a preparar o jantar antes de ir buscar os meninos, tenho o hábito de ligar a tv para ouvir barulho e ter companhia. Entretanto arranjo o meu lanche e sento-me 5m a fazer zapping. Já não é a primeira vez que apanho séries, ou melhor reality shows que me fazem rir. Um deles, é o Giuliana & Bill, que se não faz rir, me provocou uma enorme irritação.
O casal tem sofrido com a infertilidade, já fizeram tratamentos in vitro mas infelizmente ela sofreu um aborto. Quem já passou pelo mesmo sabe a dor, conhece-a bem. O que me irrita? O facto de que em cada um dos episódios, em que o casal diz que agora vai descansar dos tratamentos e das tentativas, todos lhes dizem: "agora é que vai ser", "deixas de pensar nisso e engravidas logo".
Apetece-me entrar dentro do ecrã e perguntar se essa máxima serve para todas as doenças e todos os problemas. É que se assim é, deixo de pensar nisso e a minha casa fica paga, ninguém na minha família adoece e se deixar de pensar por completo talvez ganhe até o euromilhões, quem sabe?
Irrita-me que seja esta a mensagem que passe num canal de tv. Sim, é um reality show, mas muita boa gente pensa que é verdade e depois não percebe porque não consegue engravidar, ou pior, não procura ajuda médica porque basta deixar de pensar nisso.
E se dessem uma opinião do tipo: "procura um especialista, que ele é a melhor pessoa para te aconselhar nesse caso".

4 comentários:

Maria Pereira on sexta-feira, 2 de março de 2012 às 10:59:00 WET disse...

A infertilidade ainda é um doença tratada de uma forma muito leve. A maior parte das pessoas pensa precisamente de acordo com os comentários feitos e no fundo só quem passa por este problema sabe mesmo como custa e doi querer ter um filho e não conseguir... Cabe-nos a nós tentar desmistificar esta temática e contribuir para que o máximo de pessoas saiba como esta doença é terrivel e eu sinto-me orgulhosa em dizer que contribui para que isso acontecesse, com a minha familia e amigos mas também dando o meu contributo em programa de tv e rádio que falam do assunto

Ah e tenho um selinho no meu blog para ti, não sei se ligas a estas coisas mas escolhi alguns dos blogs que mais gosto de ler e claro que o teu não podia faltar :)

Um beijinho e bom fim de semana

Célia on sexta-feira, 2 de março de 2012 às 12:34:00 WET disse...

è por essas e por outras, que deixei de explicar, que não é por ter engravidado após a 3 ICSI, que agora vou engravidar "sem querer"..
Sinceramente Cansei de ter de ouvir x sem conta, que como já engravidei, ahora era tiro e queda! Eu bem dizia que sem espermatozoides não há filhos...mas nada, "elas" é que sabem...agora limito me a responder " sim, é por isso que a f (vizinha minha que nunca consegui engravidar) tem tantos filhos!!!

Há coisas que nunca mudam!

Beijokas!

Mamã Petra on sexta-feira, 2 de março de 2012 às 13:52:00 WET disse...

A mim existe ainda outra coisa que me irrita é pensarem na infertilidade como um azar e não como uma doença um problema e que existe tratamento e que pode ou não resultar, como em todas as doenças os tratamentos nem sempre resultam. Falta de informação.

mari on sexta-feira, 2 de março de 2012 às 22:52:00 WET disse...

não sei o que é ter um aborto, mas sei o que é infertilidade, por experiência própria e por casos bem próximos. é muito difícil 'lidar' com os palpites alheios e por isso admiro a coragem daqueles que o assumem ... :S
**

 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez