quinta-feira, 26 de abril de 2012

Ciúme

Postado por Nany às 4/26/2012 10:48:00 da manhã
Era inevitável, mas cada vez está maior.
Ela chora e bate-lhe, arranha-o a doer.
Ele chora e deita-se no sofá triste. Triste porque ela bateu e triste porque ela arranhou.
Ambos querem colo.
Ambos choram como se o mundo fosse acabar.
Eu sento cada um de um lado, mas sinto que tenho urgentemente de arranjar outra solução. Sou beijos aos dois, mimos aos dois, brinco com os dois. O raio do tempo é que não estica e quando dou por mim é sempre tudo a correr: para comer, tomar banho, dormir, acordar, vestir, despachar.
Tento minimizar, digo que a mãe é dos dois. Faço coisas com um e com outro, sozinhos, aos mesmo tempo. Mas é difícil, ela é muito pequena e precisa de muitas ajudas, ele é mais crescido e precisa de ajudas embora esta a trabalhar a independência de uma criança de 5 anos.
Está complicado, e choros logo de manhã, quando o tempo escasseia para dar-lhes tempo de entender, acalmar e aproveitar o mimo, é mau, muito mau.
Formas de lidar com ciúmes de manos, alguém tem dicas?

8 comentários:

Maggie on quinta-feira, 26 de abril de 2012 às 10:54:00 WEST disse...

por mais que faças será sempre pouco. Vejo pelas minhas que têm quase a mesma idade, é uma competição constante pela atenção , pelo colo, pelo meu sorriso, por tudo. Tbém me estico para chegar a todo o lado, ainda oiço que não gosto de uma ou de outra.

Força
Maggie

Rainha on quinta-feira, 26 de abril de 2012 às 11:38:00 WEST disse...

Não é fácil gerir crianças com idades tão próximas. Faças como fizeres vai haver sempre alguns ciumes. É normal. Com o tempo eles acabam por entender um bocadinho melhore quem sabe a relação melhora. De qualquer forma tenta sempre ter um bocadinho para cada um deles em separado. Mas não é fácil, pois não? Beijinho.

Luna on quinta-feira, 26 de abril de 2012 às 15:47:00 WEST disse...

cá em casa passa-se mais o menos o mesmo, com agravante da mais nova não aceitar que eu dar mimo ao irmão, começa logo a ginchar , vale temos 2 pernas para dar colo aos 2 ao mesmo tempo.

Tia São disse...

Pois é dificil eu sei... Penso que o caminho será aquele em tu já dás passos: mimo, atenção, carinho... tentar explicar oa Pedrocas que a mana n faz por mal, que é pequena.. essas coisas! Mas deixa-o sentir-se e dá importancia ao seu sofrimento... Quando a piolha for maiorzita podes sempre deixa-los ser eles a resolver as quezilias... Mas é só a minha opinião! E eu só tenho um rebento..
Beijos!

Mamã Petra on quinta-feira, 26 de abril de 2012 às 22:07:00 WEST disse...

Acho que essa foi uma das razões que me levou a ter filhos com 6 anos de intervalo no minimo, é que quando nasce o bebe é o delirio total entre todos.

Beijinhos

Dinastia FilipiNHa on sexta-feira, 27 de abril de 2012 às 13:44:00 WEST disse...

Pfff... Não é fácil! O tempo corre sempre contra nós...

Às vezes tenho a sensação que o que faço mais com as minhas filhas é mandá-las despacharem-se e irem para a cama...

Não há muito que possas fazer. São fases. É fazeres o que tens feito: demonstrar o teu amor pelos dois.

E dizer-lhes muitaaaaaaaas vezes (para que fique nas suas cabecinhas) que o mano ou a mana é a pessoa mais importante das suas vidas, que a família é o melhor que temos, e que por isso têm que ser amigos porque todos se adoram (mãe, pai, filhotes).

E nesses momentos, quando conseguires respirar fundo, é lembrares-te dos momentos fantásticos que os teus "bebés" te proporcionam.

Bjs

Raquel disse...

Parece-me normal! mas eu só tenho 1!
bjs

Pérola on sábado, 28 de abril de 2012 às 19:05:00 WEST disse...

Os ciúmes entre irmãos são inevitáveis por muito que os pais se desdobram. Doa meus 4 e da experiência que me têm proporcionado diz.me: os irmãos com idades muito próximas têm tendência a ser muito amigos apesar dos conflitos. Mais de 3\4 anos de diferença é demasiado. Não chegam a brincar juntos, só muito mais tarde terão interesses em comum.
Diferenças superiores a 9\10 anos conduz a uma relação de proteção linda de se ver. As melhores relações dos meus filhotes são: as das manas com 10 anos de diferença, amam-se perdidamente e sentem a falta uma da outra (10 e 20 anos, respectivamente), a mais pequena com o a seguir de 13 anos, apesar de sexos diferentes, os 3 anos que os separam levam-nos para brincadeiras cúmplices, dá gosto vê-los.
A relação que mais estímulo, por ser deficiente, é a do de 16 anos com a mana de 10. Parece que não têm nada em comum e pouco interagem. Como ele tem o irmão, mais novo e a irmã mais velha, pouco liga à mais pequena.
Sei que se adoram todos, mas, tal como os adultos, cada um tem a sua personalidade e as relações refletem-no. Para além do mais, digam o que disserem, nós, os pais, acabmos por ter relações e maneiras diferentes de falar com cada um. Temo-los em idades diferentes e as circunstâncias da vida também são diferentes.
Muito Amor, paciência será a receita. Nestas alturas penso nas famílias com 7 e mais filhos e conseguem ser muito equilibradas.
1, 2,3, 4 ou 5 até parece muito simples, ou não.
Um beijinho e compreendo-te. Nunca será perfeito, mas pode ser muito bom. Valoriza os bons momentos e as brincadeiras. Os amuos, as birras também existem, mas não vale a pena valorizá-las, só se forem doentias, que não é o caso.

 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez