sexta-feira, 18 de maio de 2012

Células Estaminais

Postado por Nany às 5/18/2012 11:51:00 da manhã
Não estou dentro do assunto e não finjo estar.

Não sei o que se faz a nível da investigação das ditas células e só quando a minha filhota nasceu me preocupei mais sobre o assunto. Quando o mais velho nasceu nós nem equacionámos a preservação das ditas, até porque o dinheiro era nenhum (estar 4 meses em casa faz grande mossa) e o pouco que tínhamos era para o enxoval dele, o parto e todas as despesas inerentes.
Na altura nem sei se existia a Lusocord, só travei conhecimento com a mesma na gravidez da minha filha.
Tal como já respondi num comentário, e depois de me aconselhar com o meu obstreta optamos pela mesma. É que nem todas as doenças se curam com células estaminais e quando precisamos recorremos onde? Ao público.
Não tenho nada contra quem opta pela sua preservação. Costumasse dizer que cada um sabe de si e Deus sabe de todos, o mal é a publicidade, que oferece curas milagrosas a tudo e mais qualquer coisinha. Que se enganem pais apostando nos seus receios, nas suas dúvidas e para mim o pior: no AMOR que têm aquele pequenino ser a que chamam de filho.
A publicidade é boa, tens uns anúncios giros, alguns até me fazem rir, outros acreditar no Pai Natal, outros até me informam. E por falar em informar, que tal publicidade à Lusocord? É que aposto que se a maioria das grávidas e seus companheiros sabem de cor o nome das empresas de conservação de células estaminais, não sabem da existência desta.
Ah, e para quando uma legislação a sério nesta área? Talvez a publicidade fosse bem mais limitada. Comparando, sem comparação, com a dos cigarros, cada vez que se faz publicidade a uma marca informa-se sobre os malefícios dos mesmos, assim, também se informaria sobre os reais usufrutos da conservação das células.
Não tenho nada contra quem o faz, repito. Tenho contra quem vende VIDA a quem pode pagar, como se dali se curassem todos os males do mundo.
Mas isto penso eu, que percebo tanto de células estaminais como de foguetes.

7 comentários:

Maggie on sexta-feira, 18 de maio de 2012 às 12:03:00 WEST disse...

olha Nany eu tbém nada tenho contra quem faz a criopreservação mas tenho contra que fala para os outros como se tivesse uma coisa do outro mundo. Infelizmente ainda estamos a anos luz das celulas estaminais serem a cura de todos os males. Por ignorancia já tenho assistido a bocas foleiras, do genero: ahhh eu fiz estou descansada, tu não fizeste? que escandalo!

Bjo
Maggie

Mamã Petra on sexta-feira, 18 de maio de 2012 às 12:58:00 WEST disse...

A Maggie está cheia de razão parece que até somos menos mães, não fiz de nenhum, do próximo tenciono fazer doação ao banco publico, a minha cunhada fez e acho que é o que faz sentido,tenho pena de não ser como em muitos paises como a Suécia que recolhem de todas as pessoas, de forma a salvar mais vidas. No tempo dos mais velhos nem se falava disso, e na altura do mais novo não sabia do banco publico e sim na altura não tinha dinheiro para esses luxos. Mais dei as vacinas todas e não não estou descansada, e nem a criopreservação é a cura de tudo, não existe nada que nos descanse a 100%, é a vida e muda tudo num segundo.

Beijinhos

Raquel (persiana) on sexta-feira, 18 de maio de 2012 às 15:38:00 WEST disse...

Bem, nós fizemos, e com a Crioestaminal!
Tb não gosto da publicidade.
Mas na altura pedimos o kit e fizemos o pagemento a prestações. Foi a nossa opção. ainda não existia Lusocrod. Se algum dia tiver um 2º filho, é provavel que faça com eles tb...
O ideal seria a recolha e preservação gratuita!!! mas não é coisa pra este país!!!
Daqui a 20 ano pode ser que a utilidade das celulas estaminais seja maior...
No fundo, espero nunca, mas nunca precisar delas!!!
bjs

Mamã de Salto Alto on sexta-feira, 18 de maio de 2012 às 17:46:00 WEST disse...

Eu tbm fiz na Lusocord,aconselhada pela minha Obstetra,que me disse que não há estudos conclusivos acerca de...mas pelo sim,pelo não,disse para pôr lá.Nunca pús a hipótese de pôr numa empresa privada.Para mim,com todos os seus defeitos,o público é sempre o público.A experiênçia conta muito.

Cadinho RoCo on sexta-feira, 18 de maio de 2012 às 20:42:00 WEST disse...

Estamos num mundo realmente marcado pela perversidade e por isso todo cuidado é pouco.
Cadinho RoCo

Dinastia FilipiNHa on segunda-feira, 21 de maio de 2012 às 11:45:00 WEST disse...

Que as células estaminais podem ser usadas, toda a gente sabe que sim (já o foram, mesmo cá em Portugal e felizmente com sucesso, ainda que seja uma utilização muito limitada). Agora, NADA justifica o anúncio da Crioestaminal. Eu fiz a Criopreservação com eles e se fosse hoje tinha recorrido a outra empresa precisamente por causa da publicidade. A publicidade não quer informar. Só quer criar nos pais que optam (e com toda a legitimidade) seja por que motivo for por não fazer a criopreservação, um sentimento de culpa. E isto não se faz em circunstância nenhuma. A publicidade é vergonhosa e, face aos comentários deixados no facebook da crioestaminal (onde deixei o meu), a mesma foi retirada.

Beijinhos grandes

Tia São disse...

Eu não aderi à nova nova, mas foi apenas por uma questão monetária e nada mais! Se pudesse tê-lo-ia feito! Consola-me saber que quando eu nasci não havia estas modas, as doenças eram tratadas como se sabia e se podia! Daqui por 20 anos a cinecia estará certamente mais avançada no que diz respeito às celulas estaminais, mas estará também mais desenvolvida noutras áreas, por isso n me preocupo! Faço o meu melhor que posso, enquanto mãe, o resto deixo nas mãos de Deus!

 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez