sábado, 1 de dezembro de 2012

25 Meses de ♥

Postado por Nany às 12/01/2012 08:00:00 da manhã
A cada dia 1 a nova vida tem um novo sabor. Para alguns o 1 é um recomeço, para nós o 1 significa amor, carinho, família, cor-de-rosa, princesices, delicadezas, um mundo mágico de princesas, balões de arco-íris, bolas de sabão, uma família completa.
Com 25 meses a Sarita está linda, crescida, miudinha, tagarela, refilona, teimosa [o termo teimosa foi feito, inventado e criado só para ela], destemida, mimocas, atrevida, esperta, inteligente, curiosa e claro Princesa.
Adora bananas, chamo-lhe macaquita e ela diz Nhão, manana, com um ar tímido e semi-ofendido. Gosta de as comer desde que ainda possa segurar um pouco de casca, se as descasco por completo já não quer. Depois pede ajuda para tirar o resto da casca. Pede maçãs, dá umas trinquinhas de passarito e devolve a maçã inteira. A maçã também não pode ser descascada, nem cortada, é inteira ou a Princesa já não quer.
Gosta de pão, pão e pão. [Saí à mãexinha] De bolachinhas de chocolate [Saí ao paizinho].
Não gosta muito de dormir. [Saí ao mano] Quando a vou deitar tenho de dizer o que andam a fazer todos, mas mesmo todos os amigos da escola (a dormir tá claro), a educadora, as auxiliares, os pássaros, os cães, gatos,  Minnie, Pirata (Jake e os Piratas da Terra do Nunca que ela adora no canal Disney), a Dora a Exploradora (a nova tara), o mano, o pai, mais alguém que ela se lembre. Depois canto a música do Manel, da Minnie, do chapéu com 3 bicos, do memé. E no fim pensam que ela dorme? Não senhor, começa a conversar e diz Sabes? Sabes? Quando perguntamos O quê? ela diz, às vezes em saroquês o que dificulta o entendimento, mas lá vamos percebendo.
Pega na mala e diz Adeus, caja abó = Adeus, vou a a casa da avó, para logo a seguir dizer Cu-Cu, com ar malandro. Aliás, todos lhe gabam os caracóis, o ar de boneca e o ar malandreco.
É tímida quando não conhece e esconde a cara, mas quando perde a timidez é um doce.
Quando se zanga, bate, belisca, morde e arranha. Chora sentida e amua quando não é feita a sua vontade.
E as birras? Ai senhores as birras! As birras foram re-inventadas com esta Princesa, sim, acreditem, quando lhe dá para a birra dá mesmo e é preciso contar até um gazilião para não perder a paciência. Vai para o castigo, mas teimosa volta à carga, se não consegue descarrega em quem está mais próximo, normalmente é o mano.
O mano, adorado, o seu Quedo=Pedro, e às vezes sai-lhe um Fio, páxati = Filho, despacha-te. Adora o quarto do mano, deitar-se na cama do mano, os brinquedos do mano, os livros do mano. É adorável vê-los brincar e ouvir, Mano, anda bincádi = Mano, anda brincar. Sabe tudo o que ele gosta, o que ele faz, o que ele tem, e se é dele ninguém mexe, excepto ela claro está.
É mesmo menina, gosta dos seus xanxinhos= ganchinhos, mas tendo em conta os caracóis prefere os totós que não se enrolam tanto. Dá cabo de todas as bandeletes, as delas e as minhas, sabe parti-las como ninguém. Sabe o que quer vestir e o que quer calçar. Não vale a pena insistir, se a Sarita não quer é birra na certa. Agora anda numa de crocs que tivemos de esconder, é que explicar a uma miuda de 25 meses que crocs e chuva e/ou frio não combinam não é fácil. Tem mesmo o gene mulher imbutido, se virem uma pirralhita sentada no chão de qualquer loja a experimentar sapatos deve ser a Sarita, quase de certeza.
Come sozinha e praticamente tudo. É de fases, umas vezes mais umas coisas, outras vezes mais outras. Agora anda na fase das bananas e do cos = arroz.
Já quer andar sem fralda, mas não sabe ainda pedir, nem percebe que fez xixi, só sabe que está desconfortável. Aprendeu foi a tirar a roupa e a fralda e às vezes não chegamos a tempo.
Adora os seus bebés, mas tem de os despir a todos. Dá beijos a todos eles, e eles dão-nos beijos a nós. Mas ela não, esconta a cara, mas beijos raramente dá e o raramente calha quase sempre ao mano querido do coração.
Continua a adorar pentear a mãe e a arrancar meia dúzia de cabelos de cada vez. Cabelos comrpidos fazem a sua delicia.
Trapalhona a correr, não se atrapalha em mais nada. Senão a percebemos fica chateada connosco e amua bastante sentida.
É doce, meiguinha e amiga. Já começa a fazer muita companhia. É mesmo uma Princesa.
A mamã aqui, anda cada dia mais babada com a sua menina linda, com o seu crescimento e com as suas conquistas e principalmente com o coração cheio de amor. Adoro-te minha filhota.

3 comentários:

Ovelha Flor Guerreira on sexta-feira, 30 de novembro de 2012 às 16:29:00 WET disse...

Uma ternurinha e uma alegria. Já tenho saudades das minhas assim! Aproveita, aproveita mesmo!

Bonitinha on segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 às 01:50:00 WET disse...

Pois revi-me na parte das birras e no beijo. O meu quase nunca dá beijos a não ser se dissermos que tem dodói, porque ele mesmo ganha quando se machuca. Mas ultimamente só consigo se suborno com a chucha lol!!
bjokas e parabéns pela Sarita

Bárbara - Sol e Lua on segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 às 14:35:00 WET disse...

Já quase 2 anos lunita...é muito, é tanto...ainda no outro dia não sabia se era menina ou menino!!!!
Estão crescidos e numas fases divertidas, beijos doces e friossssssssssssssssssssss

 

O Meu Cantinho Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez